A Casa Miga em Manaus oferece um espaço seguro para que migrantes e refugiadas venezuelanas possam recomeçar a vida no Brasil. Foto: ACNUR/João Machado

Documento padroniza proteção de mulheres, LGBTI e refugiados em Manaus

Agências do Sistema ONU no Brasil e a Rede de Proteção de Manaus assinaram documento na capital amazonense com o objetivo de garantir a integralidade do cuidado e da proteção de pessoas vítimas de violência, especialmente mulheres, crianças, adolescentes, LGBTIs e refugiados.

O documento servirá para orientar e informar servidores públicos, técnicos e população em geral sobre serviços especializados de atendimento existentes em Manaus. Será um guia para garantir uma resposta rápida, precisa e adequada às pessoas vítimas de violência.

Pelo Sistema ONU no Brasil, o documento foi assinado por Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) e Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

A jornalista Ângela Bastos, repórter especial do Diário Catarinense, foi uma das convidadas do workshop. Foto: UNFPA Brasil/Yare Perdomo

Em Roraima, ONU discute cobertura jornalística de situações de refúgio e migração

“O papel do jornalista local é o papel de qualquer jornalista no mundo, que é um olhar focado nas pessoas”, defendeu em Roraima a repórter Ângela Bastos, do Diário Catarinense, de Florianópolis (SC). A jornalista esteve em Boa Vista para o workshop “Jornalismo Além das Fronteiras”, promovido pela ONU para discutir o papel da imprensa em contextos de migração e refúgio. Encontro abordou xenofobia e desafios das mulheres e crianças deslocadas.

Jovem sul-africana exibe miçanga com o símbolo do movimento pelo fim da AIDS. Foto: Peace Corps/PEPFAR

Em dia mundial, chefe da ONU alerta para momento crítico na resposta ao HIV

Trinta anos após o primeiro Dia Mundial contra a AIDS, lembrado em 1º de dezembro, a resposta ao HIV ainda está em um ponto crítico, afirmou neste sábado o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres.

Desde o início da epidemia no mundo, mais de 77 milhões de pessoas foram infectadas pelo HIV e mais de 35 milhões morreram de doenças relacionadas à AIDS. Hoje, 36,9 milhões de indivíduos vivem com HIV.

Participantes de ato unificado pelo fim da violência contra a mulher, realizado em São Paulo. Foto: Flickr CC/Mídia Ninja

PNUD participa dos 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra mulheres

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) se uniu, mais uma vez, à campanha anual de 16 dias de ativismo contra a violência de gênero, iniciada no domingo (25), Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres.

Em 2018, o tema da campanha é “Pinte o Mundo de Laranja: #MeEscuteTambém”, que segue o rompante de movimentos globais como o #NenhumaAMenos (#NiUnaMenos), #MeToo e #TimesUp para trazer ao primeiro plano as vozes de mulheres e meninas que sobreviveram à violência e que estão lutando por seus direitos diariamente.

Ao centro da imagem, com a camisa com inscrições 'Te Amo Filho', Bruna da Silva, a mãe do jovem Marcos Vinícius da Silva, assassinado em junho no Complexo da Maré. Imagem feita durante o enterro do estudante de 14 anos. Foto: Agência Brasil/Fernando Frazão

MP-RJ adota resolução para priorizar investigações de homicídios de jovens

No Brasil, 31 adolescentes são assassinados por dia. Em cada dez dessas mortes, uma acontece no estado do Rio de Janeiro. A fim de combater a violência e esclarecer episódios de homicídio, o Ministério Público do RJ assinou neste mês (21) uma resolução que prioriza a investigação e responsabilização de crimes contra jovens.

Medida foi adotada em meio às atividades do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) para lembrar o Dia Mundial da Criança, 20 de novembro. No Brasil, a data coincide com o Dia da Consciência Negra.

Crianças numa escola do Bronx, em Nova Iorque. Foto: ONU/Marcia Weistein

CEPAL promove primeira roda regional de conversas sobre direitos da criança

A Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL) irá realizar de 27 a 29 de novembro em Santiago, no Chile, a primeira roda de conversas regional “Na rota da igualdade: 30 anos da Convenção sobre os Direitos da Criança”.

Na ocasião, representantes de governos, instituições internacionais, setor privado, academia e sociedade civil vão revisar avanços e desafios para a região no que diz respeito aos direitos da infância e da adolescência, mirando o cumprimento da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.

