VÍDEO: México um mês após os terremotos

Há um mês, no dia 19 de setembro de 2017, um terremoto de de magnitude 7.1 sacudiu o centro do México, 12 dias depois após outro movimento telúrico ter atingido o sudeste do país, especialmente as regiões de Oaxaca e Chiapas – e exatos 32 anos depois do terrível terremoto de 1985.

Os terremotos recentes deixaram um saldo de pelo menos 400 pessoas mortas, danos a mais de 150 mil habitações, 12 escolas e 1,5 mil monumentos históricos. Os tremores foram seguidos de um imenso impulso de solidariedade – por parte da população, da comunidade internacional e das Nações Unidas. Confira nesse vídeo do Centro de Informação da ONU na região.

Educação para o desenvolvimento sustentável foi tema de encontro de 44 jovens latino-americanos em Brasília. Foto: UNESCO

Iniciativa apoiada pela UNESCO reúne 44 jovens latino-americanos em Brasília para discutir sustentabilidade

Quarenta e quatro jovens lideranças, vindas de 13 países da América Latina e Caribe, foram a Brasília para um workshop promovido pela UNESCO e parceiros. O objetivo do encontro: entender como é possível usar a educação para promover o desenvolvimento sustentável. Participantes receberam orientações para resolver, em suas comunidades, problemas sobre gestão responsável de recursos naturais. Turma também visitou a Chapada Imperial.

Com parceria da ONU, campanha Natal Sem Fome é relançada 10 anos após última edição

Fundada pelo sociólogo Betinho em 1993, a ONG Ação da Cidadania relançou no último domingo (15) a Campanha Natal Sem Fome, encerrada há dez anos. A nova edição do projeto tem a parceria inédita de duas agências da ONU — a UNESCO e a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO). Iniciativa arrecadará doações de comida para populações que passam fome no Brasil.

UNESCO lança na terça-feira (24) Relatório de Monitoramento Global da Educação

A representação da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) no Brasil convida para o lançamento mundial na próxima terça-feira (24) em Brasília (DF) do Relatório de Monitoramento Global da Educação 2017/18.

O documento monitora as novas metas globais de educação das Nações Unidas, consolidadas no Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) número 4, que prevê assegurar a educação inclusiva e equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todas e todos.

Crianças na fila para refeição diária no Equador. Foto: Banco Mundial/Jamie Martin

ONU pede ação internacional para enfrentar as causas da pobreza

Lembrando a importância da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável no sentido de garantir uma vida digna a todos, o secretário-geral da ONU, António Guterres, pediu esforços redobrados para erradicar inteiramente a pobreza no mundo.

“Esta agenda globalmente acordada prevê garantir um planeta saudável e construir sociedades pacíficas e inclusivas para garantir vidas dignas para todos”, disse o secretário-geral em mensagem de vídeo para o Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza. “Sua promessa de não deixar ninguém para trás exigirá abordagens inovadoras, parcerias e soluções”, completou.

A ex-ministra da Cultura francesa Audrey Azoulay foi eleita chefe da UNESCO. Foto: Ministère de la Culture et de la Communication/Didier Plowy/CC

Ex-ministra da Cultura francesa é eleita nova diretora-geral da UNESCO

O conselho executivo de 58 membros da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) elegeu nesta sexta-feira (13) a ex-ministra da Cultura da França Audrey Azoulay para o cargo de diretora-geral da organização, em substituição à búlgara Irina Bokova.

A indicação será submetida em 10 de novembro ao voto da Conferência Geral da UNESCO, que reúne os Estados-membros da organização a cada dois anos.

Cidade de Jérémie, no oeste do Haiti, região atingida pelo Furacão Matthew em outubro de 2006. Foto: MINUSTAH/Logan Abassi

Atividade humana causa agravamento de desastres naturais, alerta UNESCO

Em mensagem para o Dia Internacional para a Redução de Desastre, lembrado neste 13 de outubro, a diretora-geral da UNESCO, Irina Bokova, alertou que as atividades humanas estão associadas ao agravamento de fenômenos naturais extremos. Segundo a agência da ONU, apenas em 2016, 24,2 milhões de pessoas tiveram que sair de suas casas por causa de catástrofes. Nos últimos 20 anos, mais de 1,35 milhão de pessoas morreram em desastre naturais.

