Ban Ki-moon, secretário-geral da ONU, apoia a campanha ‘Proteja o Gol’

Ban Ki-moon, secretário-geral da ONU, e Michel Sidibé, diretor executivo do UNAIDS. Foto: UNAIDS

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, assinou a bola “Proteja o Gol” durante a reunião do Conselho de Diretores Executivos das Nações Unidas (CEB), após a apresentação de Michel Sidibé, diretor executivo do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids (UNAIDS), sobre a campanha que busca promover a conscientização sobre HIV em nível mundial.

A partir de uma ideia simples que ilustra o poder da proteção, faz-se uma analogia entre goleiros protegendo o gol e cada pessoa protegendo a si própria. O objetivo da campanha é usar a popularidade e poder de união do esporte para promover a prevenção do HIV, principalmente entre os jovens.

A campanha conta com o apoio de celebridades como o jogador David Luiz, o futebolista alemão Michael Ballack e do goleiro veterano Marcos, eleito pela Federação Internacional de História e Estatísticas do Futebol (IFFHS) o 3º jogador mais popular do mundo em 2008. Entre os apoios internacionais pode-se destacar o apoio de Kweku e Ndaba Mandela, netos de Nelson Mandela.

O apoio do secretário-geral da ONU acrescenta ainda mais brilho à iniciativa, que é realizada em parceria com o Fundo de População da ONU (UNFPA), o Ministério da Saúde e a Secretaria de Política para as Mulheres da Presidência da República.

CONTATO
UNAIDS Brasil: Jessyca Zaniboni, tel. +55-61-30389228, email zanibonij@unaids.org

UNAIDS
O Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS) mobiliza e inspira o mundo para alcançar sua visão compartilhada de zero nova infecção por HIV, zero discriminação e zero morte relacionada à aids. O UNAIDS une os esforços de 11 organizações da ONU – ACNUR, UNICEF, PMA, PNUD, UNFPA, UNODC, ONU Mulheres, OIT, UNESCO, OMS e Banco Mundial – e trabalha em colaboração com parceiros nacionais e internacionais para maximizar resultados da resposta à aids. Saiba mais em unaids.org.br, no Facebook e no Twitter.