O coordenador-residente do Sistema ONU no Brasil, Niky Fabiancic (direita) e o vice-governador eleito de Roraima, Frutuoso Lins. Foto: PNUD

Vice-governador eleito de Roraima reúne-se com representantes da ONU no Brasil

O vice-governador eleito de Roraima, Frutuoso Lins, visitou na quinta-feira (22) a Casa da ONU em Brasília (DF) para reunião com representantes do Sistema das Nações Unidas no Brasil.

Na ocasião, ele mencionou uma série de desafios enfrentados pelo estado, entre eles o alto fluxo de entrada de migrantes e solicitantes de refúgio da Venezuela e a pobreza extrema.

O coordenador-residente do Sistema ONU no Brasil, Niky Fabiancic, ofereceu ajuda das agências das Nações Unidas para enfrentar os desafios mencionados, e propôs nova reunião para março ou abril do ano que vem, a ser realizada em Roraima.

Marcha em Montevidéu, Uruguai, reuniu sociedade civil e representantes da ONU em 2017 para pedir o fim da violência contra as mulheres. Foto: ONU Mulheres/Sahand Minae

Em dia mundial, ONU pede solidariedade a mulheres sobreviventes de violência

Em mensagem para o Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra a Mulher, lembrado em 25 de novembro, agências da ONU pediram solidariedade a mulheres sobreviventes de agressões e violações de direitos.

Organismos celebraram a força de movimentos sociais, como o #MeToo (#EuTambém), que expuseram a dimensão dos abusos baseados em gênero — quando a mulher é atacada ou intimidada apenas por ser mulher.

Lista da OMS apresenta diagnósticos essenciais para melhorar tratamento e saúde da população. Foto: Agência Brasil

São Paulo promove ações para incentivar testagem de HIV, sífilis e hepatites entre jovens

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), o Instituto Cultural Barong e o Programa Municipal de DST/AIDS (PM DST/AIDS), da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de São Paulo, lançam no próximo domingo (25) o Viva Melhor Sabendo Jovem.

A iniciativa tem como objetivo incentivar a testagem de HIV, sífilis e hepatites B e C em jovens da capital paulista, além de reforçar a adesão ao tratamento em caso de positividade do(s) exame(s). Para isso, leva uma van a locais que os jovens mais frequentam, e utiliza a metodologia de educação entre pares, isto é, jovens abordando e orientando jovens. O resultado dos testes é informado em cerca de 30 minutos.

Da esquerda para a direita, Florence Bauer (UNICEF), José Egas (ACNUR), Stéphane Rostiaux (OIM) e Irina Bacci (UNFPA). Foto: ACNUR/Victoria Hugueney

Agências da ONU recebem prêmio por resposta humanitária à crise venezuelana

Agência da ONU para Refugiados (ACNUR), Organização Internacional para as Migrações (OIM), Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) e Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), junto ao Exército Brasileiro, foram reconhecidos pelo Ministério dos Direitos Humanos brasileiro pelas ações conjuntas de atendimento a pessoas vindas da Venezuela. A premiação foi concedida nesta quarta-feira (21), em Brasília (DF).

Edifício-sede do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro. Foto: MP-RJ/Alziro Xavier

Ministério Público do RJ assina resolução para priorizar apuração de crimes contra jovens

Ação faz parte da mobilização pelo Dia Mundial da Criança, comemorado em 20 de novembro pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e incorporado ao calendário anual do Ministério Público estadual.

Resolução aborda crimes que resultem na morte de crianças e adolescentes. A medida determina que os trâmites relativos à apuração e à responsabilização dessas violações sejam priorizados pelas Promotorias de Justiça.

Prefeito de Vitória, Luciano Rezende, com os adolescentes Lara Viana, de 14 anos, e Davi Calazans, de 15, em foto de novembro de 2017. Foto: UNICEF

Adolescentes reúnem-se em Vitória para discutir maior participação na gestão municipal

Cerca de 50 estudantes da rede municipal de educação se reuniram nesta terça-feira (20) em Vitória (ES) para discutir caminhos para uma maior participação de adolescentes no desenvolvimento da cidade.

A atividade faz parte da celebração do Dia Mundial da Criança, promovido pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e que integra o calendário do município desde 2017. Celebrada no mundo todo, a data ganha ainda mais importância no Brasil por coincidir com o Dia da Consciência Negra.

