Ajude a dar nome aos primeiros embaixadores animais do PNUD

Campanha busca sugestão de nomes para os dois pandas, novos embaixadores para a Agenda 2030. Interessados também podem concorrer a uma viagem para China.

Os novos embaixadores dos objetivos globais, ainda sem nome, nasceram na China, na base de pesquisa e criação de pandas de Chengdu. Foto: PNUD

Os novos embaixadores dos objetivos globais, ainda sem nome, nasceram na China, na base de pesquisa e criação de pandas de Chengdu. Foto: PNUD

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) conta com dois novos embaixadores para os Objetivos Globais. Os novos defensores da agenda de desenvolvimento são dois pandas — os primeiros embaixadores animais da organização. Os embaixadores peludos foram escolhidos por simbolizar como a mudança do clima pode afetar a biodiversidade e os habitats.

Os novos embaixadores nasceram na China, na Base de Pesquisa e Criação de Pandas de Chengdu, em janeiro, durante a semana em que os líderes mundiais adotaram os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Apesar de terem assumido essa importante missão, os animais ainda não têm nome.

No intuito de solucionar essa questão, o PNUD criou um concurso no qual qualquer pessoa pode encaminhar uma sugestão para nomear os pandas. Além de dar nome aos animais, a campanha irá escolher 17 participantes para visitarem os novos embaixadores na China. Para isso, é preciso enviar um vídeo de no máximo 30 segundos sobre um dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Os vídeos serão avaliados de acordo com originalidade, criatividade, estilo e eficácia para a promoção dos ODS.

Clique aqui para acessar regulamento, informações adicionais e inscrições.