Ban Ki-moon: É preciso investir nas pessoas e na economia verde para erradicar a pobreza

“Em nome da austeridade fiscal, não se pode cortar os investimentos nas pessoas”, disse o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon.

Crianças na favela Kallayanpur, em Dhaka, BangladeshO Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, alertou que o progresso na luta contra a pobreza falhará se as pessoas não forem postas no centro das políticas de desenvolvimento e nas estratégias econômicas de recuperação da crise financeira global.

“Em nome da austeridade fiscal, não se pode cortar os investimentos nas pessoas”, disse Ban na mensagem para inaugurar o Dia Internacional para a Eliminação da Pobreza. O Secretário-Geral alertou ainda que as vozes dos pobres e dos jovens estão sendo ignoradas, assim como as preocupações ambientais.

Ele pediu mais esforços para acelerar a realização dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) , as metas antipobreza das quais os líderes mundias se comprometeram a alcançar até 2015.

“A malária pode ser interrompida. A AIDS pode ser revertida. Milhões de mães podem ser salvas do parto. Investimentos verdes podem gerar empregos e crescimento. É assim que vamos construir um mundo livre da pobreza”.