ONU em português: Lista com todas as notícias

Autoridades do Mali e de Madagascar visitaram um centro de educação infantil em Bananeiras. Foto: PMA/Isadora Ferreira

Representantes do Mali e de Madagascar conhecem sistema de alimentação escolar do Brasil

Representantes dos governos do Mali e de Madagascar vieram ao Brasil no início de maio para uma visita de estudos sobre alimentação escolar. Organizada pelo Centro de Excelência contra a Fome, a missão levou autoridades das nações africanos até a Paraíba, onde dirigentes puderam ver de perto como o Estado brasileiro conecta a agricultura familiar a centros de ensino que oferecem refeições para seus alunos.

Políticas de alimentação escolar no Brasil. Foto: PMA/Vinícius Limongi

Organismo da ONU e Centro Universitário de Brasília lançam dossiê sobre combate à fome

Como parte das celebrações dos seus cinco anos de existência, o Centro de Excelência contra a Fome — organismo do Programa Mundial de Alimentos da ONU (PMA) — se uniu ao Centro Universitário de Brasília (UniCEUB) e convidou pesquisadores para a elaboração de um Dossiê sobre a Lutra contra a Fome no Mundo. A publicação é uma edição especial do Brazilian Journal of International Law (Revista de Direito Internacional) e já está disponível em meio virtual.

Vacina contra o HIV seria método mais econômico para combater a epidemia do que a terapia antirretroviral. Foto: UNAIDS

O mundo precisa de uma vacina contra o HIV, defende agência da ONU

No mês em que se celebra o Dia de Conscientização sobre a Vacina contra o HIV, lembrado em 18 de maio, o Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS) defende a manutenção dos esforços de pesquisa que buscam uma imunização contra o vírus. Anualmente, 1,9 milhão de adultos e mais de 150 mil crianças são infectados pelo agente patogênico.

Mesmo que uma redução de 90% nas novas infecções pelo vírus seja alcançada até 2030 — tal como previsto pelas metas da agência da ONU —, 200 mil pessoas por ano continuarão contraindo o HIV.

Ilhas Rabi, Fiji. A elevação do nível dos oceanos e as mudanças climáticas são ameaças à existência das ilhas do Pacífico. Foto: OCHA/Danielle Parry

Países insulares participam de fórum no México sobre redução de riscos de desastres

Furacões, ciclones e tsunamis são ameaças cada vez mais comuns aos países insulares vulneráveis às mudanças climáticas. Representantes dessas nações reúnem-se nesta segunda-feira (22) em Cancún, no México, antes de uma importante conferência das Nações Unidas sobre redução de riscos.

No ano passado, 445 milhões de pessoas foram afetadas por desastres ligados a perigos naturais no mundo, incluindo enchentes, tempestades, terremotos e secas; 8 mil pessoas morreram e as perdas econômicas foram estimadas em quase 140 bilhões de dólares.

Da esquerda para a direita, o diretor-executivo da AMAT-Carajás, Márcio Alessandro, o oficial de programação da OIT, Luiz Machado, o presidente da AMAT-Carajás e prefeito de São Domingos do Araguaia, Pedro Paraná, e a oficial de projeto da OIT, Thais Fortuna. Foto: OIT

OIT e municípios da região de Carajás firmam parceria para promover trabalho decente

A Organização Internacional do Trabalho (OIT) e a Associação dos Municípios do Araguaia, Tocantins e Carajás (AMAT-Carajás) assinaram na semana passada (17) um novo memorando de cooperação para promover condições dignas de trabalho no sul e sudeste do Pará. O acordo vai apoiar a criação — de forma tripartite — de uma Agenda Regional de Trabalho Decente. Estratégia, que mobilizará 39 municípios, quer garantir o respeito aos direitos humanos e defender a igualdade no mercado de trabalho.

Diretora-geral da OMS, Margaret Chan, durante a 67ª Assembleia Mundial da Saúde. Foto: OMS/V. Martin

Ministros e autoridades reúnem-se em Genebra para eleger novo(a) diretor(a) da OMS

Ministros e autoridades de saúde de 194 países participam a partir desta segunda-feira (22) da 70ª Assembleia Mundial da Saúde, que ocorre até 31 de maio em Genebra, na Suíça. Durante o encontro, haverá a eleição do novo diretor ou diretora-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Ministros dos países do G20 também se reuniram na semana passada (20) em Berlim, na Alemanha, para discutir uma resposta global coordenada aos desafios da saúde em todo o planeta.

