ONU em português: Lista com todas as notícias

Plantação de algodão em Catuti (MG). Foto: OIT

Brasil e Paraguai criam projeto para promover trabalho decente na cadeia do algodão

Autoridades dos governos de Brasil e Paraguai e representantes da Organização Internacional do Trabalho (OIT) se reuniram no mês passado na capital paraguaia para assinar o documento que formaliza a criação do projeto Algodão com Trabalho Decente no país.

Elaborada de maneira conjunta e participativa com representantes de instituições brasileiras e paraguaias e apoio técnico da OIT, a iniciativa será implementada nos próximos dois anos com o objetivo de fortalecer as instituições paraguaias para que elas possam promover o trabalho decente na cadeia produtiva do algodão.

Comunidades rurais do semiárido baiano são foco do projeto Pró-Semiárido. Foto: Governo da Bahia

Fundo agrícola da ONU diz que Bahia é ‘estado prioritário’ para programas de desenvolvimento

Na Bahia, representantes do Fundo internacional para o Desenvolvimento Agrícola (FIDA) e da Secretaria estadual de Desenvolvimento Rural (SDR) reuniram-se neste mês (18) para discutir a ampliação do Pró-Semiárido, projeto que estimula o crescimento de zonas rurais pobres. Iniciativa é financiada com recursos do organismo das Nações Unidas e já beneficia 70 mil famílias em 32 municípios do estado. Agência da ONU avalia possibilidade de disponibilizar mais verba para o programa.

Debate na sede da ONU, em Nova Iorque, lembrou contribuições das mulheres do Sul Global para o debate sobre igualdade de gênero dentro da Organização. Foto: ONU/Manuel Elias

Evento em NY lembra importância das diplomatas do Sul Global na criação da ONU

As diplomatas do Sul Global, entre elas a brasileira Bertha Lutz, tiveram papel essencial nas Nações Unidas desde sua concepção, em 1945, inclusive nas negociações do primeiro acordo internacional a mencionar a igualdade de gênero como direito humano fundamental: a Carta da ONU.

De acordo com estudos acadêmicos recentes, as delegadas mulheres dos países em desenvolvimento tiveram papel significativo em garantir que a Carta fizesse menção à igualdade de gênero. Elas eram apenas quatro dos 850 delegados que assinaram o documento histórico que criou as Nações Unidas na Conferência de San Francisco 73 anos atrás.

Evento na sede da ONU em Nova Iorque na terça-feira (22) lembrou o legado dessas diplomatas, com a presença das pesquisadoras Elise Dietrichson e Fatima Sator, da Escola de Estudos Orientais e Africanos (SOAS, na sigla em inglês), da Universidade de Londres.

Criação de gado na região Norte. Foto: EBC

FAO e governo discutem impacto da pecuária sobre a biodiversidade no Brasil

Quase 30% das terras do planeta são utilizadas para pastagens e plantio de alimentos, segundo a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO). Para promover a realização de pesquisas sobre o impacto da pecuária na biodiversidade, a agência da ONU e o Ministério do Meio Ambiente do Brasil realizaram nesta semana uma oficina sobre o tema. Encontro reuniu em Brasília especialistas de diferentes partes do país.

FAO: Um terço de toda a comida produzida no mundo é desperdiçada. Foto: ONU Meio Ambiente

FAO recomenda ações para evitar perder um terço da comida no mundo

Um terço de toda a comida produzida no mundo é desperdiçada, segundo a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura, a FAO. Isso representa 1,3 bilhão de toneladas de comida todos os anos.

A agência da ONU cita alimentos usados em celebrações como o Ramadã, o Ano Novo na Rússia, o solstício na Coreia do Sul e o Natal no Reino Unido ao detalhar seis ações estratégicas. A meta é acabar com este problema, “seja qual for o feriado”.

