Amazonas e PNUD discutem parceria para impulsionar desenvolvimento sustentável

O governador do Amazonas, Wilson Lima, reuniu-se na segunda-feira (8), em Manaus, com uma equipe do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Encontro discutiu como é possível alinhar o plano plurianual do estado com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) — a agenda da ONU para reduzir desigualdades, preservar o meio ambiente e promover saúde e educação de qualidade.

O governador do Amazonas, Wilson Lima, ao centro, em reunião com representantes do PNUD e secretários estaduais. Foto: SECOM/Diego Peres

O governador do Amazonas, Wilson Lima, ao centro, em reunião com representantes do PNUD e secretários estaduais. Foto: SECOM/Diego Peres

O governador do Amazonas, Wilson Lima, reuniu-se na segunda-feira (8), em Manaus, com uma equipe do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Encontro discutiu como é possível alinhar o plano plurianual do estado com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) — a agenda da ONU para reduzir desigualdades, preservar o meio ambiente e promover saúde e educação de qualidade.

Na pauta da reunião, estavam o mapeamento de aceleradores do desenvolvimento e a criação de uma rede de facilitadores.

Wilson Lima ressaltou que a inclusão das metas da ONU na estratégia do governo vai ter impactos para além da vigência do novo plano plurianual — que contempla o quadriênio 2020-2023.

“Estamos abertos a construir essa parceria com o PNUD, que chega em um momento muito favorável, quando estamos construindo nosso planejamento estratégico para os próximos quatro anos. É também uma oportunidade de avançar nesse planejamento já pensando em um cenário para os próximos dez anos”, disse o governador.

Na quarta-feira (10), o Executivo estadual promove uma oficina com a participação do Movimento Brasil Competitivo e do PNUD. Durante o evento, as instituições vão apresentar um panorama dos ODS, os programas do governo e a metodologia utilizada para a elaboração do plano.

“Ao fazer esse diálogo, permitimos que o estado do Amazonas se alinhe à Agenda 2030 de uma maneira direta. Ao mesmo tempo, permitimos que, num futuro muito próximo, haja acesso a outras agendas internacionais, outros parceiros que podem financiar nosso desenvolvimento, já que vão confiar no trabalho que está sendo feito aqui”, afirmou o secretário de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação, Jório de Albuquerque.

Um novo encontro sobre o cumprimento dos ODS no Amazonas está previsto para agosto, com a presença do governo, representantes do setor privado e sociedade civil organizada.

O coordenador da área de Pessoas e Prosperidade do PNUD, Cristiano Prado, enfatizou a importância da articulação entre diferentes setores para alavancar os objetivos da ONU. “O resultado vai ser uma mudança na realidade do estado do Amazonas, gerando uma transformação efetiva na vida das pessoas”, afirmou o especialista.


Comente

comentários