Ambev recebe prêmio da ONU por ações de solidariedade durante a pandemia

A fabricante brasileira de bebidas Ambev foi indicada e selecionada para o Prêmio Solidariedade, uma edição especial do Prêmio de Ação da ONU para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), por seu trabalho em apoiar a comunidade na resposta à crise de COVID-19.

Em parceria com a Prefeitura de São Paulo, a siderúrgica brasileira Gerdau e o Hospital Albert Einstein, a Ambev ampliou em 100 o número de leitos o Hospital do M’boi Mirim, em São Paulo (SP), para o tratamento de pacientes com COVID-19.

Por meio do projeto Juntos à Distância, a fabricante de bebidas também utilizou o etanol de suas cervejarias para produzir 1,2 milhão de unidades de álcool gel, que foram distribuídas em hospitais públicos nas áreas mais afetadas das cidades de São Paulo, Rio de Janeiro (RJ) e Brasília (DF).

A Ambev também doou 700 mil garrafas de água para hospitais e comunidades mais pobres no Brasil durante a pandemia. Foto: Ambev

A Ambev também doou 700 mil garrafas de água para hospitais e comunidades mais pobres no Brasil durante a pandemia. Foto: Ambev

A fabricante brasileira de bebidas Ambev foi indicada e selecionada para o Prêmio Solidariedade, uma edição especial do Prêmio de Ação da ONU para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), por seu trabalho em apoiar a comunidade na resposta à crise de COVID-19.

A Campanha de Ação dos ODS é uma iniciativa interinstitucional do secretário-geral da ONU encarregada de ampliar e sustentar o movimento de ação pelos objetivos globais.

Em parceria com a Prefeitura de São Paulo, a siderúrgica brasileira Gerdau e o Hospital Albert Einstein, a Ambev ampliou em 100 o número de leitos o Hospital do M’boi Mirim, em São Paulo (SP), para o tratamento de pacientes com COVID-19.

Por meio do projeto Juntos à Distância, a fabricante de bebidas também utilizou o etanol de suas cervejarias para produzir 1,2 milhão de unidades de álcool gel, que foram distribuídas em hospitais públicos nas áreas mais afetadas das cidades de São Paulo, Rio de Janeiro (RJ) e Brasília (DF).

A empresa também produziu e doou 3 milhões de protetores faciais, fabricados com o mesmo material usado em suas garrafas de refrigerante. Também foram doadas 700 mil garrafas de água para hospitais e comunidades mais pobres.

Além dessas e de várias outras ações de resposta à pandemia, a empresa disse estar “trabalhando para garantir que seus funcionários estejam seguros no ambiente de trabalho e mantenham uma rotina saudável em casa”.

Solidariedade global

Diante da crise global de COVID-19, a Campanha de Ação dos ODS lançou um chamado para histórias de Solidariedade em Ação com o objetivo de destacar o trabalho de indivíduos e organizações que apoiam comunidades na pandemia.

Com as histórias “Solidariedade em Ação”, a Campanha de Ação dos ODS da ONU listou pessoas e organizações que atendem ao apelo à unidade e dão apoio nestes tempos difíceis.

Pessoas do mundo todo iniciaram captação de recursos a partir de suas casas para apoiar organizações e comunidades mais pobres. Plataformas virtuais foram criadas para compartilhar histórias, ensinar novas habilidades e garantir que as pessoas vulneráveis ​​recebessem comida e outros bens essenciais.

Empresas fizeram mudanças em suas operações em meio a grandes paralisações para produzir, distribuir e doar itens para profissionais de saúde da linha de frente. Cada ação de solidariedade canalizou o sentimento de incerteza para uma ação rápida que impactou vidas, disse a campanha das Nações Unidas.

“Precisamos de esperança, de solidariedade e de ações criativas e coordenadas para atingir os objetivos globais. No meio da crise global da saúde, vemos fortes exemplos de solidariedade entre pessoas em todos os lugares”, disse Marina Ponti, diretora global da Campanha de Ação dos ODS da ONU.

As iniciativas selecionadas foram anunciadas pelas Nações Unidas em um dia dedicado à solidariedade no Fórum Político de Alto Nível, realizado virtualmente de 7 a 16 de julho.

Melissa Fleming, subsecretária-geral da ONU para comunicação global, destacou durante o evento a importância das ações de solidariedade. “Este vírus é o o único inimigo, não as pessoas. E vamos superar isso e, então, quando emergirmos, vamos ter uma sociedade mais bem construída com base nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. O fabuloso plano que já temos à nossa frente.”

Leia (em inglês) todas as 50 histórias de solidariedade em ação: https://sdgactionawards.org/solidarity/