Sala de Situação, Ação e Articulação sobre Direitos das Mulheres foi estabelecida em março de 2016, em resposta da ONU e da sociedade civil à crise sanitária. Foto: ONU Mulheres/Isabel Clavelin

Agências da ONU lembram 1 ano de sala de situação para combate ao zika no Brasil

Após um ano de existência, a Sala de Situação, Ação e Articulação sobre Direitos das Mulheres — criada por ONU Mulheres, Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS) e Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) — como resposta à crise sanitária do vírus zika, consolidou-se como um canal aberto para as organizações feministas e de mulheres, para a análise de pesquisas e informações sobre saúde e para ações de parceria entre a sociedade civil e as Nações Unidas.

Nadine Gasman, representante da ONU Mulheres Brasil, cumprimentou a criação do Movimento de Mulheres Municipalistas e convidou municípios para adesão ao projeto Cidade 50-50 Foto: CNM

ONU Mulheres enfatiza importância das políticas locais para igualdade de gênero

A representante da ONU Mulheres Brasil, Nadine Gasman, destacou durante encontro em Brasília o caráter estratégico das políticas locais para a igualdade de gênero.

Nadine fez referência à pesquisa Ibope/ONU Mulheres segundo a qual oito em cada dez mulheres querem cidades mais igualitárias. “Isso quer dizer que gestores, gestoras, legisladores e legisladoras precisam desenvolver políticas de promoção da igualdade entre mulheres e homens nas cidades”, disse Nadine.

A Confederação Nacional dos Municípios (CNM) e o PNUD lançaram o “Guia para Integração dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável” durante a 20ª Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios. Foto: Agência Brasil / Marcello Casal Jr

Confederação de municípios e agência da ONU lançam guia para promover objetivos globais

A Confederação Nacional dos Municípios (CNM) e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) lançaram o “Guia para Integração dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)” durante a 20ª Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, encerrada na quarta-feira (20) em Brasília.

A proposta da publicação é orientar prefeitas e prefeitos na promoção dos ODS no nível municipal e no planejamento de políticas públicas para o alcance da Agenda 2030.

Pressão alta não é mais problema exclusivo de países desenvolvidos e afeta populações de diferentes partes do mundo. Foto: Banco Mundial / Aisha Faquir

Países das Américas apresentam casos bem sucedidos de redução do risco cardiovascular

Quatro países das Américas adotaram ações bem-sucedidas para reduzir o risco cardiovascular de suas populações. Trata-se de um programa apoiado pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS) e pelos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos, que se consiste no acompanhamento integral de pessoas com hipertensão.

Entre 20% e 35% da população adulta da América Latina e do Caribe têm hipertensão. O número de pessoas com pressão arterial elevada tem aumentado nos últimos anos, e muitos não sabem ter essa condição.

Uma transformação radical na forma com a qual a energia é fornecida e utilizada será necessária caso o mundo pretenda atingir sua meta de manter o aumento da temperatura global abaixo de 2 graus Celsius. Foto: Wikicommons/Jürgen (CC)

Tecnologias de energia limpa reduzem emissão de poluentes, mas ampliam uso de metais

Uma transformação radical na forma com a qual a energia é fornecida e utilizada será necessária caso o mundo pretenda atingir sua meta de manter o aumento da temperatura global abaixo de 2 graus Celsius, como previsto pelo Acordo de Paris. No entanto, os impactos ambientais dessa mudança ainda não estão claros.

Segundo relatório de painel ligado à ONU Meio Ambiente, enquanto há claros benefícios ambientais com o uso dessas tecnologias, particularmente nas reduções da emissão de gases do efeito estufa, há também considerações a serem feitas, como um maior uso de metais.

