Ban Ki-moon abre biblioteca na Etiópia e celebra 'poder dos livros'

Desenvolvida e implementada pela Organização Mundial do Turismo, a iniciativa faz parte do amplo esforço da ONU para atingir os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM).

Secretário-Geral na escola de Keykobeb em Addis Abeba, Etiópia. (ONU/ E. Debebe)O Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, celebrou nesta terça-feira (31/1) os benefícios que os livros podem trazer aos jovens, na abertura de uma biblioteca na Etiópia. A iniciativa faz parte de um inovador sistema da ONU, que será usado por mais de 1.200 alunos na escola Keykokeb, na capital Adis Abeba.

Mais de 110 bibliotecas foram criadas em 15 países – a maioria na África subsaariana – desde 2007, em uma iniciativa chamada “Obrigado Pequena Biblioteca”. Desenvolvida e implementada pela Organização Mundial do Turismo (OMT), a iniciativa faz parte do amplo esforço da ONU para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM).

“Uma biblioteca não é só uma construção cheia de livros”, ressaltou Ban. “É um jardim para cultivar indivíduos. Um livro não é só uma coleção de papel. Um livro é alimento para a mente. Com um livro você pode viajar, aprender e crescer”.