VÍDEO: O que é desenvolvimento sustentável?

ONU e BNDES reafirmam importância das parcerias para a conquista dos objetivos globais

A conquista dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) pelo Brasil até 2030 depende de parcerias e da cooperação entre governos, sociedade civil, academia e setor privado, inclusive no âmbito municipal.

Essa foi a conclusão de participantes do “IV Seminário sobre a Localização dos ODS no Brasil: Parcerias para Integrar, Inovar e Incluir”, realizado nesta sexta-feira (26) pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no Rio de Janeiro.

Niky Fabiancic, coordenador-residente do Sistema Nações Unidas no Brasil, durante o encontro de 30 anos da ABC. Foto: Marcelo Guimarães/ABC

Sistema ONU no Brasil participa de comemorações dos 30 anos da Agência Brasileira de Cooperação

Representantes do Sistema ONU no Brasil participam nesta quinta e sexta-feira (25 e 26) de eventos em comemoração aos 30 anos da Agência Brasileira de Cooperação (ABC).

A ABC foi criada para coordenar os programas e projetos brasileiros de cooperação técnica, no âmbito da política externa brasileira. Integrada ao Ministério das Relações Exteriores (MRE), a ABC trabalha no fortalecimento da cooperação do Brasil com o exterior.

Filme ‘Baixada Nunca Se Rende’ será exibido esta semana no interior de SP

Lançado este mês no Cine Odeon, no Rio, o filme do Centro RIO+ “Baixada Nunca se Rende” será exibido em diversas cidades brasileiras, começando por Botucatu, interior de São Paulo, e Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

O filme de Christian Tragni e Juliana Spinola faz parte de um projeto-piloto que tem como objetivo desenvolver nova metodologia de engajamento de cidadãos das periferias com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS).

As PCBs são fluidos isolantes presentes, principalmente, no setor elétrico. Foto: Deni Williams/Flickr CC.

PNUD e governo selecionam empresas para trabalhar com gestão de substâncias cancerígenas no setor elétrico

Até 20 de junho, o Ministério do Meio Ambiente e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) estão com edital aberto para a contração de empresas ou de consórcios interessados na realização de dois novos projetos demonstrativos de inventário e de planos de gestão das Bifenilas Policloradas (PCBs). Iniciativas serão implementadas na Eletrobras Eletrosul S.A e na Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica (CEEE-D).

Agência da ONU e BNDES promovem seminário sobre parcerias para o desenvolvimento sustentável

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) promove na sexta-feira (26) junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) um seminário no Rio de Janeiro com o objetivo de discutir parcerias entre setores e políticas para o desenvolvimento sustentável.

Representantes de sociedade civil, setor privado, organismos internacionais, academia e governos participarão dos debates.

A Confederação Nacional dos Municípios (CNM) e o PNUD lançaram o “Guia para Integração dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável” durante a 20ª Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios. Foto: Agência Brasil / Marcello Casal Jr

Confederação de municípios e agência da ONU lançam guia para promover objetivos globais

A Confederação Nacional dos Municípios (CNM) e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) lançaram o “Guia para Integração dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)” durante a 20ª Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, encerrada na quarta-feira (20) em Brasília.

A proposta da publicação é orientar prefeitas e prefeitos na promoção dos ODS no nível municipal e no planejamento de políticas públicas para o alcance da Agenda 2030.

Refugiadas receberam informações sobre acesso a ensino superior, técnico e profissionalização no Brasil. Foto: Rede Brasil Pacto Global/Fellipe Abreu

Refugiadas vivendo em São Paulo recebem orientações para ingressar no ensino superior e técnico

Na semana passada, em São Paulo, refugiadas da Síria, República Democrática do Congo, Colômbia, Nigéria e Moçambique participaram de mais uma rodada do projeto “Empoderando Refugiadas”, coordenado pela ONU.

Foi o terceiro encontro da iniciativa em 2017. No evento, realizado na sede da consultoria jurídica EMDOC, estrangeiras conheceram oportunidades de capacitação em universidades brasileiras e outras instituições.

