Alto Representante da ONU lamenta ataque mortal em festa de casamento no Afeganistão

O Alto Representante das Nações Unidas no Afeganistão condenou o ataque desta quarta-feira (09) à noite em uma festa de casamento na província de Kandahar, que teria matado cerca de 40 pessoas e ferido pelo menos 70. “Estou chocado e profundamente entristecido com a perda de vidas e com o grande número de pessoas feridas nesta última noite na vila Nagahan, em Kandahar”

O Alto Representante das Nações Unidas no Afeganistão condenou o ataque desta quarta-feira (09) à noite em uma festa de casamento na província de Kandahar, que teria matado cerca de 40 pessoas e ferido pelo menos 70. “Estou chocado e profundamente entristecido com a perda de vidas e com o grande número de pessoas feridas nesta última noite na vila Nagahan, em Kandahar”, afirmou Staffan de Mistura, Representante Especial do Secretário-Geral no país, em um comunicado.

“Eu condeno este ato ultrajante. Atingir especificamente pessoas que estavam se reunindo em um momento de alegria para celebrar um casamento demonstra um total desprezo pela vida de civis”, acrescentou. De acordo com relatos da mídia, o ataque é creditado a fundamentalistas do Talibã. O grupo, no entanto, negou qualquer participação nos atos terroristas.

Staffan de Mistura, que também dirige a (UNAMA), expressou as condolências de todos os funcionários das Nações Unidas por aqueles que perderam entes queridos no ataque e desejou uma rápida recuperação aos feridos.