Aliança da ONU por turismo sustentável recebe empresa brasileira como novo membro

Aliança Global para o Turismo Sustentável é uma iniciativa da ONU criada para incentivar a cooperação e a troca de experiências e promover a saúde econômica do setor.

(bruno Maia/PNUMA)Fundada em 2011 com a missão de transformar o turismo em todo o mundo, tornando-o mais sustentável, a Aliança Global para o Turismo Sustentável (Global Partnership for Sustainable Tourism) recebeu esta semana, como novo membro da equipe de mais de 90 parceiros, a empresa BRAZTOA. “Estamos satisfeitos em receber a BRAZTOA como novo membro. A associação tem um potencial de catalisar ações sustentáveis no setor privado brasileiro”, adicionou Deirdre Shurland, Coordenadora da Aliança Global para o Turismo Sustentável.

A Aliança Global para o Turismo Sustentável é uma iniciativa das Nações Unidas criada para incentivar a cooperação e a troca de experiências e promover a saúde econômica do setor, cujo sucesso depende de destinos naturais atraentes e preservados.

Com mais de 90 membros em todo o mundo, a Aliança Global para o Turismo Sustentável é composta por governos nacionais, órgãos públicos, governos locais, empresas, associações empresariais, organizações da sociedade civil, agências internacionais e organizações intergovernamentais. Sua base sólida permite que, juntos, os participantes pensem, estruturem e executem planos de incentivo do consumo e produção sustentáveis dentro do turismo.

“Com essa união, estamos reafirmando nosso compromisso com o turismo sustentável. Acreditamos que essa chancela só agregará e trará ainda mais credibilidade ao trabalho sério que já desenvolvemos”, afirma Ana Carina Homa, diretora socioambiental da BRAZTOA.

Desde 2005, a BRAZTOA vem realizando ações de sustentabilidade, buscando estimular e auxiliar seus associados a promover boas práticas do turismo. Entre elas está a compensação de CO2 com plantio de árvores em parceria com a Travelport, Instituto Tótum e SOS Mata Atlântica, nos eventos realizados; realização de Fórum sobre o tema; inclusão da sustentabilidade no Planejamento Estratégico da entidade; capacitação de multiplicadores em sustentabilidade junto aos associados; além de outras ações. Saiba mais clicando aqui.