Para UNESCO, professores devem ter autonomia e liberdade na hora de ensinar. Foto: UNESCO

Agências da ONU defendem liberdade dos professores e criticam precarização da profissão

A UNESCO marca o Dia Mundial dos Professores, lembrado neste 5 de outubro, com um apelo por mais autonomia para os profissionais da educação. Em mensagem para a data, a agência da ONU defendeu salários mais justos para educadores e criticou a precarização da carreira, sobretudo nas universidades. Organismo reiterou apoio à liberdade intelectual e pedagógica de docentes em todos os níveis de ensino. Declaração é apoiada também pelo PNUD, UNICEF e OIT.

Preservação de patrimônio documental será um dos temas de destaque de seminário em BH. Foto: Comitê brasileiro do Programa Memória do Mundo

UNESCO e governo promovem seminário em BH sobre patrimônio documental do Brasil

O Comitê brasileiro do Programa Memória do Mundo promove nos dias 3 e 4 de outubro, em Belo Horizonte, o primeiro seminário Programa Memória do Mundo da UNESCO e o Patrimônio Documental Brasileiro. Evento ocupará a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) com debates sobre a importância da conservação e divulgação dos arquivos históricos. UNESCO lançará versão em português de publicação sobre preservação de documentos audiovisuais.

Em um mundo globalizado, o acesso à informação é vital para construir sociedade mais inclusivas e sustentáveis, afirmou a UNESCO. Foto: PEXELS

UNESCO: acesso à informação é vital para construção de sociedades mais inclusivas

No Dia Internacional do Acesso Universal à Informação, a diretora-geral da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), Irina Bokova, lembrou que, em um mundo globalizado, o acesso à informação é vital para a construção de sociedades mais inclusivas e sustentáveis, tendo papel fundamental no avanço da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.

Mulheres e meninas da Libéria protestam pacificamente contra violência baseada em gênero. Foto: ONU/Eric Kanalstein

UNESCO lembra importância da solidariedade mundial para construir mundo pacífico

Em mensagem para o Dia Internacional da Paz, lembrado nesta quinta-feira (21), a diretora-geral da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), Irina Bokova, lembrou o poder da solidariedade mundial para construir um mundo pacífico e sustentável.

“Isso nunca foi tão importante como agora, em um momento de desafios sem precedentes. Novas forças que visam à divisão surgiram, espalhando o ódio e a intolerância”, declarou Irina em comunicado para a data.

Mudanças climáticas ameaçam a Amazônia e, consequentemente, disponibilidade de recursos hídricos para países da região. Foto: Flickr (CC) / Dams999

Representantes de reservas da biosfera da UNESCO discutem estratégias de gestão e conservação

Representantes das reservas da Amazônia Central, da Caatinga, do Cerrado, do Cinturão Verde da Cidade de São Paulo, da Mata Atlântica, do Pantanal e da Serra do Espinhaço reúnem-se amanhã (22), no Jardim Botânico de Brasília, para discutir estratégias de conservação. Evento visa compartilhar experiências de gestão que garantam a manutenção financeira das reservas e a proteção ambiental.

Em um mundo globalizado, o acesso à informação é vital para construir sociedade mais inclusivas e sustentáveis, afirmou a UNESCO. Foto: PEXELS

Lideranças pedem mais esforços para popularizar acesso a internet

Quarenta e oito porcento da população mundial já acessa a internet, mas 3,9 bilhões de pessoas ainda estão desconectadas — e não há perspectiva de melhora nesse cenário até o final do ano. A previsão é da União Internacional de Telecomunicações (UIT). Ao lado de outras agências da ONU, líderes da indústria e de governos, o organismo fez um apelo no final de semana (17) por mais esforços em prol da popularização da rede.

Evento no Rio de Janeiro tem objetivo de reunir especialistas para discutir os rumos da educação,. Foto: Flickr/Agecom/Carol Garcia

UNESCO e UNICEF apoiam evento no Rio sobre futuro da educação

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) apoiam a realização nesta semana (quinta e sexta-feira) no Rio de Janeiro da quarta edição do Encontro Internacional Educação 360, cujo objetivo é discutir os rumos da educação no Brasil e no mundo.

