Autoridade da ONU pede ousadia e foco durante encontro sobre cooperação para o desenvolvimento

O presidente do Conselho Econômico e Social da ONU disse que o tema terá grande relevância na agenda de desenvolvimento pós-2015.

Martin Sajdik, embaixador da Áustria e atual presidente do ECOSOC. Foto: ONU/Paulo Filgueiras

Martin Sajdik, embaixador da Áustria e atual presidente do ECOSOC. Foto: ONU/Paulo Filgueiras

O presidente do Conselho Econômico e Social das Nações Unidas (ECOSOC), Martin Sajdik, afirmou nesta quinta-feira (10), que a cooperação para o desenvolvimento certamente terá um papel importante na implementação de uma agenda de desenvolvimento pós-2015. Para isso, contudo, será necessária uma adaptabilidade em tempo real a novos parâmetros.

Durante a abertura da sessão de 2014 do Fórum de Cooperação para o Desenvolvimento, Sajdik convocou os especialistas e autoridades participantes a serem “ousados, desafiadores e focados” no encontro de dois dias.

Realizado a cada dois anos, o Fórum revisa tendências na cooperação internacional para o desenvolvimento, promove uma maior coerência entre as atividades de diferentes parceiros e ajuda a promover uma política de integração e a fortalecer o elo normativo e operacional no trabalho das Nações Unidas.

O encontro concede voz a uma ampla variedade de interessados, incluindo tanto países desenvolvidos ou em desenvolvimento quanto a sociedade civil, instituições de auditoria, governos locais e regionais, organizações filantrópicas e o setor privado. Seus membros também encorajam um diálogo participativo sobre questões cruciais da cooperação para o desenvolvimento.