Orla Moacyr Scliar, em Porto Alegre (RS). Foto: Luciano Lanes/PMPA

Publicação sobre implantação de parques urbanos com perspectiva de gênero é lançada online

A publicação “Parques para Todas e Todos – Sugestões para a implantação de parques urbanos com perspectiva de gênero” será lançada nesta quinta-feira (21) em evento online.

O material é resultado da parceria entre o Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) e o Instituto Semeia, com apoio de ONU Mulheres e Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS).

PNUD apoia construção e reforma de centros de atendimento socioeducativo no Brasil

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) trabalha em cooperação com a Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente (SNDCA/MMFDH), oferecendo subsídios para o fortalecimento da proteção integral dos direitos da criança e do adolescente no Brasil, desde 2004.

Um dos eixos desta cooperação é a supervisão de reformas e construções de Unidades de Atendimento à Proteção Integral de Crianças e Adolescentes. Para esta ação, o PNUD e a Secretaria Nacional Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente firmaram parceria com o Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS), que presta assessoria técnica e transfere conhecimentos para que as obras públicas sejam conduzidas de maneira adequada.

Diagnóstico laboratorial de casos suspeitos do novo coronavírus (2019-nCoV), realizado pelo Laboratório de Vírus Respiratório e do Sarampo do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), que atua como Centro de Referência Nacional em Vírus Respiratórios para o Ministério da Saúde. Foto: IOC/Fiocruz/Josué Damacena

Plataforma mapeia soluções inovadoras de resposta à COVID-19 no Brasil

Diante da pandemia da COVID-19, a iniciativa Dia Mundial da Criatividade e o Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) uniram esforços para lançar uma plataforma que mapeia soluções inovadoras que apoiam a resposta do Brasil à pandemia. As inscrições podem ser feitas até 21 de maio.

O mapeamento será aberto e disponível gratuitamente com a intenção de acelerar a conexão e a viabilização de potenciais aquisições, compras e distribuição de produtos e serviços que ajudem no combate aos problemas causados pelo novo coronavírus.

Camila Alves Leandro, coordenadora do pronto-socorro do Hospital São José (no destaque) e colegas usando Equipamentos de Proteção Individual comprados pelo UNOPS - Foto: Camila Alves Leandro/arquivo pessoal

Protective equipment purchased by UNOPS increases health workers’ confidence

Working with fear of the unknown, health workers from São José Hospital in Joinville in the state of Santa Catarina (southern Brazil) are adopting new practices to protect themselves from the coronavirus. The team only uses Personal Protective Equipment (PPE), which has increased their confidence when treating patients who are experiencing symptoms of COVID -19 or who might possibly be infected with the disease.

The municipal hospital is part of the Unified Health System (SUS in Portuguese) and has an exclusive emergency room for patients who show symptoms of the coronavirus. The area has been completely isolated and assigned dedicated teams of health workers to provide care.

Camila Alves Leandro, coordenadora do pronto-socorro do Hospital São José (no destaque) e colegas usando Equipamentos de Proteção Individual comprados pelo UNOPS - Foto: Camila Alves Leandro/arquivo pessoal

Equipamentos de proteção comprados pelo UNOPS aumentam confiança de trabalhadores de saúde

Trabalhando com medo do desconhecido, os profissionais de saúde do Hospital São José, em Joinville (Santa Catarina) agora adotam novas rotinas para se proteger do novo coronavírus. Na área para pacientes com suspeita ou sintomas de infecção pela COVID-19, a equipe só entra utilizando Equipamento de Proteção Individual (EPI), o que tem aumentado a confiança dos profissionais.

Na semana passada, o hospital São José recebeu 200 macacões, 100 óculos, 350 caixas de luvas e 100 protetores faciais com viseiras comprados pelo Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS).

Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) entregou dez monitores multiparâmetro para o Hospital Regional São José - Homero de Miranda Gomes (HRSJ), na Grande Florianópolis (SC). Foto: HRSJ

UNOPS e MPT entregam equipamentos de saúde a hospital em Santa Catarina

O Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) entregou nesta sexta-feira (3) dez monitores multiparâmetro para o Hospital Regional São José – Homero de Miranda Gomes (HRSJ), na Grande Florianópolis (SC).