Com formulários em mãos, refugiados sul-sudaneses recentemente chegados exigem ser registrados em centro de recepção no distrito de Arua, norte de Uganda. Foto: ACNUR/Jiro Ose

ONU apela por US$1,4 bilhão para 1,8 milhão de refugiados que fugiram do Sudão do Sul

A Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) e o Programa Mundial de Alimentos (PMA) pediram no início dessa semana (15) aos doadores internacionais que aumentem o apoio financeiro para ajudar mais de 1,8 milhão de refugiados que fugiram do conflito em curso no Sudão do Sul. Até o momento, apenas 14% do orçamento de 1,4 bilhão de dólares solicitados para sul-sudaneses fugindo da guerra foi financiado.

Para a OIT, mudanças no mercado de trabalho demandam novas formas de governança para garantir emprego decente para todas e todos. Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Transformações do trabalho demandam garantia de direitos, dizem especialistas

O papel do trabalho na sociedade contemporânea passa por transformações significativas, impulsionadas principalmente pelas tecnologias de informação e comunicação e pela crescente flexibilização das relações trabalhistas. Tais mudanças demandam novas formas de governança com vistas a garantir o trabalho decente para todas e todos nas próximas décadas.

Essa foi a conclusão de pesquisadores e especialistas reunidos na quinta-feira (18) no Rio de Janeiro para o “4º Diálogo Nacional sobre o Futuro do Trabalho”, promovido pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) em parceria com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA).

Estudante na Universidade Católica do Peru. Foto: Banco Mundial/Dominic Chavez

Banco Mundial: 25% dos universitários da América Latina e Caribe são de média e baixa renda

Número foi estimado pelo Banco Mundial a partir de dados de 2013 e representa um avanço na ampliação do acesso ao ensino superior — em 2000, as pessoas mais pobres representavam apenas 16% dos estudantes de universidades da região. Apesar dos progressos, o organismo internacional alerta que apenas a metade dos universitários da América Latina e Caribe se forma, o que indica a necessidade de bons sistemas de financiamento para os estudantes de baixa renda.

Pesquisa da Floresta Nacional Chugach, Alaska. Foto: USDA Forest Service Alaska Region/CC BY 2.0

Prêmio Jovem Pesquisadores incentiva a publicação de dados ecológicos

Oferecido pelo Plataforma Global de Informação sobre Biodiversidade, o prêmio oferece dois auxílios de 5 mil euros, um para mestrado e outro para doutorado; inciativa promove a publicação de conjuntos de dados e metadados que forneçam informação de espécies observadas ou coletadas, podendo ser tanto dados ecológicos, quanto dados de coleções provenientes de eventos de amostragem. Prazo é 20 de junho.

Juristas e especialistas em direitos humanos e ambientais se reunirão nos dias 22 e 23 de maio, em Brasília. Foto: ONU

ONU Meio Ambiente realiza conferência regional sobre proteção legal e direitos humanos

Juristas e especialistas em direitos humanos e ambientais de todo o mundo se reunirão nos dias 22 e 23 de maio, em Brasília, para discutir os aspectos legais e constitucionais de proteção ambiental na América Latina e no Caribe.

No encontro, serão discutidos o papel dos juízes na proteção ambiental e a interpretação e aplicação das normas ambientais no direito internacional, regional e constitucional.

Laço vermelho, símbolo da luta contra a Aids. Foto: CC/Sham Hardy

ONU se opõe a projeto de lei brasileiro que criminaliza transmissão do HIV

Projeto de Lei 198/15 torna crime hediondo a transmissão deliberada do vírus da AIDS. Proposta será encaminhada para audiência pública, segundo decisão tomada nesta semana pelo presidente da Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara (CSSF), o deputado Hiran Gonçalves, em reunião com o Ministério da Saúde e o Programa Conjunto das Nações Unidas sobre o HIV/AIDS no Brasil (UNAIDS).

Tanto para a pasta federal, quanto para a agência da ONU, nova legislação contribuiria para afastar as pessoas dos serviços de saúde e reforçaria estigma associado aos portadores de HIV.