Em Viena, Zeid Ra'ad Al Hussein, alto-comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos, discursa na Conferência Internacional de Especialistas que celebra o 25º aniversário da Conferência Mundial sobre Direitos Humanos. Foto: UNIS Viena/Lilia Jiménez-Ertl

Direitos humanos estão sob ataque e ‘não são mais prioridade’, alerta representante da ONU

Chefe de Direitos Humanos da ONU alertou que, particularmente na Europa, os partidos “etno-populistas” – que promovem ideias racistas – estão em ascensão em muitos países, alimentando o ódio e a divisão. Uma vez no poder, esses partidos estariam deliberadamente espalhando “visões distorcidas e falsas” de migrantes e ativistas de direitos humanos.

Em um discurso contundente que marcou o 25º aniversário da Conferência Mundial sobre Direitos Humanos, que ressaltou a natureza “universal, indivisível, interdependente e inter-relacionada” dos direitos humanos, o alto-comissário da ONU para Direitos Humanos, Zeid Ra’ad Al Hussein, disse que nos próximos 25 anos o mundo parecia estar “indo em outra direção”.

Mais de 200 crianças foram libertadas de grupos armados no Sudão do Sul em abril. Esse foi o segundo resgate em série, apoiado pelo UNICEF, que verá quase mil crianças livres nos próximos meses. Apesar deste progresso, ainda existem cerca de 19 mil crianças-soldado no Sudão do Sul. O UNICEF precisa de 45 milhões de dólares para apoiar a desmobilização e reintegração de todas elas nos próximos três anos.

UNICEF: Mais de 200 crianças-soldado são libertadas no Sudão do Sul em abril; vídeo

Mais de 200 crianças foram libertadas de grupos armados no Sudão do Sul em abril. Esse foi o segundo resgate em série, apoiado pelo UNICEF, que verá quase mil crianças livres nos próximos meses.

Apesar deste progresso, ainda existem cerca de 19 mil crianças-soldado no Sudão do Sul. O UNICEF precisa de 45 milhões de dólares para apoiar a desmobilização e reintegração de todas elas nos próximos três anos. Confira neste vídeo.

Mais de 1 milhão de pessoas fugiram para a Alemanha nos últimos dois anos, vindos de países como a Síria e o Afeganistão. Apesar da perda e do trauma, a maioria está determinada a construir um futuro melhor. Malakeh Jazmati é de Damasco, na Síria, mas foi obrigada a fugir para a Alemanha por causa da guerra. Apesar das dificuldades de adaptação, abriu uma pequena empresa e lançou um livro de culinária síria. Confira nesse vídeo especial.

Nova vida, nova ambição: refugiados e migrantes da Alemanha; vídeo

Mais de 1 milhão de pessoas fugiram para a Alemanha nos últimos dois anos, vindos de países como a Síria e o Afeganistão. Apesar da perda e do trauma, a maioria está determinada a construir um futuro melhor.

Malakeh Jazmati é de Damasco, na Síria, mas foi obrigada a fugir para a Alemanha por causa da guerra. Apesar das dificuldades de adaptação, abriu uma pequena empresa e lançou um livro de culinária síria. Confira nesse vídeo especial.

Recife e UNICEF promovem 4ª Semana do Bebê na capital pernambucana. Foto: UNICEF

UNICEF e prefeitura de Recife promovem nesta semana mais de 600 atividades sobre primeira infância

Acontece nesta semana a 4ª Semana do Bebê do Recife, iniciativa promovida pelo governo municipal em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF). Projeto promoverá rodas de conversa, atividades recreativas, contação de histórias, resgate de cantigas de ninar, orientações de saúde, aulas de esporte e outros serviços. A primeira criança nascida nesta terça-feira (22) recebeu a chave da cidade e o cargo simbólico de bebê-prefeito.

Negócios sustentáveis são tema de encontro regional da ONU Meio Ambiente. Foto: PEXELS

PNUD promove seminário sobre empreendedorismo social e inclusivo na região Sul

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) promove na próxima quinta-feira (24), em Florianópolis, um ciclo de debates sobre negócios de impacto na região Sul. A série de discussões na capital catarinense integra a programação do IV Seminário Regional Incluir, realizado por uma iniciativa homônima da agência da ONU, com o objetivo de estimular o empreendedorismo social e inclusivo. Participação no evento é gratuita.