O evento, que acontece na Escola Sesc de Ensino Médio, em Jacarepaguá, reunirá professores, diretores, gestores, especialistas, alunos e representantes de comunidades locais.

Semana Nacional de Trânsito ocorre até 25 de setembro em Brasília (DF). Foto: EBC

UNESCO apoia Semana Nacional de Trânsito e Mobilidade em Brasília

O Departamento de Trânsito do Distrito Federal (DETRAN-DF), com apoio da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), lançou na segunda-feira (18) em Brasília a Semana Nacional de Trânsito e Mobilidade com o objetivo de ampliar a conscientização sobre a segurança no trânsito.

Durante toda semana, serão desenvolvidas atividades educativas, com destaque para o respeito ao pedestre e a mobilidade urbana. Serão realizadas blitzes educativas e atividades abordando direção defensiva, regras de circulação, respeito ao ciclista, celular no trânsito, álcool e direção, além de cursos para pedestres e exposições.

Criança Esperança abre seleção de projetos para serem apoiados em 2019. Foto: UNESCO/Criança Esperança

Criança Esperança abre seleção de projetos a serem apoiados em 2019

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) recebe até 16 de outubro inscrições para a seleção de projetos para o Criança Esperança 2018, a serem apoiados em 2019. O Criança Esperança é uma parceria da agência da ONU com a Rede Globo.

Os projetos escolhidos receberão apoio financeiro de 60 mil a 300 mil reais, variando de acordo com as solicitações e o tamanho de cada iniciativa.

O compartilhamento de notícias falsas tem se tornado um problema de grande complexidade para a população, diz ONU. Foto: Banco Mundial

Verificar informações antes de compartilhar é a melhor forma de combater notícias falsas, destaca fórum da ONU

Em meio ao aumento da proliferação de notícias falsas – “fake news”, em inglês – e do desafio de discernir entre informações verídicas e falsas, um fórum das Nações Unidas discutiu formas de tratar deste complexo assunto. O encontro debateu caminhos para levar aos cidadãos as habilidades e ferramentas necessárias para avaliar a credibilidade de qualquer conteúdo da mídia ou de uma fonte de notícias.

UNESCO promove debate online sobre desafios da alfabetização no mundo digital. Foto: EBC/Lars Plougmann (Creative Commons)

Em bate-papo online, UNESCO discute desafios da alfabetização no mundo digital

Em um mundo em que 750 milhões de adultos ainda são analfabetos e cerca de 264 milhões de crianças e jovens estão fora da escola, como as novas tecnologias digitais podem ajudar a ampliar o acesso à aprendizagem e a melhorar a qualidade da Educação?

O “Hangout UNESCO: Os desafios da alfabetização em um mundo digital” busca responder essa e outras perguntas. A conversa acontece na quarta-feira (13), às 14h30, no canal da UNESCO no Brasil no YouTube, no âmbito das comemorações do Dia Internacional da Alfabetização, celebrado anualmente 8 de setembro.

Jovens acessam Internet em Nairóbi, no Quênia. Foto: UNFPA/Roar Bakke Sorensen (arquivo)

UNESCO premia em Paris iniciativas globais de combate ao analfabetismo

No Dia Internacional da Alfabetização, lembrado nesta sexta-feira (8), a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) premia iniciativas globais de combate ao analfabetismo por meio das novas tecnologias. A entrega do prêmio ocorre na sede da agência da ONU em Paris, na França.

O Prêmio Internacional de Alfabetização da UNESCO deste ano premiará laureados de Canadá, Colômbia, Jordânia, Paquistão e África do Sul. Neste ano, o prêmio e a celebração terão como foco a Alfabetização no Mundo Digital.

Especialistas pedem mais investimentos em políticas públicas de Educação de Jovens e Adultos (EJA). Foto: EBC

Brasil precisa ampliar investimentos na educação de jovens e adultos, alertam especialistas

Mesmo com a queda da taxa de analfabetismo entre maiores de 15 anos na última década, o Brasil permanece entre os dez países do mundo com maior número de analfabetos adultos, segundo a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO).