Vale do Bamiyan, no Afeganistão. Foto: UNESCO

Em dia mundial, UNESCO alerta para ameaças à diversidade cultural

Em mensagem para o Dia Mundial da Diversidade Cultural para o Diálogo e o Desenvolvimento, lembrado neste domingo (21), a diretora-geral da UNESCO, Irina Bokova, alertou para as atuais ameaças à pluralidade de culturas existentes no mundo. “Extremistas violentos têm transformado minorias culturais em alvo e destruído o nosso patrimônio compartilhado, com o objetivo de enfraquecer os vínculos essenciais entre as pessoas e sua história”, afirmou.

Embaixada da Suécia hasteou a bandeira do orgulho LGBTI. Foto: Embaixada da Suécia

ONU e missões diplomáticas de 13 países reafirmam apoio à luta contra a LGBTIfobia

No Dia Internacional contra a Homofobia, a Transfobia e a Bifobia, lembrado na quarta-feira (17), a Campanha da ONU Livres & Iguais se uniu às representações diplomáticas de 13 países e à Delegação da União Europeia no Brasil para reafirmar seu empenho na luta por igualdade de direitos para as pessoas LGBTI. Em 2017, um dos temas centrais da data foram os desafios enfrentados por famílias formadas por gays, lésbicas, pessoas trans e intersex.

Escritório da ONU discute parceria com Recife para combater consumo de drogas

Para discutir parcerias pela prevenção do uso abusivo de substâncias ilícitas em Recife, o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) reuniu-se na semana passada (10) com a Secretaria Executiva de Políticas sobre Drogas da capital pernambucana.

Durante o encontro, instituições avaliaram a possibilidade de cooperação no “Mobiliza Recife”, iniciativa que aposta no empoderamento de comunidades para combater o consumo de entorpecentes.

Prêmio Itaú-Unicef prorroga prazo de inscrições para 2 de junho

A 12ª edição do Prêmio Itaú-UNICEF prorrogou o prazo de inscrições e receberá candidaturas até as 23h59 de 2 de junho. Com o tema “Educação integral: parcerias em construção”, premiação busca dar visibilidade para iniciativas de cooperação entre organizações da sociedade civil e escolas públicas que somam esforços para promover o desenvolvimento integral de crianças, adolescentes e jovens em condições de vulnerabilidade social.

Projeto Paulo Freire melhora condições de vida de agricultores familiares do Ceará. Foto: Flickr/Orgânicos do Pivas (CC)

Fundo agrícola da ONU e governo do Ceará repassam R$ 5,8 milhões para negócios de agricultores familiares

O governador do Ceará, Camilo Santana, formalizou na semana passada (12) o repasse de 5,8 milhões de reais para o Projeto Paulo Freire em Campos Sales, município localizado a 485 km de Fortaleza. O montante é fruto de um empréstimo junto ao Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) das Nações Unidas e ao Tesouro Estadual. Iniciativa visa reduzir a pobreza e melhorar as condições de vida de agricultores familiares.

Refugiadas receberam informações sobre acesso a ensino superior, técnico e profissionalização no Brasil. Foto: Rede Brasil Pacto Global/Fellipe Abreu

Refugiadas vivendo em São Paulo recebem orientações para ingressar no ensino superior e técnico

Na semana passada, em São Paulo, refugiadas da Síria, República Democrática do Congo, Colômbia, Nigéria e Moçambique participaram de mais uma rodada do projeto “Empoderando Refugiadas”, coordenado pela ONU.

Foi o terceiro encontro da iniciativa em 2017. No evento, realizado na sede da consultoria jurídica EMDOC, estrangeiras conheceram oportunidades de capacitação em universidades brasileiras e outras instituições.

Imagem: UNFPA/Museu do Amanhã

Museu do Amanhã e UNFPA realizam seminário para discutir o futuro das meninas brasileiras

A importância do investimento e da proteção das meninas brasileiras será tema do seminário ’10 meninas na construção dos amanhãs’, que acontece no dia 26 de maio, no auditório do Museu do Amanhã. Evento é aberto ao público e a jornalistas.

Encontro de especialistas reunirá jovens de realidades socioeconômicas distintas para abordar obstáculos à plena realização das meninas. Seminário também terá a presença da astrônoma brasileira Duília de Mello, que falará sobre como se tornou uma cientista da NASA.

