Atualmente, existem 1,8 bilhão de jovens entre 10 e 24 anos no mundo. A maior população de jovens de todos os tempos. Foto: UNFPA

Transformando as Nações Unidas em um espaço mais inclusivo para os jovens

Vinte jovens representando dez organismos do Sistema das Nações Unidas no Brasil participaram na sexta-feira (16) das celebrações do Dia Internacional da Juventude, no escritório da Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS), em Brasília (DF).

Com o tema “A ONU que vemos, a ONU que queremos”, os participantes tiveram a oportunidade de apresentar suas visões e ideias inovadoras para promoção da mudança, principalmente nos assuntos que envolvem diretamente seu futuro e sobre o papel das Nações Unidas para garantir que os jovens não sejam deixados para trás.

O relato é do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS) e Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA).

Fabrizio Feliciani, Diretor Regional para a América Latina e o Caribe do UNOPS e Dr. César Antonio Núñez, Diretor Regional do UNAIDS para a América Latina e o Caribe. Foto: UNOPS

UNAIDS e UNOPS assinam acordo para projetos de gestão pública

O Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS) e o Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) assinaram, na última terça-feira (13/8), um acordo regional na América Latina e no Caribe para facilitar a atuação conjunta.

Os objetivos são a implementação de boas práticas, a identificação de oportunidades para atuar em conjunto em projetos e compras públicas, a transferência de conhecimento entre organizações e a realização de atividades e campanhas de comunicação.

O acordo foi assinado na Cidade do Panamá por Maria-Noel Vaeza, diretora regional da ONU Mulheres para as Américas e o Caribe; e Fabrizio Feliciani, diretor regional para a América Latina e o Caribe do UNOPS. Foto: UNOPS

ONU Mulheres e UNOPS firmam parceria pela igualdade de gênero na gestão pública

A ONU Mulheres e o Escritório das Nações Unidas para Serviços de Projetos (UNOPS) assinaram na sexta-feira (2) um acordo para fortalecer a colaboração em suas atividades a favor da igualdade de gênero e do empoderamento das mulheres na América Latina e no Caribe.

A iniciativa facilitará a implementação de ações conjuntas, o desenvolvimento de capacidades e o intercâmbio de boas práticas em suas atividades na região.

A ONU Mulheres e o UNOPS se complementarão por seu conhecimento e experiência na abordagem de gênero em projetos de infraestrutura, compras públicas e gerenciamento de projetos implementados em parceria com governos latino-americanos e caribenhos.

O diretor regional do Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS), Fabrizio Feliciani. Foto: UNOPS

UNOPS apoia países latino-americanos no combate à corrupção nas compras públicas

O Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) atua no combate à corrupção na América Latina apoiando governos na realização de compras públicas mais eficientes e transparentes.

Em entrevista à revista Forbes México, o diretor regional do UNOPS, Fabrizio Feliciani, detalhou o apoio dado ao governo mexicano em projetos como a compra consolidada de medicamentos e de material cirúrgico. A Cidade do México também recebe apoio do organismo internacional na licitação de serviços de transporte público. Leia a entrevista.

Em vez de falar, por exemplo, em pontes e estradas, o UNOPS considera mais adequado pensar em mobilidade e conectividade, de modo a enfatizar os serviços que a infraestrutura permite oferecer. Foto: PEXELS (CC)/Aleksejs Bergmanis

O papel da infraestrutura para os objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU

Da água que bebemos ao modo como vamos para o trabalho ou para a escola, passando pela internet que temos nos celulares, a infraestrutura afeta todos os aspectos da nossa vida. Redes de saneamento básico, ruas, estradas, prédios de colégios ou hospitais, até nossas próprias casas, são exemplos de infraestruturas essenciais para as pessoas.

Apesar de sua importância, a infraestrutura não deve ser compreendida como um fim em si mesmo, mas como um meio para favorecer a prestação de serviços fundamentais e o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, aponta o Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS).

A secretária-executiva da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL), Alicia Bárcena, e a diretora-executiva do Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS), Grete Faremo. Foto: UNOPS

CEPAL e UNOPS unem esforços para impulsionar gestão pública justa na América Latina e Caribe

A secretária-executiva da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL), Alicia Bárcena, e a diretora-executiva do Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS), Grete Faremo, firmaram na semana passada (18) em Bruxelas um acordo para promover a melhora contínua da gestão pública de maneira justa e igualitária na região.

