Atriz norte-americana Kristin Davis pede ação urgente por crianças rohingya em Bangladesh

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

No marco do Dia Mundial da Criança, a atriz norte-americana e Embaixadora da Boa Vontade da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR), Kristin Davis, pediu na segunda-feira (20) atenção global e recursos financeiros para aumentar a ajuda humanitária a crianças refugiadas rohingya em Bangladesh.

“Para mim, a parte mais chocante da crise de refugiados rohingya é o número de crianças que tiveram que abandonar suas casas. Mais da metade dos refugiados no campo são crianças”, disse a atriz após visita ao campo de refugiados de Kutupalong, em Bangladesh.

Embaixadora da Boa Vontade do ACNUR, Kristin Davis dialoga com refugiados rohingya em Bangladesh. Foto: ACNUR/Andy Hall

Embaixadora da Boa Vontade do ACNUR, Kristin Davis dialoga com refugiados rohingya em Bangladesh. Foto: ACNUR/Andy Hall

No marco do Dia Mundial da Criança, a atriz norte-americana e Embaixadora da Boa Vontade da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR), Kristin Davis, pediu na segunda-feira (20) atenção global e recursos financeiros para aumentar a ajuda humanitária a crianças refugiadas rohingya em Bangladesh.

“Para mim, a parte mais chocante da crise de refugiados rohingya é o número de crianças que tiveram que abandonar suas casas. Mais da metade dos refugiados no campo são crianças. Algumas perderam um ou ambos pais e estão sozinhas”, disse Kristin em conversa com o ACNUR após visita ao campo de refugiados de Kutupalong, em Bangladesh.

“Elas precisam de tudo, incluindo as coisas mais básicas como abrigo, água e alimento. Não consigo imaginar passar pelo que essas crianças e suas famílias passaram, muito menos com a força, a resiliência e a bravura extraordinária que elas possuem”, completou.

A atriz lembrou que esta é a crise de refugiados que cresce mais rapidamente no mundo. “Mas há esperança. Testemunhei que o ACNUR, junto com o governo de Bangladesh e seus parceiros, estão trabalhando 24 horas por dia para garantir que os refugiados estejam seguros, abrigados e protegidos”, disse.

A agência da ONU está fornecendo serviços e assistência essenciais para essa população, incluindo água limpa, abrigo, cobertores, conjuntos de cozinha, lonas e utensílios para os locais mais remotos. “Mas há muito mais a ser feito e mais apoio internacional é desesperadamente necessário”, declarou a atriz.

“O fato é que com mais financiamento, mais doações, vidas serão salvas. Governos, setor público e privado, empresas, todos nós precisamos fazer o que podemos para ajudar e doar agora para apoiar os refugiados rohingya”, acrescentou Kristin.

Os rohingya são uma minoria apátrida que vive em Mianmar. Desde que a violência eclodiu em agosto deste ano no estado de Rakhine, mais de 600 mil pessoas foram forçadas a se deslocar para Bangladesh.

O ACNUR precisa arrecadar 83,7 milhões de dólares para responder às necessidades humanitárias em Bangladesh até o final de fevereiro de 2018, a fim de atender as necessidades urgentes de crianças, mulheres e homens que deixaram o conflito. Atualmente, o ACNUR conta com menos da metade desta quantia.

Você pode ajudar os refugiados Rohingya, fazendo doações financeiras por este link: https://goo.gl/GyvGah


Mais notícias de:

Comente

comentários