Imagem: UNICEF

UNICEF: 300 mil crianças refugiadas e migrantes viajaram desacompanhadas em 2015-2016

Em novo relatório, o Fundo das Nações para a Infância (UNICEF) aponta que o número global de crianças refugiadas e migrantes que se deslocam sozinhas atingiu um recorde, aumentando quase cinco vezes desde 2010,

Nos últimos dois anos, 200 mil crianças pediram refúgio, sozinhas, em 80 países. Segundo o UNICEF, no mesmo período, 100 mil menores desacompanhados foram presos na fronteira entre os Estados Unidos e o México. Também no biênio 2015-2016, 170 mil adolescentes, meninos e meninas solicitaram asilo na Europa sem a companhia dos pais ou outros responsáveis.

Geleia de umbu é um dos produtos expostos pelo Bem Diverso no AgroBrasília. Foto: PNUD

Em feira agrícola no DF, projeto da ONU apresenta produtos feitos a partir do extrativismo sustentável

Castanha-do-pará, farinha de babaçu, geleia e compotas de umbu feitos a partir do extrativismo sustentável e da agricultura familiar. Esses são os produtos que o projeto Bem Diverso — uma iniciativa do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) — apresenta até o próximo domingo (20) na 10ª edição do AgroBrasília, a Feira Internacional dos Cerrados. Objetivo é levar tema da gestão sustentável de recursos naturais para empreendedores do agronegócio.

Em Belo Horizonte, jovens realizam uma partida de 'queimado' temática, para discutir questões de gênero e orgulho LGBTI. Imagem de 2016. Foto: Mídia Ninja (CC)

Em dia internacional, ONU defende igualdade de direitos e mais acesso a serviços para pessoas LGBTI

Por ocasião do Dia Internacional contra a Homofobia, a Transfobia e a Bifobia, lembrado nesta quarta-feira (17), dirigentes da ONU fizeram um apelo por mais respeito ao amor em toda a sua diversidade. Agências da ONU defenderam o fim da discriminação, ainda responsável por excluir pessoas LGBTI dos serviços de saúde, do mercado de trabalho e da proteção institucional para famílias e casais.

No Brasil, representantes das Nações Unidas alertaram para a violência motivada pela orientação sexual em evento na sede nacional do organismo, localizada em Brasília.

Iniciativa do UNODC envolve comunidades locais, atuando em centros esportivos e escolas. Foto: UNODC

Agência da ONU reúne jovens em Brasília para discutir violência, criminalidade e uso de drogas

O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes (UNODC) promoveu na segunda-feira (16) em Brasília o evento Diálogos da Juventude, que reuniu crianças e adolescentes de 11 a 17 anos em Brasília (DF) para compartilhar opiniões e experiências pessoais com relação a violência, criminalidade e drogas.

A atividade faz parte do programa “Vamos Nessa” (Line Up, Live Up, na versão em inglês), iniciativa global do UNODC para a prevenção da violência e da criminalidade entre jovens por meio da prática esportiva.

Parada do Orgulho Gay de São Francisco, em 2014. Foto: Flickr (CC)/Quinn Dombrowski

Países têm obrigação de combater transfobia, dizem relatores da ONU

Em comunicado divulgado na véspera do Dia Internacional contra a Homofobia, a Transfobia e a Bifobia, lembrado nesta quarta-feira (17), relatores independentes da ONU cobraram dos Estados-membros políticas que protejam os direitos das crianças trans. Para os especialistas, países devem implementar medidas pelo respeito à diversidade, como legislações contra a LGBTIfobia e a criação de programas educativos sobre orientação sexual e identidade de gênero.

O evento terá como foco o combate à exploração sexual e ao abuso de crianças. Foto: EBC

Exploração sexual infantil é tema de fórum com participação da ONU

A representante auxiliar do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), Fernanda Lopes, participa na quinta-feira (18) em São Paulo do Fórum Exploração Sexual Infantil, que visa a discutir maneiras de combater essa prática perversa que afeta crianças e adolescentes pelo Brasil. O fórum é uma realização da Folha de S. Paulo em parceria com o Instituto Liberta e é aberto ao público mediante inscrição.