O compromisso tem o objetivo de fortalecer a gestão pública por meio de ações conjuntas para a construção de melhores serviços públicos que maximizem transparência, eficiência e eficácia dos gastos.

O cantor de reggae ganês Rocky Dawuni é um dos convidados do festival ‘Play it Out’. Foto: divulgação/ONU

Artistas e celebridades se reúnem em ilha caribenha para festival ‘Play it Out’

Músicos, artistas, celebridades e líderes políticos irão se reunir na ilha de Antígua e Barbuda no sábado, 1º de junho, para ampliar a conscientização e inspirar ações para combater a poluição de plásticos.

O festival “Play it Out” é parte de uma iniciativa liderada pela presidente da Assembleia Geral das Nações Unidas, María Fernanda Espinosa, e poderá ser acompanhado ao vivo; acesse os links aqui.

Equipe do UNOPS e da RedePPP. Foto: UNOPS

UNOPS colabora com iniciativa intergovernamental em Parcerias Público-Privadas

O Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) e a Rede Intergovernamental para o Desenvolvimento das Parcerias Público-Privadas (RedePPP) renovaram em março um acordo para troca de informações sobre experiências na área de parcerias público-privadas (PPPs).

O acordo tem como objetivos a promoção dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), da sustentabilidade e da igualdade de gênero nas políticas públicas relativas às PPPs. Também impulsiona a cooperação para realização de eventos e intercâmbios de boas práticas e o trabalho conjunto para aprimorar o marco legal e as capacidades do setor público na área de PPPs.

O Objetivo do Desenvolvimento Sustentável (ODS) número 5 prevê alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas. Foto: EBC

UNOPS e ONU Mulheres lançam campanha sobre infraestrutura para igualdade de gênero

O Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) e a ONU Mulheres no Brasil lançam nesta terça-feira (26) a campanha digital “Mulheres na Infra, Infra para Mulheres”, nas plataformas Facebook e Instagram.

O objetivo da ação é chamar a atenção para a atuação de mulheres profissionais na área de infraestrutura e informar sobre como o investimento nessa área pode contribuir para promover a igualdade de gênero.

O acordo entre o UNOPS e o governo mexicano visa promover mais transparência, eficiência e eficácia na gestão de contratos públicos e projetos de infraestrutura. Foto: Governo do México

UNOPS e México assinam acordo para impulsionar combate à corrupção no país

O Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) e o governo do México assinaram este mês um acordo com o objetivo de combater a corrupção no país.

O acordo visa promover mais transparência, eficiência e eficácia na gestão de contratos públicos e projetos de infraestrutura.

O presidente mexicano, Andrés Manuel López Obrador, destacou o compromisso do governo em combater a corrupção. “Queremos que os senhores nos ajudem para que as empresas que participem destas licitações sejam empresas de prestígio com uma dimensão ética”, declarou.

A representante do Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) no Brasil, Claudia Valenzuela. Foto: ABDIB

UNOPS debate em SP aperfeiçoamento da regulação de iluminação pública

A representante do Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) no Brasil, Claudia Valenzuela, e o especialista em parcerias público-privadas (PPPs) do organismo, Bernardo Bahia, participaram na quinta-feira (21) de debate em São Paulo (SP) sobre aperfeiçoamento na regulação sobre iluminação pública.

O evento foi promovido pela Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base (ABDIB) e teve como objetivo discutir desafios na operação de contratos de PPP envolvendo a modernização de redes de iluminação pública (IP).

Jovens em Comunidade de Atendimento Socioeducativo Masculino de Sergipe, construída com o apoio do UNOPS. Foto: UNOPS

ONU apoia construção e reforma de unidades de atendimento socioeducativo no Brasil

O Ministério dos Direitos Humanos e o Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) realizaram na terça-feira (18) reunião para dar início aos trabalhos referentes ao acordo de cooperação assinado este mês.

O acordo prevê a construção e/ou reforma e ampliação de três unidades de atendimento socioeducativo em diferentes estados do país, buscando diminuir o tempo de obra e o custo de operação.

O projeto tem duração prevista de três anos e seis meses e deve criar pelo menos 250 novas vagas, contribuindo para a redução do déficit existente nesse tipo de centro.