Surto de zika é oportunidade de país discutir temas como autonomia sexual e reprodutiva das mulheres, segundo especialistas da ONU. Foto: OPAS

UNICEF discute gravidez na adolescência em Fortaleza

Em 2017, 5.160 bebês nasceram de mães adolescentes em Fortaleza. Diante dessa realidade, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e a Prefeitura da capital promovem a V Semana do Bebê com o tema “Gravidez na Adolescência: Precisamos conversar sobre isso”.

Com oficinas até a próxima sexta-feira (23) em diferentes espaços públicos, a iniciativa vai difundir informações para evitar as gestações não planejadas entre os jovens.

Jovens negros são as principais vítimas e estão em situação de maior vulnerabilidade à violência no Brasil. Foto: EBC

Articulado pelo UNICEF, comitê de prevenção a homicídios de jovens será lançado em Salvador

Será lançado em Salvador (BA) nesta quarta-feira (21) o Comitê de Prevenção de Homicídios de Crianças, Adolescentes e Jovens.

Articulado pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), o comitê será instituído formalmente pelo Ministério Público do Estado da Bahia e será liderado por um grupo gestor composto por 13 instituições.

Somente na capital baiana, 260 meninos e meninas com idades entre 10 e 19 anos foram assassinados em 2016. Desse total, 237 eram negros, representando 91% do total de adolescentes assassinados.

Refugiados rohingya caminham por uma trilha durante uma forte chuva de monções no campo de refugiados de Kutupalong, no distrito de Cox's Bazar, em Bangladesh, para milhares de rohingya fugiram no último ano. Foto: ACNUR/David Azia

Bangladesh diz que refugiados rohingya não serão devolvidos à força para Mianmar

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) elogiou nesta sexta-feira (16) a confirmação de autoridades de Bangladesh de que refugiados rohingyas não serão devolvidos para Mianmar contra vontade, em meio a relatos de recorrentes violações de direitos humanos no país.

Centenas de milhares de muçulmanos rohingyas fugiram de Mianmar para os acampamentos de Cox’s Bazar, em Bangladesh, desde agosto de 2017, em meio a amplos e sistemáticos atos de violência contra eles por parte das forças de segurança do país.

UNICEF celebra Dia Mundial da Criança com ações para levar meninos e meninas brasileiros para espaços de decisão e participação política. Foto: UNICEF

UNICEF convoca jovens brasileiros a participar de processos políticos

Em campanha do Dia Mundial da Criança, comemorado em 20 de novembro, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) promove ao longo da próxima semana uma série de atividades para levar meninos e meninas brasileiros a espaços de participação política.

A mobilização do UNICEF também terá uma frente online, com o engajamento via redes sociais de celebridades, influenciadores e todas as pessoas que quiserem se unir à agência da ONU.

A atriz britânica Millie Bobby Brown protagoniza novo vídeo lançado pelo UNICEF para o Dia Mundial da Criança, celebrado em 20 de novembro. Foto: Reprodução

Atriz de Stranger Things lidera elenco de estrelas em novo vídeo do UNICEF

A atriz britânica Millie Bobby Brown, conhecida pela série Strangers Things, se uniu aos embaixadores do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) — o ator britânico Orlando Bloom, o norte-irlandês Liam Neeson, a youtuber canadense Lilly Singh, a cantora e compositora britânica Dua Lipa e os artistas performáticos do Blue Man Group — em um novo vídeo lançado pela agência da ONU às vésperas do Dia Mundial da Criança, celebrado em 20 de novembro. Assista ao vídeo.

Projetos podem se transformar em tecnologias sociais disponibilizadas a instituições de ensino de todo o Brasil. Foto: PEXELS

UNICEF e Samsung divulgam vencedores de maratona para criação de apps para escolas

Alunos de escola pública, professores, designers e programadores de todo o país se reuniram em São Paulo na semana passada (31) para o evento de encerramento da Maratona UNICEF Samsung.

Voltada à melhoria da qualidade da educação brasileira, a maratona teve como foco a criação de projetos de aplicativos para os anos finais do ensino fundamental.

A maratona é uma iniciativa do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e da fabricante de eletrônicos Samsung, desenvolvida em parceria com a Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro (Softex), por meio do programa Brasil Mais TI.