“Este tipo de monitor serve para verificar os sinais vitais dos pacientes como temperatura, funcionamento do coração, ritmo da respiração, nível de oxigênio no sangue, que é quanto do oxigênio do pulmão que chega ao sangue”, explica o coordenador da área de equipamentos médicos da força-tarefa do UNOPS para COVID-19 na América Latina e no Caribe, Valerio Di Virgilio.

Segundo ele, como a infecção por COVID-19 afeta os pulmões, é importante monitorar os sinais deste órgão.

Até sexta-feira (27), Joinville (SC) totalizava dez casos confirmados de pacientes com COVID-19, segundo o site da Prefeitura. Foto: pixabay/OrnaW

UNOPS e MPT compram equipamentos de proteção para profissionais de saúde em Joinville (SC)

O Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) entregou na quinta-feira (26) Equipamentos de Proteção Individual (EPI) que serão utilizados pelos profissionais de saúde de Joinville (SC) no tratamento de pacientes com COVID-19.

O recurso para a compra do material foi destinado pela Procuradoria do Trabalho Municipal (PTM) de Joinville, ligada ao Ministério Público do Trabalho (MPT), em cooperação com o escritório da ONU.

A capacitação tem duração de uma semana e é ministrada por Mário Trentim, professor e consultor com mais de dez anos de experiência em gestão de projetos. Foto: UNOPS

UNOPS e Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares realizam capacitação em Brasília

A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH) e o Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) começaram na segunda-feira (2) em Brasília (DF) a primeira turma do Curso de Formação em Gerenciamento de Projetos para colaboradores e colaboradoras da empresa. O curso faz parte de uma cooperação técnica entre as organizações, como objetivo de fortalecer a capacidade da EBSERH nesta área.

Claudia Valenzuela, representante do UNOPS no Brasil (à direita), e Ana Lara Camargo de Castro, membro auxiliar da Comissão de Planejamento Estratégico do Conselho Nacional do Ministério Público. Foto: UNOPS

UNOPS e Conselho do Ministério Público firmam parceria para gestão de projetos

O Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) e a Comissão de Planejamento Estratégico do Conselho Nacional do Ministério Público (CPE-CNMP) assinaram acordo para colaborar na área de gestão de projetos. O documento foi firmado na terça-feira (28) na sede do CNMP, em Brasília (DF).

O objetivo é ampliar a capacidade dos Ministérios Públicos na área de gestão de projetos, contribuindo para uma atuação mais eficiente e com melhores resultados.

ONU: trabalho decente é instrumento de combate à violência contra mulheres

O Ministério Público do Trabalho (MPT), o Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) e a ONU Mulheres promovem na segunda-feira (25) palestra em Brasília (DF) sobre trabalho no âmbito da campanha “16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres”.

Serão apresentadas as principais iniciativas das Nações Unidas para promover o engajamento das empresas no processo de garantir às mulheres uma vida livre de violências. O encontro é aberto ao público e não é necessário realizar inscrição prévia.

Mercados, empresas, empreendimentos, associações, cooperativas e entidades produtivas são determinantes para a inclusão do enfoque de gênero no desenvolvimento sustentável. Foto: ONU Mulheres

ONU Mulheres e UNOPS assinam acordo para fortalecer atuação conjunta no Brasil

A ONU Mulheres e o Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) assinaram um acordo para fortalecer a colaboração em suas atividades a favor da igualdade de gênero e do empoderamento das mulheres no Brasil.

Um dos focos de atuação das duas agências será a igualdade e paridade de gênero no setor de infraestrutura.

Segundo a representante do UNOPS no Brasil, Claudia Valenzuela, muitas vezes as necessidades de mulheres e meninas não são incorporadas nos projetos de desenvolvimento e infraestrutura, o que afeta seu pleno exercício de direitos, bem como sua capacidade de contribuir igualmente para a sociedade.

Atualmente, existem 1,8 bilhão de jovens entre 10 e 24 anos no mundo. A maior população de jovens de todos os tempos. Foto: UNFPA

Transformando as Nações Unidas em um espaço mais inclusivo para os jovens

Vinte jovens representando dez organismos do Sistema das Nações Unidas no Brasil participaram na sexta-feira (16) das celebrações do Dia Internacional da Juventude, no escritório da Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS), em Brasília (DF).

