O representante regional do UNODC, Rafael Franzini, assina memorando de entendimento com SUBEL. Foto: UNIC Rio/Julia De Cunto

ONU e Rio firmam parceria para prevenir violência entre jovens por meio do esporte

O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes (UNODC) assinou nesta sexta-feira (1) durante evento na capital fluminense um memorando de entendimento com a Subsecretaria de Esportes e Lazer da cidade do Rio de Janeiro para formalizar a cooperação no âmbito do programa “Vamos Nessa”, iniciativa global do escritório da ONU que utiliza a prática esportiva como meio para prevenir a violência e a criminalidade entre jovens.

Sem o direito à educação, não podemos garantir o direito à saúde, disse a UNESCO no Dia Mundial contra AIDS. Foto: UNAIDS

No Dia Mundial contra AIDS, UNESCO defende educação sexual abrangente e de qualidade

Na ocasião do Dia Mundial contra a AIDS, lembrado nesta sexta-feira (1), a diretora-geral da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), Audrey Azoulay, citou estudos segundo os quais adolescentes que receberam educação sexual abrangente e de qualidade, associada ao acompanhamento de profissional qualificado, têm 40% menos de risco de gravidez precoce ou indesejada e 30% mais chance de concluírem educação secundária.

“Isso se traduz em melhores condições de saúde no longo prazo, incluindo uma redução significativa no risco de infecção pelo HIV”, declarou.

Projeto do UNODC visa a prevenir a violência por meio das práticas esportivas. Foto: UNODC

ONU reúne profissionais esportivos internacionais no Rio para discutir prevenção à violência

O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) realiza até 1º de dezembro no Rio de Janeiro uma missão de intercâmbio de experiências sobre prevenção ao crime e às drogas por meio dos esportes.

O evento terá a participação de profissionais de educação física, gestores esportivos e especialistas de países como África do Sul, Bangladesh, Bélgica, Colômbia, Índia, Quirguistão, Palestina, Peru, República Dominicana e Uganda.

A população carcerária brasileira é a quarta maior do mundo em termos absolutos e já chegou a mais de 622 mil detentos, segundo dados do Departamento Penitenciário Nacional do Ministério da Justiça. Foto: EBC

ONU e PGR lembram importância de diferenciar usuários de traficantes de drogas

Reunião realizada na semana passada (13) entre a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, e o representante regional do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC), Rafael Franzini, discutiu a importância de assegurar tratamento diferenciado para usuários e traficantes de drogas.

A procuradora-geral da República lembrou que o Ministério da Justiça trabalha na elaboração de uma resolução que trará parâmetros objetivos para assegurar a diferenciação entre usuários e traficantes, em cumprimento a uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF).

Plantação de papoulas no Afeganistão. Foto: UNODC

Produção de ópio no Afeganistão tem aumento de 87% este ano

Foram 9 mil toneladas em 2017, um aumento recorde se comparado a 2016. Dados foram divulgados pelo Ministério Antinarcótico do país e pelo Escritório da ONU sobre Drogas e Crime, UNODC.

Aumento também da insurgência e das atividades grupos terroristas, bem como da oferta em heroína de alta qualidade e baixo custo, alcança consumidores em todo o mundo – aumentado assim as desastrosas consequências desse tipo de comércio.

O coordenador-residente da ONU no Brasil, Niky Fabiancic, cobrou uma resposta da sociedade e do poder público à dura realidade enfrentada pela juventude afrodescendente. Foto: UNFPA/Agnes Sofia Guimarães

‘O racismo mata e não podemos ser indiferentes’, diz ONU Brasil em lançamento da campanha #VidasNegras

A ONU Brasil lançou na terça-feira (7) a campanha #VidasNegras, iniciativa de conscientização nacional pelo fim da violência contra a juventude afrodescendente. Em cerimônia que reuniu em Brasília cerca de cem autoridades públicas e representantes da sociedade civil e do corpo diplomático, dirigentes das Nações Unidas alertaram que cinco jovens negros morrem a cada duas horas no país. Por ano, o número chega a 23 mil.

O organismo internacional fez um apelo à sociedade brasileira e ao poder público por repostas ao racismo e à discriminação. Um jovem negro é assassinado a cada 23 minutos no Brasil.

Projeto 'Vamos Nessa', do UNODC, usa esporte para promover uma cultura de paz e desenvolver habilidades pessoais entre jovens vivendo em situações de vulnerabilidade. Foto: UNODC/Kevin Town

Escritório da ONU e CBF promovem seminário no Rio sobre prevenção da violência por meio do esporte

O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF Social) realizam nessa terça-feira (31) um seminário sobre o esporte como ferramenta para a construção da paz, especialmente em comunidades vulneráveis. Encontro contará com representantes do município do Rio de Janeiro, de organizações internacionais e do terceiro setor. O evento ocorre no auditório da CBF do estado do Rio de Janeiro.

