Após série de inundações, PMA aumenta os esforços de socorro em Bangladesh

O Programa Mundial de Alimentos busca alcançar 150 mil pessoas na vila costeira de Cox’Bazar e áreas periféricas, distribuindo mais de 100 toneladas de alimentos.

Destribuição de alimentos no distrito de Cox’s Bazar, Bangladesh. Foto: PMA/Kamrul Mithon

Destribuição de alimentos no distrito de Cox’s Bazar, Bangladesh. Foto: PMA/Kamrul Mithon

O Programa Mundial de Alimentos (PMA) está aumentando os esforços para levar socorro a dezenas de milhares de bengaleses que sofrem as consequências de inundações que atingiu o país do sul da Ásia na semana passada. O governo do país informou que cerca de 120 mil pessoas continuam presas em meio a esforços humanitários em curso.

A agência da ONU busca alcançar 150 mil pessoas na vila costeira de Cox’s Bazar e áreas periféricas, distribuindo mais de 100 toneladas de suprimentos de emergência alimentar transportadas por barco e caminhão. Entre os itens de assistência alimentar estão vitaminas e biscoitos de alta energia enriquecidos com minerais para alimentar os desabrigados e agora vulneráveis à insegurança alimentar.

“Enchentes e deslizamentos de terra tornam a distribuição de alimentos bastante desafiadora, mas até mesmo áreas remotas foram alcançadas dentro de uma questão de horas”, confirmou a representante do PMA em Bangladesh, Christa Räder.