No Dia Internacional da Alfabetização, lembrado nesta sexta-feira (8), especialistas ouvidos pelo Centro de Informação das Nações Unidas (UNIC Rio) afirmam que o país precisa intensificar seus investimentos na qualidade da educação, de forma a combater a evasão escolar, e em políticas públicas de Educação de Jovens e Adultos (EJA).

UNESCO no Brasil lança publicação sobre processo de criação do Museu de Congonhas

A criação do primeiro e único museu de sítio do país, o Museu de Congonhas (MG), localizado junto ao Patrimônio Mundial do Santuário do Bom Jesus de Matosinhos, ganhou um relato impresso encomendado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) no Brasil.

A publicação “Museu de Congonhas: Relato de uma Experiência”, da arquiteta Jurema Machado, registra o processo de implantação da instituição e suas contribuições para o desenvolvimento do município.

Correntes que prendiam escravos. Foto: ONU/Mark Garten

UNESCO lembra importância do conhecimento sobre a história do tráfico de escravos no mundo

Lembrando a demanda universal por liberdade que levou à insurreição de 1791 de escravos no que é agora o Haiti, a chefe da agência de cultura e educação da ONU enfatizou a importância do ensino dessa história aos mais jovens. A declaração foi feita no Dia Internacional para Relembrar o Tráfico de Escravos e sua Abolição, lembrado nesta quarta-feira (23).

“Todos precisam saber a escala do crime do tráfico de escravos, as milhões de vidas prejudicadas e o impacto disso no destino dos continentes até hoje. Todos precisam ser totalmente informados da luta que levou à abolição, para que juntos possamos construir sociedades mais justas e, portanto, mais livres”, disse Irina Bokova, diretora-executiva da UNESCO, em mensagem para o dia.

Premiação uniu-se à ONU para promover os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Imagem: Fundação BB

Fundação Banco do Brasil anuncia finalistas de premiação em parceria com a ONU

O Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social divulgou na terça-feira (15) as 18 iniciativas finalistas das categorias nacionais e três internacionais. Nove das selecionadas para a última fase da competição são do estado de São Paulo. Três são da Bahia, duas do Ceará, duas do Distrito Federal, uma da Paraíba e uma do Rio de Janeiro. Já na categoria internacional, duas tecnologias são da Argentina e uma de El Salvador. Premiação desse ano fez parceria com a ONU para promover o desenvolvimento sustentável.

Durante o evento, houve apresentação cultural de Luana Euzébio, Cris de Souza, Cleo Street e Thug Dee. Foto: UNFPA Brasil.

Juventude negra é a mais afetada pelas políticas de drogas no Brasil, dizem especialistas

Redução de danos, violência contra jovens e falta de políticas públicas capazes de atender a usuários de drogas foram alguns dos temas que guiaram a segunda sessão de debates na Casa da ONU em Brasília na segunda-feira (14), no âmbito das comemorações do Dia Internacional da Juventude.

O evento foi organizado pela ONU Brasil em parceria com o programa Câmara Ligada da Câmara dos Deputados.

Programas de alimentação escolar podem fortalecer agricultura local e garantir que crianças frequentam o colégio. Foto: PMA / Vinícius Limongi

Escolas sustentáveis de El Salvador são certificadas em concurso da Fundação Banco do Brasil

A iniciativa de alimentação escolar Escolas Sustentáveis, desenvolvida pela prefeitura de Atiquizaya, no Departamento de Ahuachapán, em El Salvador, foi selecionada entre 12 boas práticas internacionais para ser certificada pelo Prêmio de Tecnologia Social da Fundação Banco do Brasil 2017.

A edição 2017 do concurso conta com a cooperação da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) no Brasil e o apoio da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF), do Banco Mundial e do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Jovens durante evento da ONU realizado na FIOCRUZ em 2016 para o Dia Internacional da Juventude. Foto: UNIC Rio/Matheus Otanari

UNESCO: desenvolvimento de qualquer sociedade depende do estímulo aos mais jovens

Às vésperas do Dia Internacional da Juventude, lembrado neste sábado (12), a diretora-geral da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), Irina Bokova, afirmou que o desenvolvimento de qualquer sociedade depende da forma como ela estimula seus jovens.