Panda em parque de Chengdu, cidade da China. Foto: Flickr (CC)/Alexis

Em dia mundial, ONU celebra 25 anos de convenção para proteger biodiversidade

As celebrações do Dia Internacional para a Diversidade Biológica, lembrado nesta terça-feira (22,) marcam os 25 anos da entrada em vigor de um tratado internacional, assinado por 196 países, para garantir a conservação e uso sustentável da riqueza natural do planeta.

Apesar de avanços, dirigentes da ONU alertam que recursos do meio ambiente não são inesgotáveis e estão ameaçados por atividades humanas. Para o secretário-geral António Guterres, futuro coletivo depende da proteção da biodiversidade.

No Rio, o "Vamos Nessa" capacitou cinco professores de jiu-jitsu da Geração UPP, projeto que leva técnicas e doutrina das artes marciais a jovens de comunidades por meio de policiais militares. Foto: UNODC

ONU ajuda professores de artes marciais a prevenir violência entre jovens pelo esporte

O programa do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes (UNODC) “Vamos Nessa” oferece a profissionais de educação física e professores de artes marciais envolvidos com projetos sociais um treinamento focado na prevenção da criminalidade e da violência através do esporte.

O objetivo é construir habilidades para a vida por meio de jogos e dinâmicas esportivas a partir das quais os participantes debatem fatores que levam ao envolvimento em crimes, violências e drogas.

O Rio de Janeiro, juntamente com o Distrito Federal, foi o primeiro a receber a iniciativa no Brasil, que depois foi estendida a países como África do Sul, Quirguistão, Uganda, Palestina, Peru e República Dominicana.

Jovens refugiados salvadorenhos andam pelas ruas de sua nova cidade, Tapachula, no sudoeste do México, próximo à fronteira com a Guatemala, em setembro de 2016. Foto: ACNUR/Daniele Volpe

ONU manifesta preocupação com aumento do deslocamento forçado no norte da América Central

A Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) tem visto um aumento significativo do número de pessoas que são forçadas a fugir da violência e da perseguição no norte da América Central. Com muitos indivíduos em movimento e em grave perigo, a agência das Nações Unidas pede à comunidade internacional que defenda suas necessidades de proteção, ao mesmo tempo em que ajuda os países do norte da América Central a lidar com a raiz do problema.

Ambientes livres de cigarro protegem saúde da população. Foto: PEXELS

OMS ajuda Brasil a implementar protocolo de eliminação do comércio ilícito de tabaco

A Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) reuniu na segunda-feira (21) parceiros e especialistas internacionais para auxiliar o Brasil a se preparar para a implementação do Protocolo de Eliminação do Comércio Ilícito de Produtos do Tabaco. Esse documento deve ser ratificado até julho pelo país.

“O Brasil tem avançado muito no controle do tabaco, principalmente nas medidas para reduzir a demanda de seu consumo. Porém, a indústria continua prejudicando as políticas públicas de demanda ao controle e à oferta desse produto, que todos os anos tira milhares de vidas”, argumentou Katia Campos, coordenadora da Unidade de Determinantes da Saúde, Doenças Crônicas Não Transmissíveis e Saúde Mental da OPAS/OMS no Brasil.

Centro de Nairóbi, Quênia. Foto: ONU-Habitat

ONU-Habitat promove debate no Quênia sobre implantação local de objetivos globais

O Programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos (ONU-Habitat) promoveu um debate na quinta-feira (17) em sua sede em Nairóbi, no Quênia, sobre o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) número 11, que prevê tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis.

O debate serviu para discutir a aplicação local dos objetivos globais e sua sincronicidade com as políticas públicas e a Nova Agenda Urbana em seis cidades de Bolívia, Peru e Brasil.

