Agenda de desenvolvimento global precisa resolver o problema da desigualdade, afirma ONU

Administradora do PNUD, Helen Clark acredita que a discussão da agenda pós-2015 deve incorporar lições dos ODMs, referindo-se às disparidades dentro e entre países no cumprimento das metas.

Administradora do PNUD, Helen Clark Foto: PNUD/Dylan LowthianApesar dos progressos feitos em várias das oito metas de combate à pobreza estabelecidas pelas Nações Unidas,  a redução da mortalidade materna, o acesso universal à saúde reprodutiva e saneamento básico ainda permanecem negligenciadas.  A conclusão foi apresentada nesta quarta-feira (27), em Bogotá, Colômbia, pela Administradora do Programa de Desenvolvimento da ONU (PNUD), Helen Clark, durante em uma conferência sobre a implementação dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODMs).

Estabelecidos em 2000, os oito ODMs fixaram metas específicas de redução da pobreza, educação, igualdade de gênero, saúde infantil e materna, sustentabilidade ambiental, e redução do HIV/aids.  Os progressos incluem a redução pela metade da proporção de pessoas que viviam em extrema pobreza em 1990, maior acesso a fontes melhoradas de água e acesso à escola primária universal para todas as crianças. A meta seis, que propõe impedir a propagação de doenças transmissíveis como o HIV/aids, a malária e a tuberculose, também tem tido bons resultados, especialmente em países de baixa renda.

“No geral, a próxima agenda de desenvolvimento global  precisa resolver o problema da desigualdade que impediu que os ODMs fossem atingidos”, destacou a Administradora do PNUD, referindo-se às disparidades dentro e entre países no cumprimento das metas.

Clark acrescentou que a discussão sobre uma agenda de desenvolvimento pós-2015 – quando vence o prazo para o cumprimento dos objetivos – deve incorporar as lições dos ODMs. Ela também recomendou a utilização do Quadro de Aceleração dos ODMs, desenvolvido pelo PNUD, que foi criado para acelerar as metas mais atrasadas e reduzir as disparidades nos últimos mil dias antes do prazo para o seu vencimento.


Comente

comentários