Assembleia Geral da ONU reforça orçamento para biênio 2016-2017

A Assembleia Geral das Nações Unidas — órgão que reúne os 193 Estados-membros — revisou o orçamento do biênio 2016-2017 de 5,4 para 5,61 bilhões de dólares.

Assembleia Geral da ONU – Foto: Mark Garten/ONU (arquivo)

Assembleia Geral da ONU – Foto: Mark Garten/ONU (arquivo)

A Assembleia Geral das Nações Unidas revisou o orçamento do biênio 2016-2017 de 5,4 para 5,61 bilhões de dólares e aprovou 639,53 milhões de dólares para manter 33 missões políticas especiais. Na semana passada, a Assembleia Geral adotou 15 textos – 14 resoluções e uma decisão – recomendados pelo Quinto Comitê, responsável pelas partes administrativa e orçamentária da Organização. A Assembleia Geral é o órgão universal que reúne os 193 Estados-membros das Nações Unidas.

Em outro texto, a Assembleia pediu 1,57 milhões (1,46 milhões de dólares em valores líquidos) para continuar aperfeiçoando o sistema administrativo de justiça da ONU. O pedido foi considerado depois que uma auditoria independente do ano passado concluiu que, apesar de maior transparência, apenas metade da força de trabalho da ONU teve acesso ao sistema e muitos o desconheciam por completo.

A Assembleia também adotou resolução de recursos humanos com o objetivo de terminar as reformas iniciadas há 12 anos. Também pediu que o secretário-geral investigue as razões pelos atrasos em cada estágio da seleção e recrutamento de pessoal e fez algumas alterações no processo de recrutamento, de maneira provisória para uma fase piloto.

O órgão ainda adotou 11 resoluções da plenária e do Primeiro Comitê (desarmamento e assuntos de segurança internacional) abordando uma série de assuntos, incluindo desarmamento nuclear, oceanos e legislação internacional.


Comente

comentários