Com o tema “A ONU que vemos, a ONU que queremos”, os participantes tiveram a oportunidade de apresentar suas visões e ideias inovadoras para promoção da mudança, principalmente nos assuntos que envolvem diretamente seu futuro e sobre o papel das Nações Unidas para garantir que os jovens não sejam deixados para trás.

O relato é do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS) e Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA).

Fabrizio Feliciani, Diretor Regional para a América Latina e o Caribe do UNOPS e Dr. César Antonio Núñez, Diretor Regional do UNAIDS para a América Latina e o Caribe. Foto: UNOPS

UNAIDS e UNOPS assinam acordo para projetos de gestão pública

O Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS) e o Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) assinaram, na última terça-feira (13/8), um acordo regional na América Latina e no Caribe para facilitar a atuação conjunta.

Os objetivos são a implementação de boas práticas, a identificação de oportunidades para atuar em conjunto em projetos e compras públicas, a transferência de conhecimento entre organizações e a realização de atividades e campanhas de comunicação.

O acordo foi assinado na Cidade do Panamá por Maria-Noel Vaeza, diretora regional da ONU Mulheres para as Américas e o Caribe; e Fabrizio Feliciani, diretor regional para a América Latina e o Caribe do UNOPS. Foto: UNOPS

ONU Mulheres e UNOPS firmam parceria pela igualdade de gênero na gestão pública

A ONU Mulheres e o Escritório das Nações Unidas para Serviços de Projetos (UNOPS) assinaram na sexta-feira (2) um acordo para fortalecer a colaboração em suas atividades a favor da igualdade de gênero e do empoderamento das mulheres na América Latina e no Caribe.

A iniciativa facilitará a implementação de ações conjuntas, o desenvolvimento de capacidades e o intercâmbio de boas práticas em suas atividades na região.

A ONU Mulheres e o UNOPS se complementarão por seu conhecimento e experiência na abordagem de gênero em projetos de infraestrutura, compras públicas e gerenciamento de projetos implementados em parceria com governos latino-americanos e caribenhos.

O diretor regional do Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS), Fabrizio Feliciani. Foto: UNOPS

UNOPS apoia países latino-americanos no combate à corrupção nas compras públicas

O Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) atua no combate à corrupção na América Latina apoiando governos na realização de compras públicas mais eficientes e transparentes.

Em entrevista à revista Forbes México, o diretor regional do UNOPS, Fabrizio Feliciani, detalhou o apoio dado ao governo mexicano em projetos como a compra consolidada de medicamentos e de material cirúrgico. A Cidade do México também recebe apoio do organismo internacional na licitação de serviços de transporte público. Leia a entrevista.

Em vez de falar, por exemplo, em pontes e estradas, o UNOPS considera mais adequado pensar em mobilidade e conectividade, de modo a enfatizar os serviços que a infraestrutura permite oferecer. Foto: PEXELS (CC)/Aleksejs Bergmanis

O papel da infraestrutura para os objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU

Da água que bebemos ao modo como vamos para o trabalho ou para a escola, passando pela internet que temos nos celulares, a infraestrutura afeta todos os aspectos da nossa vida. Redes de saneamento básico, ruas, estradas, prédios de colégios ou hospitais, até nossas próprias casas, são exemplos de infraestruturas essenciais para as pessoas.

Apesar de sua importância, a infraestrutura não deve ser compreendida como um fim em si mesmo, mas como um meio para favorecer a prestação de serviços fundamentais e o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, aponta o Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS).

A secretária-executiva da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL), Alicia Bárcena, e a diretora-executiva do Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS), Grete Faremo. Foto: UNOPS

CEPAL e UNOPS unem esforços para impulsionar gestão pública justa na América Latina e Caribe

A secretária-executiva da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL), Alicia Bárcena, e a diretora-executiva do Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS), Grete Faremo, firmaram na semana passada (18) em Bruxelas um acordo para promover a melhora contínua da gestão pública de maneira justa e igualitária na região.

O compromisso tem o objetivo de fortalecer a gestão pública por meio de ações conjuntas para a construção de melhores serviços públicos que maximizem transparência, eficiência e eficácia dos gastos.