Entregue ao governo haitiano em 2014, e inaugurado oficialmente em 2017, o hospital é um dos três construídos pelo Brasil no país. Foto: Bobby Moon

Documentário mostra impacto de cooperação brasileira na saúde pública do Haiti

Mais de 200 pessoas são atendidas por dia no hospital comunitário de Porto Príncipe, no Haiti, que leva o nome de Zilda Arns, médica brasileira três vezes indicada ao Nobel da Paz. Vítima fatal do terremoto que devastou a capital haitiana em 2010, Zilda era pediatra, um dos focos de atendimento da unidade de saúde que também oferece assistência em Ortopedia, Ginecologia e Obstetrícia.

O projeto do hospital foi implementado pelo Ministério da Saúde brasileiro com apoio da Agência Brasileira de Cooperação (ABC), do governo cubano, da Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial de Saúde (OPAS/OMS) do Haiti, do Escritório das Nações Unidas para Serviços de Projetos (UNOPS) e do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD Brasil).

Em fase final de desenvolvimento, os resultados do projeto são apresentados no documentário institucional “Haiti 12 Janvier”, que apresenta o impacto da construção dos hospitais para a população local.

O especialista em gestão de projetos e ponto focal em Justiça e Cidadania do Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) na América Latina, Jack Camelq, participou do debate “Panorama e perspectivas para o sistema socioeducativo em meio fechado no Brasil e em Santa Catarina”, em Florianópolis. Foto: MPSC

UNOPS discute em Florianópolis qualidade das instalações do sistema socioeducativo

O especialista em gestão de projetos e ponto focal em Justiça e Cidadania do Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) na América Latina, Jack Camelq, participou na sexta-feira (23) de debate em Florianópolis (SC) sobre perspectivas para o sistema socioeducativo em meio fechado no Brasil.

Na ocasião, Camelq explicou que o UNOPS tem contribuído com o Ministério de Direitos Humanos para a redução do custo de obra de unidades de internação socioeducativa, preservando a qualidade do atendimento do sistema.

A violência contra as mulheres – particularmente a violência por parte de parceiros e a violência sexual – é um grande problema de saúde pública e de violação dos direitos humanos das mulheres. Foto: George Campos/USP Imagens

ONU promove mais de 30 atividades no Brasil pelo fim da violência contra mulheres

Mais de 30 atividades estão programadas para a campanha global 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres, a serem realizadas por agências das Nações Unidas em nove cidades brasileiras — Brasília (DF), Boa Vista (RR), Campo Grande (MS), João Pessoa (PB), Juazeiro (BA), Manaus (AM), Natal (RN), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP) — até 10 de dezembro.

As iniciativas são lideradas por Agência da ONU para Refugiados (ACNUR), ONU Mulheres, Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) no contexto da campanha do secretário-geral da ONU “UNA-SE pelo fim da violência contra as mulheres”.

A pesquisa foi lançada na última quinta-feira e os resultados serão disponibilizados o final deste ano. Foto: EBC

Escritório da ONU e CGU iniciam pesquisa na área de PPPs e concessões

Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS), Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) iniciaram na semana passada (4) pesquisa sobre regulação em Parcerias Público-Privadas (PPPs) e concessões no Brasil. O objetivo da iniciativa é apoiar governos e órgãos reguladores a identificar gargalos na estrutura regulatória, além de auxiliar a identificar possíveis oportunidades na área.

O curso foi realizado em parceria com o GDF e teve o objetivo de apoiar a renegociação do contrato do Centro Administrativo do Distrito Federal (CADF). Foto: UNOPS

Escritório da ONU promove curso de capacitação no DF sobre Parcerias Público-Privadas

O Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) promoveu no fim de setembro em Brasília (DF) curso de capacitação na área de Parcerias Público-Privadas (PPPs), que reuniu cerca de 30 profissionais do Governo do Distrito Federal (GDF).

A capacitação reuniu profissionais cujo trabalho está relacionado à área de PPPs, em quaisquer etapas do processo como concepção, avaliação, construção, exploração, financiamento e operação de projetos.

Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) e a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH) lançaram manuais de arquitetura para os hospitais universitários federais vinculados à instituição. Foto: UNOPS

ONU e parceiro lançam manuais de arquitetura para hospitais universitários

O Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) e a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH) lançaram nesta segunda-feira (24) em Brasília (DF) manuais de arquitetura para os hospitais universitários federais vinculados à instituição.