“O mundo nunca foi tão jovem e está se tornando ainda mais jovem a cada dia que passa. O desenvolvimento de qualquer sociedade depende da forma como ela estimula seus jovens – mulheres e homens, da forma como são apoiados”, disse Irina em comunicado.

A educação é transversal e essencial para o cumprimento de todos os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU. Foto: Govba/Carol Garcia

Educação para o desenvolvimento sustentável é tema de evento em São Paulo

A UNESCO no Brasil e a Secretaria Municipal de Educação de São Paulo uniram-se para a realização de evento sobre Educação para Desenvolvimento Sustentável (EDS). Na ocasião, a Secretaria de Educação apresenta o projeto de EDS no novo currículo da rede municipal de ensino da capital paulista e que deve ser implantado no ano que vem.

O evento de lançamento da iniciativa acontece na terça-feira (15), às 15h30, no Teatro João Caetano (Rua Borges Lagoa, 650, Vila Clementino, São Paulo, SP). A programação começa com a apresentação da publicação Educação para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS): objetivos de aprendizagem e da série de vídeos ODS para Crianças.

Ilhas Rabi, Fiji. A elevação do nível dos oceanos e as mudanças climáticas são ameaças à existência das ilhas do Pacífico. Foto: OCHA/Danielle Parry

Curso online da ONU sobre mudanças climáticas está disponível em português

O curso em português sobre mudanças climáticas é fruto de parceria entre o governo brasileiro, a UNESCO no Brasil e o UN CC: Learn, projeto que envolve mais de 35 agências das Nações Unidas.

A versão em português será lançada em evento da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo, na terça-feria (15), às 15h30, no Teatro João Caetano (Rua Borges Lagoa, 650, Vila Clementino, São Paulo, SP).

Jovens negros são as principais vítimas e estão em situação de maior vulnerabilidade à violência no Brasil. Foto: EBC

Com apoio da UNESCO, governo federal relança plano de combate à violência contra jovens

A Secretaria Nacional de Juventude (SNJ) relançou no escritório da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), em Brasília (DF), o Plano Juventude Viva, cujo objetivo é reduzir a vulnerabilidade de jovens expostos à violência no Brasil. Também foi iniciada a atualização do Índice de Vulnerabilidade Juvenil à Violência e à Desigualdade Social (IVJ), indicador criado em 2014 que comprovou que jovens negros são as principais vítimas da violência.

Os jovens representam 26% da população brasileira, mas somam 58% das vítimas por arma de fogo no período de 1980 a 2014, segundo o Mapa da Violência. Os jovens negros representam a maior parte das vítimas.

Estudantes assistem a espetáculo na escola Barros Barreto, em Salvador, Bahia. A performance abordava temas sociais como racismo e discriminação por gênero. Foto: UNICEF/Claudio Versiani

UNESCO incentiva municípios brasileiros a cumprir metas de educação da ONU

A UNESCO no Brasil participa do 16º Fórum Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação, organizado pela União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME) em Fortaleza. Agência da ONU apresenta a Agenda Educação 2030 e lança a publicação “Reflexões de apoio para o desenvolvimento curricular no Brasil: guia para gestores educacionais”. Na sexta-feira (11), às 11h, uma especialista do organismo participa de debate sobre marcos internacionais.

Estudo “Perspectivas Econômicas da América Latina 2017” mostrou realidade dos jovens latino-americanos e caribenhos. Foto: EBC

Projeto da UNESCO para inserir jovens no mercado apresenta iniciativas na Campus Party Salvador

O projeto “Educação Livre — Aprendizagem Digital para Inclusão no Mundo do Trabalho” participa a partir desta quinta-feira (10) da Campus Party Salvador, com apresentações temáticas sobre voluntariado, rede colaborativa com organizações da sociedade civil e linguagem para web. Iniciativa é fruto de parceria entre o Serviço Social da Indústria (SESI), o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e a UNESCO no Brasil. Evento na Bahia vai até 13 de agosto.