O cantor de reggae ganês Rocky Dawuni é um dos convidados do festival ‘Play it Out’. Foto: divulgação/ONU

Artistas e celebridades se reúnem em ilha caribenha para festival ‘Play it Out’

Músicos, artistas, celebridades e líderes políticos irão se reunir na ilha de Antígua e Barbuda no sábado, 1º de junho, para ampliar a conscientização e inspirar ações para combater a poluição de plásticos.

O festival “Play it Out” é parte de uma iniciativa liderada pela presidente da Assembleia Geral das Nações Unidas, María Fernanda Espinosa, e poderá ser acompanhado ao vivo; acesse os links aqui.

Equipe do UNOPS e da RedePPP. Foto: UNOPS

UNOPS colabora com iniciativa intergovernamental em Parcerias Público-Privadas

O Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) e a Rede Intergovernamental para o Desenvolvimento das Parcerias Público-Privadas (RedePPP) renovaram em março um acordo para troca de informações sobre experiências na área de parcerias público-privadas (PPPs).

O acordo tem como objetivos a promoção dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), da sustentabilidade e da igualdade de gênero nas políticas públicas relativas às PPPs. Também impulsiona a cooperação para realização de eventos e intercâmbios de boas práticas e o trabalho conjunto para aprimorar o marco legal e as capacidades do setor público na área de PPPs.

O Objetivo do Desenvolvimento Sustentável (ODS) número 5 prevê alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas. Foto: EBC

UNOPS e ONU Mulheres lançam campanha sobre infraestrutura para igualdade de gênero

O Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) e a ONU Mulheres no Brasil lançam nesta terça-feira (26) a campanha digital “Mulheres na Infra, Infra para Mulheres”, nas plataformas Facebook e Instagram.

O objetivo da ação é chamar a atenção para a atuação de mulheres profissionais na área de infraestrutura e informar sobre como o investimento nessa área pode contribuir para promover a igualdade de gênero.

O acordo entre o UNOPS e o governo mexicano visa promover mais transparência, eficiência e eficácia na gestão de contratos públicos e projetos de infraestrutura. Foto: Governo do México

UNOPS e México assinam acordo para impulsionar combate à corrupção no país

O Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) e o governo do México assinaram este mês um acordo com o objetivo de combater a corrupção no país.

O acordo visa promover mais transparência, eficiência e eficácia na gestão de contratos públicos e projetos de infraestrutura.

O presidente mexicano, Andrés Manuel López Obrador, destacou o compromisso do governo em combater a corrupção. “Queremos que os senhores nos ajudem para que as empresas que participem destas licitações sejam empresas de prestígio com uma dimensão ética”, declarou.

A representante do Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) no Brasil, Claudia Valenzuela. Foto: ABDIB

UNOPS debate em SP aperfeiçoamento da regulação de iluminação pública

A representante do Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) no Brasil, Claudia Valenzuela, e o especialista em parcerias público-privadas (PPPs) do organismo, Bernardo Bahia, participaram na quinta-feira (21) de debate em São Paulo (SP) sobre aperfeiçoamento na regulação sobre iluminação pública.

O evento foi promovido pela Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base (ABDIB) e teve como objetivo discutir desafios na operação de contratos de PPP envolvendo a modernização de redes de iluminação pública (IP).

Jovens em Comunidade de Atendimento Socioeducativo Masculino de Sergipe, construída com o apoio do UNOPS. Foto: UNOPS

ONU apoia construção e reforma de unidades de atendimento socioeducativo no Brasil

O Ministério dos Direitos Humanos e o Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) realizaram na terça-feira (18) reunião para dar início aos trabalhos referentes ao acordo de cooperação assinado este mês.

O acordo prevê a construção e/ou reforma e ampliação de três unidades de atendimento socioeducativo em diferentes estados do país, buscando diminuir o tempo de obra e o custo de operação.

O projeto tem duração prevista de três anos e seis meses e deve criar pelo menos 250 novas vagas, contribuindo para a redução do déficit existente nesse tipo de centro.

Entregue ao governo haitiano em 2014, e inaugurado oficialmente em 2017, o hospital é um dos três construídos pelo Brasil no país. Foto: Bobby Moon

Documentário mostra impacto de cooperação brasileira na saúde pública do Haiti

Mais de 200 pessoas são atendidas por dia no hospital comunitário de Porto Príncipe, no Haiti, que leva o nome de Zilda Arns, médica brasileira três vezes indicada ao Nobel da Paz. Vítima fatal do terremoto que devastou a capital haitiana em 2010, Zilda era pediatra, um dos focos de atendimento da unidade de saúde que também oferece assistência em Ortopedia, Ginecologia e Obstetrícia.