Os manuais serão úteis para padronizar os projetos de arquitetura dos hospitais da rede EBSERH seguindo parâmetros de humanização e sustentabilidade. Além disso, consideram as diferenças regionais dos locais em que há hospitais da rede no país e os parâmetros de acessibilidade.

A comitiva visitou o presídio localizado no Complexo Penitenciário de Bangu, na zona oeste do Rio. Foto: UNOPS

ONU participa da construção de unidade materno-infantil em presídio feminino no Rio

O diretor adjunto para América Latina do Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS), Giuseppe Mancinelli, visitou na quarta-feira (22) o presídio feminino Instituto Penal Talavera Bruce, no Rio de Janeiro (RJ), com o objetivo de conhecer o local onde a agência trabalha na construção de uma unidade materno-infantil.

A comitiva visitou o presídio localizado no Complexo Penitenciário de Bangu, na zona oeste da cidade. O UNOPS atua na conclusão da ala materno-infantil, que abrigará mulheres grávidas e com filhos recém-nascidos.

A ONU Brasil realiza até setembro exposição no Rio com obras do artista paulistano Otávio Roth, que em 1978 criou e imprimiu xilogravuras que ilustram os trinta artigos da Declaração Universal dos Direitos Humanos. Foto: UNIC Rio/Pedro Andrade

Exposição no Rio reafirma importância da Declaração dos Direitos Humanos 70 anos após adoção

Ao completar 70 anos, a Declaração Universal dos Direitos Humanos permanece necessária e atual em um mundo marcado por crescentes conflitos, desigualdades sociais, racismo, deslocamento forçado e violência, especialmente contra ativistas.

A avaliação é de diplomatas, representantes do Sistema ONU e de organizações da sociedade civil presentes na abertura da exposição de xilogravuras do artista plástico brasileiro Otávio Roth, na quarta-feira (8), no Rio de Janeiro. A exposição fica no Centro Cultural Correios até 9 de setembro.

Artigo 1 da Declaração Universal dos Direitos Humanos / Acervo Otávio Roth

ONU inaugura no Rio exposição inédita com obras da Declaração Universal dos Direitos Humanos

A Organização das Nações Unidas (ONU) no Brasil, com apoio do Acervo Otávio Roth e o Centro Cultural Correios, inaugura nesta quarta-feira (8) a exposição 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, com obras de Otávio Roth.

Realizada pela primeira vez no Rio de Janeiro, a mostra apresenta 30 xilogravuras que traduzem os ideais de paz e igualdade defendidos nos artigos do documento. A entrada é franca.

A exposição fica em cartaz até 9 de setembro, das 12h às 19h.

Centro de Porto Alegre visto do rio Guaíba. Foto: Wikimedia Commons/Ricardo André Frantz (CC)

ONU e parceiros iniciam plano de trabalho para revitalização de parque em Porto Alegre

Representantes do Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS), da Prefeitura de Porto Alegre (RS) e da Agência Brasileira de Cooperação Técnica (ABC), ligada ao Ministério das Relações Exteriores, reúnem-se na quarta-feira (4) em Brasília para iniciar a execução do plano de trabalho do projeto de revitalização do Parque da Orla do Guaíba, em Porto Alegre, uma cooperação técnica entre os três organismos.

De acordo com o UNOPS, a iniciativa permite proteger o patrimônio cultural e natural da cidade e visa proporcionar espaços públicos seguros, inclusivos, acessíveis e verdes para as pessoas, contribuindo assim para os objetivos da Agenda 2030.

Cooperação entre UNOPS e Mato Grosso contribuiu para economia de mais de 2,9 milhões de reais para o estado. Foto: Pixabay

Escritório da ONU ajuda Mato Grosso a normalizar fornecimento de medicamentos

O Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) apoiou a Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso (SES-MT) na normalização do abastecimento de medicamentos, reduzindo os gastos do estado nessa área em mais de 2,9 milhões de reais.

A iniciativa ocorreu como parte do projeto Rede Cidade da Saúde e envolveu os medicamentos do Componente Especializado da Assistência Farmacêutica (CEAF), estratégia para a garantia do acesso a medicamentos no Sistema Único de Saúde (SUS).