Foto: Marcello Casal Jr./ABr

Agência da ONU financia programa para redução da criminalidade no Paraná

A Secretaria de Estado da Segurança Pública e Administração Penitenciária do Paraná e o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) assinaram na segunda-feira (23) um acordo de financiamento no âmbito do Programa Paraná Seguro, cujo principal objetivo é reduzir os índices de criminalidade violenta de jovens entre 15 a 24 anos em algumas cidades da região metropolitana de Curitiba e do norte do estado.

O acordo que será executado entre 2017 e 2022 prevê atividades de controles internos e sociais da polícia comunitária, reuniões de planejamento com forças policiais, agências de segurança e justiça, assim como workshops com representantes das polícias e da sociedade civil.

Foto: divulgação/Receita Federal

Com apoio da ONU, Receita Federal realiza maior apreensão de cocaína do ano no Porto de Santos

Em fevereiro deste ano, a Secretaria da Receita Federal do Brasil (SRF) e o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) assinaram acordo para facilitar a cooperação mútua com o objetivo comum de melhorar a segurança da cadeia de suprimento do comércio de contêineres. Ação entre a Alfândega de Santos e a Aduana Francesa evita o embarque de 936 Kg de cocaína em navio com destino à Europa.

Participantes de edições anteriores do programa Embaixadores da Juventude. Foto: UNODC

Escritório da ONU escolhe 24 jovens brasileiros para formação sobre sustentabilidade

O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) e o Instituto Caixa Seguradora anunciaram recentemente os selecionados para o Programa Embaixadores da Juventude. A partir de amanhã (11), a iniciativa reunirá os 24 escolhidos, com idade entre 18 e 24 anos, em Salvador. Participantes aprenderão sobre o seu papel na implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, os ODS.

Venezuelanos chegam ao Brasil pela cidade de Pacaraima, em Roraima. Foto: EBC

Agência da ONU apoia iniciativas de assistência a migrantes vulneráveis em Roraima

A Organização Internacional para as Migrações (OIM) e o Centro de Migrações e Direitos Humanos (CMDH) assinaram na semana passada (20) um acordo de subvenção para a execução de serviços de assistência direta a migrantes em situação de vulnerabilidade em Roraima.

O estado tem recebido um alto fluxo migratório, especialmente de venezuelanos, que inclui vítimas de tráfico de pessoas e migrantes com necessidade de assistência.

Ao centro, Eurídice Márquez, oficial de justiça criminal e prevenção de crimes do UNODC. Foto: UNIC Rio/Pedro Andrade

Desemprego e cortes no gasto público aumentam risco de tráfico de pessoas, diz especialista da ONU

Em situações de crise econômica, como a vivida pelo Brasil, o desemprego elevado e cortes em investimentos nos serviços públicos agravam o risco de populações vulneráveis serem vítimas do tráfico de pessoas. A avaliação é de Eurídice Márquez, especialista do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC). Em visita ao Rio de Janeiro para um seminário internacional sobre tráfico humano e contrabando de migrantes, ela ressaltou na terça-feira (19) a necessidade de combater essas violações por meio da garantia de direitos.

Programa Embaixadores da Juventude está com inscrições abertas até 17 de setembro em Salvador (BA). Foto: Embaixadores da Juventude

ONU recebe inscrições para programa Embaixadores da Juventude em Salvador

O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) e o Instituto Caixa Seguradora recebem inscrições para edição de Salvador (BA) do programa Embaixadores da Juventude. Podem se inscrever jovens entre 18 e 25 anos, residentes do estado ou da região Nordeste, com conhecimento intermediário de inglês ou espanhol e que tenham concluído o Ensino Médio. O prazo é 17 de setembro.

Por meio de debates com especialistas, análises de casos e atividades práticas, o programa oferece um treinamento completo de liderança e ativismo em pautas como segurança, pobreza, sustentabilidade, educação, empreendedorismo e saúde, abordando os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS).

O programa Embaixadores da Juventude é uma iniciativa criada em 2016 para formar jovens e adolescentes brasileiros com capacidade de liderança e impacto social. Foto: UNODC

ONU e Instituto Caixa Seguradora concluem segunda edição do programa Embaixadores da Juventude

O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes (UNODC) e o Instituto Caixa Seguradora concluem no sábado (2) em Brasília (DF) a segunda edição do programa Embaixadores da Juventude.