Família em El Salvador durante refeição com canja de frango. Foto: PMA/Rein Skullerud

ONU apresenta relatório anual sobre fome e nutrição na América Latina

Agências da ONU apresentam na próxima quarta-feira (7), no Chile e no Panamá, o levantamento anual da FAO sobre a fome na América Latina e Caribe. A edição de 2018 do relatório analisa a relação entre desigualdades sociais e o aumento da desnutrição na região.

Documento traz os números mais recentes sobre insegurança alimentar e também sobre obesidade. Os dois eventos de lançamento poderão ser acompanhados ao vivo pela internet.

Aula de defesa pessoal faz parte de projeto da ONU e instituições de Roraima para abordar o respeito à diversidade de gênero e orientação sexual. Iniciativa é voltada para venezuelanas e venezuelanos LGBTI. Foto: UNFPA Brasil/Yareidy Perdomo

Em Roraima, ONU apoia aulas de defesa pessoal para mulheres e indivíduos LGBTI da Venezuela

Em Boa Vista (RR), agências das Nações Unidas e instituições locais oferecem aulas gratuitas de defesa pessoal para mulheres e pessoas LGBTI que deixaram a Venezuela. Projeto visa diminuir os riscos de violência de gênero ou motivada por questões de orientação sexual. Com encontros semanais previstos até 15 de dezembro, o programa também promove diálogos sobre temas de saúde e desigualdades entre homens e mulheres.

Relatório do UNICEF apontou que riqueza dos países não garante oferta de educação de qualidade. Foto: Banco Mundial/Irina Oleinik

Relatório do UNICEF mostra que riqueza dos países não garante educação de qualidade

A alta riqueza nacional não garante acesso igualitário a uma educação de qualidade, sugere um novo relatório divulgado nesta terça-feira (30) pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

De acordo com o relatório, alguns dos países mais pobres pesquisados, como Letônia e Lituânia, demonstram maior taxa de matrícula na pré-escola e desempenho de leitura mais compatível entre seus alunos do que os países mais ricos.

Um centro de recepção e documentação inaugurado pelo governo federal com apoio do Sistema ONU Brasil na cidade de Pacaraima está há um mês identificando e emitindo documentos para pessoas vindas da Venezuela. Foto: ACNUR/Reynesson Damasceno

ESPECIAL: ONU Brasil apoia governo federal na recepção de refugiados e migrantes venezuelanos

A crise na Venezuela tem gerado um forte aumento no fluxo de entrada de venezuelanos no Brasil. Eles deixam o país por razões como insegurança e perda de renda devido à crise econômica. Desde 2015, mais de 85 mil venezuelanas e venezuelanos procuraram a Polícia Federal para solicitar refúgio ou residência.

As agências da ONU no Brasil têm apoiado os governos municipal, estadual e federal no recebimento dos venezuelanos tanto por meio do ordenamento de fronteira, abrigamento, atendimento de saúde e processo de interiorização.

Confira neste documentário especial produzido pela ONU Brasil.

O projeto Alianças no Sertão, desenvolvido em Minas Gerais, é destinado a 300 crianças e adolescentes das comunidades rurais de São João da Vereda e Mato Seco, do município de Montes Claros, e São Roberto, do município de São João da Lagoa. Foto: Itaú-UNICEF

Prêmio Itaú-UNICEF divulga 30 projetos finalistas de sua 13ª edição

O Prêmio Itaú-UNICEF divulgou na quarta-feira (24) os 30 projetos finalistas de sua 13ª edição. Neste ano, a premiação conta com duas categorias: a tradicional Parceria em Ação, em que são reconhecidas parcerias entre organizações da sociedade civil (OSCs) e escolas públicas; e a estreante OSC em Ação, dedicada a projetos realizados exclusivamente pelas OSCs. Foram mais de 3,5 mil inscrições de projetos que trabalham pela garantia de direitos de crianças, adolescentes e jovens em todo o Brasil em 2018.

Campanha de vacinação contra o sarampo no Brasil. Foto: Ministério da Saúde/Erasmo Salomão

Países assinam declaração para atingir cobertura universal de saúde

Países de todo o mundo assinaram nesta quinta-feira (25) a Declaração de Astana, prometendo fortalecer seus sistemas de atenção primária de saúde como um passo essencial para alcançar a cobertura universal. O documento reafirma a histórica Declaração de Alma-Ata de 1978 – primeira vez que líderes mundiais se comprometeram com o tema.