Camada de ozônio protege planeta Terra da radiação ultravioleta. Foto: NASA

ONU Meio Ambiente alerta para aumento das emissões de gás que destrói camada de ozônio

Novas descobertas de um estudo divulgado na semana passada na revista Nature indicam que as emissões de CFC-11, o segundo gás mais abundante que destrói a camada de ozônio, subiram inesperadamente nos últimos anos, apesar da proibição mundial de sua produção desde 2010.

“Embora os modelos científicos atuais mostrem que a camada de ozônio continua a caminho da recuperação até meados do século, o aumento contínuo das emissões globais de CFC-11 colocará esse progresso em risco”, avaliou a ONU Meio Ambiente em nota.

Secretário-geral da ONU, António Guterres (esquerda), e o presidente do Grupo Banco Mundial, Jim Yong Kim, em Washington. Foto: Banco Mundial/Grant Ellis

Em Washington, chefe da ONU assina acordo com Banco Mundial e se reúne com Trump

As Nações Unidas e o Banco Mundial assinaram na sexta-feira (18) um acordo para trabalharem juntos no apoio aos países na implementação da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável e para atingir resultados mensuráveis na transformação de suas economias e sociedades.

Paralelamente, o chefe da ONU se reuniu com o presidente norte-americano, Donald Trump, na Casa Branca, onde discutiram a situação do Oriente Médio e da Península Coreana.

Ponte das Mulheres, em Buenos Aires. Foto: Geoff Livingston/Wikimedia Commons (CC)

FMI diz que empréstimo pedido pela Argentina impulsionará programa macroeconômico

O Conselho Executivo do Fundo Monetário Internacional (FMI) reuniu-se na sexta-feira (18) em Washington para uma reunião informal sobre o pedido feito por autoridades argentinas para receber apoio financeiro do organismo internacional.

Segundo a chefe do FMI, Christine Lagarde, a Argentina está enfrentando significativa volatilidade financeira, em parte devido ao aperto nas condições globais e também após a seca que minou a produção agrícola do país.

“É nesse contexto que as autoridades argentinas pediram nosso apoio para ajudar a conter essa volatilidade do mercado e proteger o crescimento, a criação de empregos e a coesão social no país.”

Na América Latina e no Caribe, pelo menos 1 milhão de empregos serão gerados como resultado do uso de energias renováveis, segundo a OIT. Foto: Banco Mundial/Dana Smillie

Economia verde pode gerar milhões de empregos na América Latina e no Caribe, diz OIT

A necessidade de enfrentar as mudanças climáticas, a sobre-exploração de recursos naturais e a poluição dos ecossistemas torna urgente a transição para uma economia verde, que tem o potencial de gerar milhões de empregos na América Latina e no Caribe e mitigar os custos laborais derivados de problemas ambientais, disse a Organização Internacional do Trabalho (OIT) nesta segunda-feira (21).

“Há oportunidades enormes numa economia verde, mas também um potencial de destruição de postos de trabalho. Portanto, devemos garantir que os trabalhadores tenham acesso à proteção social, adquiram o conjunto correto de qualificações e que as economias tenham a capacidade de fazer a transição entre indústrias tradicionais e indústrias mais verdes”, afirmou o diretor regional da OIT”, afirmou o diretor regional da OIT para a América Latina e o Caribe, José Manuel Salazar-Xirinachs.

O cantor e compositor recifense Johnny Hooker foi nomeado Campeão da Igualdade da campanha da ONU Livres & Iguais no Brasil. Foto: ONU Brasil

‘A gente vai resistir’, diz novo campeão da igualdade da ONU

Em entrevista à campanha da ONU Brasil Livres & Iguais, o cantor e compositor recifense Johnny Hooker fala da importância da arte para a transformação da sociedade e para o respeito aos direitos da população LGBTI no Brasil.

“No que concerne à natureza humana e aos sentimentos humanos, nós somos todos iguais. A arte tem esse poder de comunicar e fica muito mais fácil para as pessoas que são de fora da comunidade LGBTI se identificarem, verem que somos pessoas, que não existe uma parede dividindo a gente”, disse. Leia a entrevista completa.

