América Latina, Caribe e ONU discutem alimentação escolar em seminário no México

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

De 24 a 26 de abril, a Cidade do México sediará o VIII Seminário de Alimentação Escolar para a América Latina e o Caribe. Representantes de 15 países, incluindo do Brasil, e da ONU participarão do evento para compartilhar seus conhecimentos na área. O Programa Mundial de Alimentos (PMA), um dos organizadores, lançará durante o encontro uma nova publicação sobre o fornecimento de refeições em centros de ensino de 16 Estados-membros.

Alimentação escolar é tema de fórum regional no México. Evento terá participação de representantes do Brasil e da ONU. Foto: PMA/Isadora Ferreira

Alimentação escolar é tema de fórum regional no México. Evento terá participação de representantes do Brasil e da ONU. Foto: PMA/Isadora Ferreira

De 24 a 26 de abril, a Cidade do México sediará o VIII Seminário de Alimentação Escolar para a América Latina e o Caribe. Representantes de 15 países, incluindo do Brasil, e da ONU participarão do evento para compartilhar seus conhecimentos na área. O Programa Mundial de Alimentos (PMA), um dos organizadores, lançará durante o encontro uma nova publicação sobre o fornecimento de refeições em centros de ensino de 16 Estados-membros.

Organismo vinculado ao PMA, o Centro de Excelência contra a Fome também participará do seminário e será representado pela especialista, Christiani Buani. A funcionará falará sobre os marcos legais da alimentação escolar em painel sobre o papel das leis e políticas na promoção da nutrição.

Profissionais de instituições do governo brasileiro também estarão presentes. São eles Bruno Costa e Silva, do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), que abordará os vínculos entre alimentação escolar e agricultura familiar, e Karine dos Santos, também do FNDE, que participará de debates sobre sobrepeso e obesidade.

O tema do VIII Seminário é “Os programas de alimentação escolar e suas contribuições para a erradicação da má-nutrição em meninos e meninas da região: rumo ao cumprimento da Agenda 2030”.

Outros temas que serão discutidos incluem as potenciais contribuições da iniciativa privada para a alimentação escolar e o papel que as refeições nos colégios desempenham em sistemas mais amplos de proteção social.

Durante o evento, o PMA lançará a publicação “Alimentação escolar inteligente: programas de alimentação escolar ligados à nutrição na América Latina e Caribe – uma revisão de 16 países”, preparada em parceria com a Rede Latino-americana de Alimentação Escolar e com o apoio de governos. Documento apresenta conquistas regionais e discute importância da cooperação Sul-Sul para o fim da desnutrição.

O seminário também contará com a participação da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL), do Banco Mundial, da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura, do Instituto Internacional de Pesquisas sobre Políticas Alimentares (IFPRI) e do Fórum Global de Nutrição Infantil (GCNF).


Mais notícias de:

Comente

comentários