Ataque contra ONU deixa um soldado morto e outro ferido em Darfur

Um homem atirou contra veículo da Missão das Nações Unidas e da União Africana em Darfur. Sobrevivente continua internado. ONU e polícia sudanesa investigam o caso.

Um soldado morreu e outro ficou ferido depois que um homem atirou, na quinta-feira (30/06), contra uma van da Missão das Nações Unidas e da União Africana em Darfur (UNAMID). As vítimas, que ainda não tiveram os nomes revelados, são etíopes e estavam com mais dois militares da mesma nacionalidade num veículo que seguia do aeroporto de El Geneina para a cidade, em Darfur Oeste, no Sudão. O ferido continua internado e seu quadro é estável.

De acordo com a UNAMID, a motivação do ataque é desconhecida e o caso está sob investigação da ONU e da polícia sudanesa.

Mais de 23 mil soldados, observadores militares e policiais trabalham na missão com quase 4,5 mil civis. A UNAMID assumiu a manutenção da paz no começo de 2008, substituindo uma missão da União Africana.

A força é encarregada de proteger civis, promover um processo de paz inclusivo e assegurar a entrega de ajuda humanitária em Darfur. Combates e deslocamento de pessoas em larga escala convulsionam a região desde 2003, quando rebeldes pegaram em armas e as forças armadas responderam com o apoio de milicianos.