Geleia de umbu é um dos produtos expostos pelo Bem Diverso no AgroBrasília. Foto: PNUD

Em feira agrícola no DF, projeto da ONU apresenta produtos feitos a partir do extrativismo sustentável

Castanha-do-pará, farinha de babaçu, geleia e compotas de umbu feitos a partir do extrativismo sustentável e da agricultura familiar. Esses são os produtos que o projeto Bem Diverso — uma iniciativa do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) — apresenta até o próximo domingo (20) na 10ª edição do AgroBrasília, a Feira Internacional dos Cerrados. Objetivo é levar tema da gestão sustentável de recursos naturais para empreendedores do agronegócio.

Em Belo Horizonte, jovens realizam uma partida de 'queimado' temática, para discutir questões de gênero e orgulho LGBTI. Imagem de 2016. Foto: Mídia Ninja (CC)

Em dia internacional, ONU defende igualdade de direitos e mais acesso a serviços para pessoas LGBTI

Por ocasião do Dia Internacional contra a Homofobia, a Transfobia e a Bifobia, lembrado nesta quarta-feira (17), dirigentes da ONU fizeram um apelo por mais respeito ao amor em toda a sua diversidade. Agências da ONU defenderam o fim da discriminação, ainda responsável por excluir pessoas LGBTI dos serviços de saúde, do mercado de trabalho e da proteção institucional para famílias e casais.

No Brasil, representantes das Nações Unidas alertaram para a violência motivada pela orientação sexual em evento na sede nacional do organismo, localizada em Brasília.

Foto: Fora do Eixo (CC)

Agências da ONU reúnem jovens do RJ para discutir desafios globais

Para conectar jovens de diferentes países e discutir desafios globais, o Observatório Internacional da Juventude, em parceria com organismos das Nações Unidas, promove na próxima quarta-feira (17), na Fundação Getúlio Vargas (FGV) do Rio de Janeiro, a III edição do programa Empodera Youth.

Iniciativa terá a participação de representantes do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), do Centro RIO+ do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e do Programa de Voluntários das Nações Unidas (UNV).

O documento consolida o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) e 170 indicadores socioeconômicos para o Brasil. Foto: EBC

Grupos vulneráveis têm melhora no IDH municipal, mas desigualdades persistem no Brasil

Relatório lançado nesta quarta-feira (10) pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) mostrou que houve melhora do Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) entre os grupos mais vulneráveis — como mulheres, negros e população rural — entre 2000 e 2010.

No entanto, as desigualdades persistem. Apesar de diferença entre o IDHM de negros e brancos ter se reduzido pela metade no intervalo de dez anos, o IDHM da população negra era 14,4% inferior ao dos brancos em 2010.

Artistas da Baixada Fluminense apresentarão músicas sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU. Foto: Centro RIO+

Estreia no Rio documentário sobre parceria entre a ONU e coletivo de músicos da Baixada Fluminense

Estreia na próxima quarta-feira (17), no Rio de Janeiro, o filme “#BXD – Baixada Nunca Se Rende”, documentário sobre o projeto-piloto “Música para Avançar o Desenvolvimento Sustentável” — uma parceria entre a ONU e o coletivo aberto de músicos Baixada Nunca Se Rende. A exibição da produção cinematográfica acontece às 18h30 no Cine-Odeon, que também receberá artistas da Baixada Fluminense para apresentações musicais.

Eventou reuniu 4 mil escoteiros de diferentes faixas etárias. Foto: UNV/Ester Coelho/Divulgação

Encontro de escoteiros no Rio debate metas da ONU com 4 mil jovens

No último domingo (7), cerca de 4 mil crianças, adolescentes e adultos do Rio de Janeiro se uniram para discutir como tornar o futuro mais sustentável. Isto porque o Grande Jogo Escoteiro deste ano teve como tema principal a Agenda 2030 da ONU. Jovens de sete a 21 anos participaram de atividades de conscientização, além de assinarem publicamente um Termo de Compromisso Pioneiro para o Desenvolvimento Sustentável.

Encontro de escoteiros foi promovido com o apoio do Programa de Voluntários das Nações Unidas (UNV) no Brasil, do Centro Rio+ e do Cap-Net.