Embora a Declaração de Alma-Ata de 1978 tenha estabelecido uma base para os cuidados primários de saúde, o progresso nas últimas quatro décadas tem sido desigual. Pelo menos metade da população mundial não tem acesso a serviços essenciais de saúde – incluindo cuidados para doenças não transmissíveis e transmissíveis, saúde materno-infantil, saúde mental e saúde sexual e reprodutiva.

Em Trípoli, na Líbia, Mohamed e Mariam são fotografados com bebê, ao lado de fora de centro de detenção de onde foram retirados com destino ao Níger. Foto: ACNUR/Noor Elshin

Agência da ONU retira 135 migrantes do Níger detidos na Líbia

Em meio a crescentes confrontos violentos entre grupos armados rivais na capital da Líbia, Trípoli, a Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) transportou com sucesso por via aérea 135 migrantes e refugiados para segurança no Níger.

Muitos migrantes nigerinos a caminho da Europa são interceptados enquanto tentam cruzar o Mar Mediterrâneo, terminando em centros de detenção na Líbia e voltando para casa com relatos de terríveis abusos de direitos humanos que sofreram.

Nenhuma criança ou adolescente deve ser devolvido ao seu país de origem se houver ameaças à sua vida ou sua integridade pessoal, disse o UNICEF. Foto: UNICEF

UNICEF pede proteção imediata a crianças e adolescentes em trânsito migratório

Atualmente, em toda América Latina e Caribe, cerca de 7 milhões de crianças e adolescentes são migrantes ou buscam refúgio. Nos últimos dias, milhares de pessoas, incluindo um número indeterminado de meninas e meninos, estão viajando da América Central para os Estados Unidos, em condições de intensa vulnerabilidade e enfrentando situações de altíssimo risco.

Diante dessa realidade, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) pede aos Estados e à sociedade em geral que ofereçam proteção e atenção imediata e prioritária às crianças e aos adolescentes durante seu trânsito migratório.

O grupo de organizações de saúde concordou em desenvolver novas formas de trabalhar em conjunto para maximizar recursos e medir o progresso de uma forma mais transparente. Foto: World Health Summit

Onze organizações firmam compromisso para alcançar metas globais de saúde até 2030

Onze chefes das principais organizações de saúde e desenvolvimento do mundo assinaram na sexta-feira (12) o compromisso de encontrar novas maneiras de trabalhar em conjunto para acelerar o progresso para alcançar as metas relacionadas ao tema na Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.

Coordenada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), a iniciativa une o trabalho de 11 organizações, entre elas Fundo Global de Combate à AIDS, Tuberculose e Malária, Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS), Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), ONU Mulheres e Banco Mundial.

O Programa Mundial de Alimentos (PMA) se comprometeu a aderir ao plano nos próximos meses.

Evento do UNICEF teve como objetivo informar gestantes e seus parceiros sobre a sífilis, que pode causar sérios danos ao bebê. . Foto: PEXELS

UNICEF promove bate-papo com gestantes em Belém sobre riscos da sífilis na gravidez

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e a prefeitura municipal de Belém (PA) promoveram nesta quarta-feira (17) na capital paraense um bate-papo com gestantes sobre a sífilis, com o objetivo de lembrar o Dia Nacional de Combate à Sífilis e à Sífilis Congênita, que ocorre no terceiro sábado de outubro (20).

Nesta quarta-feira, a conversa ocorreu com adolescentes gestantes e seus parceiros. No dia 26, será a vez das gestantes adultas e seus parceiros. A proposta é identificar os mitos sobre a doença e poder orientar sobre os riscos que ela representa tanto para os pais como para o bebê.

Chegada ao aeroporto de Maiduguri dos corpos de três agentes humanitários mortos em ataque em 1º de março em Rann, no nordeste da Nigéria. Foto: OCHA/Yasmina Guerda

Chefe da ONU diz estar ‘chocado’ com assassinato de agente humanitária na Nigéria

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, condenou veementemente na terça-feira (16) o assassinato de uma agente humanitária do Comitê Internacional da Cruz Vermelha no nordeste da Nigéria. Ele disse estar “chocado” pela morte, que aconteceu na segunda-feira (15).

A agente humanitária, Hauwa Mohammed Liman, uma parteira e enfermeira de 24 anos, trabalhava na cidade de Rann, próxima à fronteira com Camarões. Ela foi sequestrada em 1º de março, junto a outras duas enfermeiras, Saifura Hussaini Ahmed Khorsa e Alice Loksha, após um ataque de extremistas armados na cidade, no qual dezenas de pessoas foram mortas.