Assembleia Mundial da Saúde começou nesta semana em Genebra. Foto: OPAS

Delegações de 194 países se reúnem em Genebra para definir futuro da OMS

Teve início nesta segunda-feira (21), em Genebra, a 71ª Assembleia Mundial da Saúde. Evento reúne até o próximo sábado (26) delegações dos 194 países que fazem parte da Organização Mundial da Saúde (OMS). Representantes nacionais definirão o programa de trabalho da agência da ONU pelos próximos cinco anos. Com iniciativas de prevenção e tratamento, a OMS pode salvar 29 milhões de vidas até 2023.

O cantor e compositor recifense Johnny Hooker foi nomeado Campeão da Igualdade da campanha da ONU Livres & Iguais no Brasil. Foto: ONU Brasil

Campanha da ONU Brasil nomeia Johnny Hooker como campeão da igualdade

O cantor e compositor recifense Johnny Hooker foi nomeado campeão da igualdade da campanha da ONU Livres & Iguais no Brasil. O título é conferido às pessoas que apoiam oficialmente a iniciativa das Nações Unidas pela igualdade de direitos e tratamento justo da população de lésbicas, gays, bissexuais, travestis, pessoas trans e intersexo (LGBTI).

A nomeação ocorreu na sede das Nações Unidas no Brasil, em Brasília, em ato pelo Dia Internacional contra a Lesbofobia, a Homofobia, a Bifobia, a Transfobia e a Intersexofobia, marcado anualmente a cada 17 de maio. O evento contou com a presença de representações diplomáticas, representantes de governo, de organizações da sociedade civil e ativistas.

Da esquerda para a direita: Javier Cortés, Tim Mohin e Carlo Pereira, secretário-executivo da Rede Brasil do Pacto Global, durante o lançamento do documento “Estratégia ODS nas Empresas: Soluções e Oportunidades”. Foto: Fellipe Abreu

Pacto Global lança publicações para empresas brasileiras cumprir metas da ONU e combater corrupção

Em São Paulo, a Rede Brasil do Pacto Global lançou nesta semana (16) um guia para orientar empresas a cumprir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas. Em fórum que reuniu cerca de 400 representantes do setor privado, iniciativa também divulgou publicações sobre combate à corrupção e sobre o engajamento do setor elétrico na promoção da sustentabilidade.

O evento promove palestras, workshops e discussões para expor problemas mundiais de desenvolvimento e avaliar ideias e soluções que integram os jovens participantes. Foto: Acervo Pessoal

Assembleia da Juventude na ONU recebe inscrições para sua 22ª edição

Entre 9 e 13 de agosto, a Friendship Ambassadors Foundation (FAF) realiza a 22ª sessão da Assembleia da Juventude, na sede da ONU, em Nova Iorque. A conferência visa elevar as vozes de jovens do mundo todo em diálogos internacionais sobre os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS).

As inscrições para o processo seletivo de bolsa podem ser realizadas até 25 de maio e as inscrições regulares até 26 de junho. Saiba como participar.

Sessão especial do Conselho de Direitos Humanos sobre a deterioração da situação nos territórios palestinos ocupados em 18 de maio em Genebra. Foto: ONU/Elma Okic

Uso da força contra manifestantes palestinos em Gaza foi ‘totalmente desproporcional’, diz ONU

Uma sessão especial do Conselho de Direitos Humanos da ONU foi encerrada nesta sexta-feira (18) com uma resolução dos Estados-membros para investigar semanas de violência na fronteira entre Israel e a Faixa de Gaza, que deixou quase 100 palestinos mortos e milhares de feridos.

O rascunho da resolução pediu que o Conselho “investigue todas as alegadas violações e abusos da lei humanitária internacional e da lei de direitos humanos internacional” nos territórios palestinos ocupados e, particularmente, na Faixa de Gaza, desde 30 de março. A data marcou o início das manifestações na fronteira com Israel, denominadas “Grande Marcha do Retorno”.