Pelo segundo ano consecutivo, a iniciativa reuniu jovens de 18 a 25 anos com forte papel de liderança social para discutir a atuação da juventude na implementação e no monitoramento dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Durante o evento, houve apresentação cultural de Luana Euzébio, Cris de Souza, Cleo Street e Thug Dee. Foto: UNFPA Brasil.

Juventude negra é a mais afetada pelas políticas de drogas no Brasil, dizem especialistas

Redução de danos, violência contra jovens e falta de políticas públicas capazes de atender a usuários de drogas foram alguns dos temas que guiaram a segunda sessão de debates na Casa da ONU em Brasília na segunda-feira (14), no âmbito das comemorações do Dia Internacional da Juventude.

O evento foi organizado pela ONU Brasil em parceria com o programa Câmara Ligada da Câmara dos Deputados.

Nelson Mandela. Foto: Fundação Nelson Mandela

Ensinamentos de Nelson Mandela são mensagem ‘poderosa’ contra o medo e o cinismo, diz chefe da ONU

‘Nelson Mandela foi conhecido como o prisioneiro 46664 por 18 anos. Mas ele nunca se tornou um prisioneiro do seu passado. Sentenciado a trabalho pesado e ao encarceramento em solitária em Robben Island, ele se ergueu do sofrimento e da falta de dignidade para levar seu país, e o nosso mundo, a dias melhores’, lembrou o secretário-geral da ONU, António Guterres, neste 18 de julho, Dia Internacional Nelson Mandela.

O presidente da FNP e prefeito de Campinas, Jonas Donizzete, e o coordenador-residente da ONU no Brasil, Niky Fabiancic, firmaram acordo de parceria em Brasília. Foto: PNUD/Vivian Doherty

ONU Brasil e Frente Nacional dos Prefeitos reforçam parceria pelo desenvolvimento sustentável

O coordenador-residente da ONU no Brasil, Niky Fabiancic, e o presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP) e prefeito de Campinas (SP), Jonas Donizette, firmaram na terça-feira (4) um memorando de entendimento com o objetivo de criar um marco de cooperação, além de facilitar e fortalecer a colaboração para promoção e alcance dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

UNODC e Prefeitura de Recife firmam parceria para prevenir consumo abusivo de drogas. Foto: Foto: PCR/Andréa Rêgo Barros

Escritório da ONU ajudará Recife a prevenir consumo de drogas

O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes (UNODC) firmou em junho (29) o primeiro acordo de assistência técnica com um município brasileiro. Parceria com a Prefeitura de Recife dará apoio ao programa municipal de prevenção do consumo de drogas. A iniciativa ‘Mobiliza Recife’ foi lançada também ao final do mês passado e tem por objetivo a inserção social dos usuários de substâncias ilícitas.

Francisco Cordeiro, analista do UNODC, conhece participantes do 'Corra pro Abraço'. Foto: ASCOM Corra pro Abraço

Escritório da ONU conhece projeto na Bahia para promover direitos e cidadania entre usuários de drogas

Em Salvador, o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) conheceu na semana passada (20) o programa Corra pro Abraço. Ao longo de quatro anos de existência, a iniciativa já realizou mais de 80 mil atendimentos, levando ajuda para moradores de rua, jovens em regiões com altos índices de violações de direitos e pessoas oriundas do sistema prisional. Projeto é implementado na capital e nos municípios Lauro de Freitas e Feira de Santana.

"Darkweb" tem sido usada para a venda de drogas para fins recreativos, tais como cannabis, ecstasy (foto), cocaína, alucinógenos e novas substâncias psicoativas (NPS). Foto: EBC

Drogas causam transtornos a 0,6% da população adulta global, diz agência da ONU

Cerca de 250 milhões de pessoas usavam drogas em 2015 no mundo. Desse total, cerca de 29,5 milhões — ou 0,6% da população adulta global — usavam drogas de forma problemática e apresentam transtornos relacionados ao consumo, incluindo a dependência.

Os opióides (ópio, morfina, heroína e derivados sintéticos) apresentam os maiores riscos de danos à saúde, representando 70% do impacto negativo associado ao consumo de drogas no mundo, segundo o Relatório Mundial sobre Drogas, lançado nesta quinta-feira (22) pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC).

Arte: UNODC

ONU recebe propostas para iniciativas de prevenção à violência por meio do esporte no Rio e no DF

O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) lançou chamada para receber propostas de organizações da sociedade civil que atuem no campo do empoderamento da juventude, em especial por meio do esporte.

Estão habilitadas a concorrer organizações baseadas no Distrito Federal ou na região metropolitana do Rio de Janeiro que tenham experiência na implementação de projetos esportivos para evitar que jovens se envolvam em crimes, em violência e no abuso de drogas.

O período de inscrições vai até 6 de agosto.