Raul Chambote (PMA), Diana Sawyer (IPC-IG), Christiani Buani (PMA), Ute Meir (PMA), Rodrigo Baena Soares (Embaixada do Brasil), Álvaro da Silva (MINEC), Marcia de Castro (ONU), Bettina Maas (UNFPA) e Tatiana Teles (DFID) Foto: ONU Mulheres/Juliana Maia

Brasil, Reino Unido, Moçambique e ONU discutem como combater pobreza e desigualdades de gênero

Em Maputo, o seminário “Parcerias inovadoras em Proteção Social, Segurança Alimentar e Nutricional e Gênero: Moçambique, Brasil, ONU e Departamento do Reino Unido para o Desenvolvimento Internacional (DFID)” reuniu especialistas e representantes de governos para discutir o impacto da cooperação Sul-Sul em Moçambique. Ocorrido em 3 e 4 maio, evento teve a participação do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) e da ONU Mulheres.

Município de Belford Roxo, na Baixada Fluminense, Rio de Janeiro. Foto: EBC

ONU e instituto de design convidam para pré-lançamento de documentário sobre Baixada Fluminense

O escritório do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) no Rio de Janeiro e o Istituto Europeo di Design (IED) convidam correspondentes internacionais, jornalistas brasileiros e o corpo diplomático a participar do pré-lançamento do documentário “Baixada Nunca Se Rende”.

O filme, dirigido pelo italiano Christian Tragni e pela brasileira Juliana Spinola, mostra o potencial da música e das artes para a transformação da realidade da Baixada Fluminense, uma das regiões metropolitanas mais violentas do mundo.

Iniciativa seleciona empreendedores para treinamento e participação em cúpula global

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e a incubadora ‘Impact Hub’ anunciaram na quarta-feira (3) o lançamento da segunda edição do Accelerate2030, iniciativa que assessora e divulga projetos de empreendedorismo social para replicá-los e angariar mais investimentos.

Em 2017, a iniciativa encoraja empreendedores de 17 países — Venezuela, Colômbia, Guatemala, Brasil, Gana, Mali, Ruanda, África do Sul, Zimbábue, Ucrânia, Turquia, Armênia, Mianmar, Filipinas, Camboja, México e Malásia — a participar.

O prazo é dia 2 de junho de 2017.

A mudança climática é uma prioridade urgente para a Associação Internacional de Desenvolvimento (IDA), o fundo do Banco Mundial para os mais pobres. Sem um desenvolvimento rápido, inclusivo e adaptado ao clima, as mudanças climáticas poderão resultar em mais de 100 milhões de pessoas a mais na pobreza até 2030.

Financiamento de iniciativas contra as mudanças climáticas é tema de encontro de empresas do Pacto Global

Como o setor privado pode participar da luta contra as mudanças climáticas? Para responder à pergunta, a Rede Brasil do Pacto Global da ONU reuniu especialistas e representantes de empresas na sede da Schneider Electric, em São Paulo, para o primeiro workshop “Diálogos de Financiamento Climático”. Realizado em 25 de abri, encontro discutiu métodos para angariar fundos e investi-los em meios de produção sustentáveis.

Ônibus de hidrogênio desenvolvido pelo PNUD no Brasil. Foto: PNUD Brasil

Ônibus movido a hidrogênio é solução sustentável para problemas de mobilidade urbana do Brasil, diz PNUD

Um ônibus que não emite poluentes e libera apenas água na atmosfera. No Brasil, a ideia já saiu do papel. Solução sustentável foi apresentada pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) no IV Encontro dos Municípios com o Desenvolvimento Sustentável (EMDS), realizado na semana passada em Brasília.

Outros temas do evento incluíram o uso de estatísticas para o planejamento de políticas públicas e para o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU.

Crianças fazem atividades físicas e lúdicas em escola em Joinville, Santa Catarina. Foto: Na Lata/Geração Movimento

Iniciativa premiada pelo PNUD leva atividades físicas para aulas de diferentes disciplinas

Em Joinville, em Santa Catarina, e no Sumaré, em São Paulo, o projeto Geração Movimento mostrou que as atividades físicas podem fazer parte do ensino de todas as matérias escolares. Através da capacitação de professores, iniciativa fomentou planos de aula interdisciplinares e diversificou as práticas corporais propostas para os alunos.