O projeto do hospital foi implementado pelo Ministério da Saúde brasileiro com apoio da Agência Brasileira de Cooperação (ABC), do governo cubano, da Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial de Saúde (OPAS/OMS) do Haiti, do Escritório das Nações Unidas para Serviços de Projetos (UNOPS) e do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD Brasil).

Em fase final de desenvolvimento, os resultados do projeto são apresentados no documentário institucional “Haiti 12 Janvier”, que apresenta o impacto da construção dos hospitais para a população local.

O especialista em gestão de projetos e ponto focal em Justiça e Cidadania do Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) na América Latina, Jack Camelq, participou do debate “Panorama e perspectivas para o sistema socioeducativo em meio fechado no Brasil e em Santa Catarina”, em Florianópolis. Foto: MPSC

UNOPS discute em Florianópolis qualidade das instalações do sistema socioeducativo

O especialista em gestão de projetos e ponto focal em Justiça e Cidadania do Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) na América Latina, Jack Camelq, participou na sexta-feira (23) de debate em Florianópolis (SC) sobre perspectivas para o sistema socioeducativo em meio fechado no Brasil.

Na ocasião, Camelq explicou que o UNOPS tem contribuído com o Ministério de Direitos Humanos para a redução do custo de obra de unidades de internação socioeducativa, preservando a qualidade do atendimento do sistema.

A violência contra as mulheres – particularmente a violência por parte de parceiros e a violência sexual – é um grande problema de saúde pública e de violação dos direitos humanos das mulheres. Foto: George Campos/USP Imagens

ONU promove mais de 30 atividades no Brasil pelo fim da violência contra mulheres

Mais de 30 atividades estão programadas para a campanha global 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres, a serem realizadas por agências das Nações Unidas em nove cidades brasileiras — Brasília (DF), Boa Vista (RR), Campo Grande (MS), João Pessoa (PB), Juazeiro (BA), Manaus (AM), Natal (RN), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP) — até 10 de dezembro.

As iniciativas são lideradas por Agência da ONU para Refugiados (ACNUR), ONU Mulheres, Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) no contexto da campanha do secretário-geral da ONU “UNA-SE pelo fim da violência contra as mulheres”.

A pesquisa foi lançada na última quinta-feira e os resultados serão disponibilizados o final deste ano. Foto: EBC

Escritório da ONU e CGU iniciam pesquisa na área de PPPs e concessões

Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS), Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) iniciaram na semana passada (4) pesquisa sobre regulação em Parcerias Público-Privadas (PPPs) e concessões no Brasil. O objetivo da iniciativa é apoiar governos e órgãos reguladores a identificar gargalos na estrutura regulatória, além de auxiliar a identificar possíveis oportunidades na área.

O curso foi realizado em parceria com o GDF e teve o objetivo de apoiar a renegociação do contrato do Centro Administrativo do Distrito Federal (CADF). Foto: UNOPS

Escritório da ONU promove curso de capacitação no DF sobre Parcerias Público-Privadas

O Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) promoveu no fim de setembro em Brasília (DF) curso de capacitação na área de Parcerias Público-Privadas (PPPs), que reuniu cerca de 30 profissionais do Governo do Distrito Federal (GDF).

A capacitação reuniu profissionais cujo trabalho está relacionado à área de PPPs, em quaisquer etapas do processo como concepção, avaliação, construção, exploração, financiamento e operação de projetos.

Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) e a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH) lançaram manuais de arquitetura para os hospitais universitários federais vinculados à instituição. Foto: UNOPS

ONU e parceiro lançam manuais de arquitetura para hospitais universitários

O Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) e a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH) lançaram nesta segunda-feira (24) em Brasília (DF) manuais de arquitetura para os hospitais universitários federais vinculados à instituição.

Os manuais serão úteis para padronizar os projetos de arquitetura dos hospitais da rede EBSERH seguindo parâmetros de humanização e sustentabilidade. Além disso, consideram as diferenças regionais dos locais em que há hospitais da rede no país e os parâmetros de acessibilidade.