A ONU marca todo 4 de abril o Dia Internacional de Sensibilização sobre Minas e Assistência à Desminagem. Neste vídeo, mostramos o trabalho de um especialista em explosivos para neutralizar uma bomba aérea enterrada a uma grande profundidade. Em 2016, 19 locais suspeitos de conter tais bombas foram tornados seguros por equipes do Serviço de Ação Anti-Minas das Nações Unidas (UNMAS) – apoiado pelo Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) e outros parceiros – em Gaza, na Palestina.

VÍDEO: De frente com uma bomba aérea de 900 kg

A ONU marca todo 4 de abril o Dia Internacional de Sensibilização sobre Minas e Assistência à Desminagem. Neste vídeo, mostramos o trabalho de um especialista em explosivos para neutralizar uma bomba aérea enterrada a uma grande profundidade.

Em 2016, 19 locais suspeitos de conter tais bombas foram tornados seguros por equipes do Serviço de Ação Anti-Minas das Nações Unidas (UNMAS) – apoiado pelo Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) e outros parceiros – em Gaza, na Palestina.

Esse programa de ação anti-minas e de ajuda humanitária, por meio de uma implementação efetiva e consistente, ajuda a restaurar a estabilidade em áreas contaminadas por explosivos. Esses esforços permitiram que as famílias que moram em Gaza recuperassem a sensação de segurança. Confira neste vídeo.

Centro de Convenções Ulysses Guimarães em Brasília. Foto: Agência Brasília/Tony Winston

ONU apoia governo do DF em licitação para gerir centro de convenções

O Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) ajudou o governo do Distrito Federal a elaborar o termo de licitação para conceder a instituições privadas o direito de operar o Centro de Convenções Ulysses Guimarães. Os investimentos para as reformas e adequações necessárias estão estimados em cerca de 12 milhões de reais, e as receitas esperadas com a operação são da ordem de 22 milhões por ano.

Base de dados apoiará decisões de investimento em projetos de infraestrutura no Brasil. Foto: Banco Mundial

ONU apoia criação de base de dados sobre investimentos em infraestrutura no Brasil

O Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) e a Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústria de Base (ABDIB) assinaram em São Paulo (SP) no fim de fevereiro (27) um memorando de entendimento com o objetivo de desenvolver o Observatório da Infraestrutura, uma base de dados que poderá ajudar na definição de prioridades de investimentos no setor.

De acordo com o UNOPS, a base de dados permitirá visualizar informações sobre o quadro geral da oferta de infraestrutura instalada nos estados, nas regiões e no país como um todo. Cada empreendimento em funcionamento terá uma ficha com informações cadastrais, operacionais e financeiras, atualizadas regularmente, com indicadores históricos de oferta, consumo e desempenho.

Vista aérea de Cuiabá, no Mato Grosso. Foto: EBC

Especialistas da ONU vão ao MT discutir formas de melhorar infraestrutura do estado

Especialistas do Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) estarão em Cuiabá até 6 de março para atividades em parceria com a secretarias de Infraestrutura e Logística (SINFRA) e de Educação, Esporte e Lazer (SEDUC) do Mato Grosso com o objetivo de discutir e dar recomendações sobre como melhorar a infraestrutura do estado, especialmente na área de transporte e educação.

As ações estão relacionadas ao Diagnóstico das Capacidade de Infraestrutura (CAT-I), uma ferramenta desenvolvida pelo UNOPS com o objetivo de ajudar países, estados ou cidades a aperfeiçoar e aumentar suas capacidades na área de infraestrutura.

"Luz - No cotidiano da Estação", de Carla Christiani.

Escritório de projetos da ONU divulga vencedores de concurso de fotografia

O Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) divulgou nesta sexta-feira (15) em Brasília (DF) os vencedores do concurso de fotografia “Construindo Vidas Melhores”, que tinha como objetivo destacar a relação entre infraestrutura e a qualidade de vida das pessoas vivendo nas cidades.

O concurso, realizado em parceria com Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU/BR) e o Instituto Internacional de Fotografia (IIF), teve a participação de 68 fotógrafos profissionais e amadores, em um total de 154 fotografias agrupadas em três categorias: infraestrutura; inclusão social e diversidade urbana; e soluções sustentáveis. Veja as fotos vencedoras.