Projeto alcançou mais de 18 mil estudantes desde sua criação, em 2015, e foi reconhecido no ano passado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Gisele Bündchen defende tartarugas marinhas em campanha da ONU. Foto: PNUMA

Campanha da ONU contra caça e tráfico de vida silvestre ganha o ‘Oscar da Internet’

Criada pela ONU Meio Ambiente para conscientizar as pessoas sobre as consequências catastróficas da caça e tráfico ilegais de vida silvestre, a campanha ‘Feroz pela Vida’ foi eleita pelo público para receber um dos Webby Awards – premiação conhecida como o “Oscar da Internet”. Iniciativa das Nações Unidas teve apoio de Gisele Bündchen, Ian Somerhalder, Gael García Bernal, Neymar Jr. e outras celebridades que mobilizaram as redes sociais, alcançando mais de 1 bilhão de pessoas.

Na caatinga sergipana, PNUD desenvolve projetos para capacitar população e promover manejo sustentável da terra e dos recursos naturais. Foto: PNUD Brasil / Tiago Zenero

PNUD apoia comemoração do Dia Nacional da Caatinga em Sergipe

Para celebrar o Dia Nacional da Caatinga, lembrado em 28 de abril, o governo de Sergipe realizou na terça-feira (25), em Aracaju, o I Workshop da Caatinga. Evento abordou técnicas de gestão responsável dos recursos naturais para evitar problemas como a degradação e o esgotamento dos solos. Iniciativa teve apoio do projeto “Manejo do uso sustentável da terra no semiárido do Nordeste brasileiro”, do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Imagem: UIT

Em dia mundial, agência da ONU encoraja mulheres e meninas a participar do mercado de tecnologia

A desigualdade de gênero também é um obstáculo na hora em que mulheres decidem acessar a rede mundial de computadores ou planejar uma carreira na área de tecnologia. Segundo a União Internacional de Telecomunicações, há 257 milhões a menos de usuárias de internet na comparação com os homens conectados.

Para reverter esse cenário, a agência da ONU lembra, neste 27 de abril, o Dia das Meninas na área de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), com atividades de capacitação em diferentes partes do mundo, incluindo no Brasil.

Assinatura do protocolo aconteceu durante a abertura oficial do IV Encontro de Municípios com o Desenvolvimento Sustentável. Foto: PNUD Brasil/Tiago Zenero

Frente Nacional de Prefeitos, Caixa e PNUD firmam acordo para promover metas da ONU em municípios

Durante a abertura do IV Encontro de Municípios com o Desenvolvimento Sustentável (EMDS), que teve início na terça-feira (25), em Brasília, a Frente Nacional de Prefeitos, a CAIXA e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) firmaram um novo acordo para apoiar o Observatório de Consórcios Públicos do Brasil e também para promover a Agenda 2030 da ONU a nível local.

Marcha das Margaridas de Brasília em 2015. Foto: ONU Mulheres/Isabel Clavelin

Em Moçambique, mulheres reúnem-se pela igualdade de gênero no campo

Trabalhadoras rurais de Brasil, Angola, Cabo Verde, Guiné Bissau, Moçambique e Portugal reúnem-se em Maputo, capital moçambicana, para discutir uma agenda internacional de luta pelo empoderamento das mulheres do campo.

“Elas fazem parte de um dos grupos em situação de maior vulnerabilidade que, ao mesmo tempo, são agentes centrais para a erradicação da pobreza e promoção da segurança alimentar e nutricional”, disse Nadine Gasman, representante da ONU Mulheres Brasil.

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) lançou um livro de receitas que leva em conta a mudança global do clima. Foto: Andrea Egan/PNUD

Agência da ONU lança livro de receitas adaptadas à mudança global do clima

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) lançou um livro de receitas que leva em conta a mudança global do clima, seus efeitos na segurança alimentar de países em desenvolvimento e como comunidades estão adaptando suas próprias receitas para sobreviver.

O livro lançado em Nova Iorque contém receitas tradicionais de seis países — Cabo Verde, Camboja, Haiti, Mali, Níger e Sudão — e narrativas individuais de como as pessoas lidaram com as mudanças em suas fontes tradicionais de alimentos.