Foto: UNODC

Agência da ONU promove treinamento no Rio para prevenção da violência por meio do esporte

O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) realiza nesta terça e quarta-feira (13 e 14) uma atividade de formação para treinadores esportivos e professores de educação física no Estádio de Remo da Lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio de Janeiro.

O treinamento faz parte do projeto “Vamos Nessa”, que reforça a resiliência de jovens em situação de risco por meio do estímulo ao desenvolvimento de esportes e de habilidades para a vida.

Região entre a estação da Luz e Santa Ifigênia, conhecida como Cracolândia. Foto: EBC/Rovena Rosa

ONU manifesta preocupação com possibilidade de internação compulsória de usuários de drogas em SP

O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) e a Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) manifestaram nesta segunda-feira (29) preocupação com a possibilidade de se internar compulsoriamente — e em massa — pessoas usuárias de drogas em São Paulo.

O problema das drogas no mundo é um tema fundamental para a saúde pública, lembraram as agências. Por isso, as políticas públicas devem se orientar por princípios como a garantia de direitos humanos, o acesso aos mais qualificados métodos de tratamento e por evidências científicas, salientaram.

Escritório da ONU discute parceria com Recife para combater consumo de drogas

Para discutir parcerias pela prevenção do uso abusivo de substâncias ilícitas em Recife, o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) reuniu-se na semana passada (10) com a Secretaria Executiva de Políticas sobre Drogas da capital pernambucana.

Durante o encontro, instituições avaliaram a possibilidade de cooperação no “Mobiliza Recife”, iniciativa que aposta no empoderamento de comunidades para combater o consumo de entorpecentes.

Iniciativa do UNODC envolve comunidades locais, atuando em centros esportivos e escolas. Foto: UNODC

Agência da ONU reúne jovens em Brasília para discutir violência, criminalidade e uso de drogas

O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes (UNODC) promoveu na segunda-feira (16) em Brasília o evento Diálogos da Juventude, que reuniu crianças e adolescentes de 11 a 17 anos em Brasília (DF) para compartilhar opiniões e experiências pessoais com relação a violência, criminalidade e drogas.

A atividade faz parte do programa “Vamos Nessa” (Line Up, Live Up, na versão em inglês), iniciativa global do UNODC para a prevenção da violência e da criminalidade entre jovens por meio da prática esportiva.

Produtos feitos por detentos da América Latina. Foto: UNODC

América Latina e ONU discutem criação de marca de produtos feitos por pessoas privadas de liberdade

Em encontro na Cidade do Panamá, profissionais de sistemas penitenciário da América Latina, incluindo do Brasil, e representantes da ONU se reuniram para debater programas de trabalho voltados para pessoas privadas de liberdade. Boas práticas servirão de exemplo para criação de uma marca global de produtos feitos por detentos. Iniciativa é liderada pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC).

Gisele Bündchen defende tartarugas marinhas em campanha da ONU. Foto: PNUMA

Campanha da ONU contra caça e tráfico de vida silvestre ganha o ‘Oscar da Internet’

Criada pela ONU Meio Ambiente para conscientizar as pessoas sobre as consequências catastróficas da caça e tráfico ilegais de vida silvestre, a campanha ‘Feroz pela Vida’ foi eleita pelo público para receber um dos Webby Awards – premiação conhecida como o “Oscar da Internet”. Iniciativa das Nações Unidas teve apoio de Gisele Bündchen, Ian Somerhalder, Gael García Bernal, Neymar Jr. e outras celebridades que mobilizaram as redes sociais, alcançando mais de 1 bilhão de pessoas.

Vítimas de tráfico humano. Foto: ONU/Martine Perret

ONU e UE lançam na quarta-feira (19) iniciativa para combater tráfico de pessoas e contrabando de migrantes

Na próxima quarta-feira (19), será lançada no Brasil a Ação Global para Prevenir e Combater o Tráfico de Pessoas e o Contrabando de Migrantes (GLO.ACT). Cerimônia acontece às 10h30, na Casa da ONU, em Brasília. Iniciativa é da União Europeia (UE) e do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes (UNODC), em parceria com a Organização Internacional para as Migrações (OIM) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF). Treze países da África, Ásia, Leste europeu e América Latina, incluindo o Brasil, participam do projeto.

Países da América do Norte e Central adotam campanha da ONU para combater tráfico de migrantes

A campanha #NegócioMortal — iniciativa do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) para prevenir e combater o contrabando de migrantes — foi adotada nesta terça-feira (4) por 11 países da América do Norte e Central. Estratégia foi apresentada durante a Conferência Regional sobre Migração, um fórum intergovernamental realizado em Washington, nos Estados Unidos.

Evento marcou início da divulgação do projeto, que difundirá materiais em espanhol, português, inglês, francês e árabe.