PNUD lança segunda fase da resposta integrada à COVID-19

A segunda fase da resposta integrada do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) à crise causada pela COVID-19 é projetada para ajudar os tomadores de decisão a olhar “Além da recuperação: Em direção a 2030”.

Ao abranger o papel de liderança técnica do PNUD dentro da resposta socioeconômica da ONU à pandemia, a nova etapa tem foco em quatro áreas principais: governança, proteção social, economia verde e disrupção digital.

PNUD é terceira organização de desenvolvimento mais transparente do mundo, diz índice

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) é uma das agências mais transparentes do Sistema ONU e a terceira organização de desenvolvimento mais transparente do mundo, de acordo com o principal índice global de organismos de cooperação, publicado no fim de junho (24).

O Aid Transparency Index de 2020 (Índice de Transparência em Cooperação, em tradução livre) classificou o PNUD com uma pontuação de 96,6 de 100. A agência aumentou seu posicionamento em 1,2 ponto desde que o último índice foi publicado, em 2018, perdendo apenas para o Banco Asiático de Desenvolvimento (98) e para o Banco Mundial (97,1), outro organismo do Sistema ONU.

Vista de Recife. Foto: MTUR/Bruno Lima

Agências da ONU prestam apoio técnico a programa de prevenção ao crime em Pernambuco

O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) firmou parceria com a Secretaria de Políticas de Prevenção à Violência e às Drogas de Pernambuco e com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) para prestar apoio técnico na implementação e no monitoramento de parte do programa de prevenção ao crime e à violência no estado.

A iniciativa conta ainda com a parceria do Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos (ONU-Habitat).

Profissional de saúde coleta amostras para teste de COVID-19 no Hospital Estadual Mimar Sinan, em Istambul, Turquia. Foto: PNUD Turquia/Levent Kulu

Relatório da ONU sobre progresso dos ODS aponta que COVID-19 está comprometendo avanços sociais

De acordo com o Relatório 2020 dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, o mundo está progredindo – mesmo que de forma irregular e insuficiente – em áreas como melhora da saúde materna e infantil, expansão do acesso à eletricidade e aumento da representação das mulheres nos governos.

Mesmo assim, esses avanços foram contrabalanceados pelo aumento da insegurança alimentar, da deterioração do meio ambiente natural e das persistentes e generalizadas desigualdades. Leia o relato do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Reciclador em cooperativa de reciclagem de resíduos, em Votorantim, São Paulo. Foto: Paula Mariane - ODS 12

Curso online para cooperativas busca impulsionar projetos de desenvolvimento sustentável

A Organização das Cooperativas do Brasil (Sistema OCB) e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) lançaram no sábado (4) o primeiro de uma série de cursos online com o objetivo de fomentar projetos ligados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) nas cooperativas brasileiras.

O curso já está disponível na plataforma de Educação a Distância do Sistema OCB. Serão quatro cursos online, e a ideia é formar multiplicadores dentro das cooperativas e também em unidades do Sistema OCB para colocar em prática ações alinhadas às metas globais de desenvolvimento sustentável.

Projeto "Tô de boa" é iniciativa do PNUD com a SENAD para reduzir o envolvimento de jovens e adolescentes com entorpecentes. Foto: Fotografierende/Pexels

PNUD lança projeto de prevenção da oferta de drogas em parceria com governo federal

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), em parceria com a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (SENAD), do Ministério da Justiça e Segurança Pública, lançou um edital para implementar uma fase piloto do projeto “Tô de Boa”. A iniciativa quer diminuir o envolvimento de jovens, adolescentes e pessoas vulneráveis com entorpecentes e marca o Dia Internacional de Combate às Drogas, lembrado em 26 de junho.

“Tô de Boa” é a sigla para Trabalho Orientado de Desenvolvimento Econômico e Biopsicossocial baseado na Oferta de Alternativas e está alinhado com a Política Nacional de Drogas da SENAD. O edital busca uma instituição para elaborar o modelo e a metodologia do projeto. A organização selecionada fará também a implementação, o monitoramento e a avaliação do projeto piloto, usando métodos de análise de políticas públicas.

Grupo de 174 empresas pede retomada econômica sustentável com atenção ao clima

Empresas comprometidas em reduzir suas emissões de gases de efeito estufa com base em critérios científicos assinaram um manifesto endereçado aos governos, pedindo que a retomada econômica priorize ações contra as mudanças do clima.

Das 174 companhias signatárias, oito são brasileiras – AES Tietê, Baluarte Cultura, EDP Energias do Brasil SA, Grupo Malwee, Lojas Renner SA, Movida Participações SA, Natura e NELM Advogados.

O documento indica a importância da substituição dos combustíveis fósseis e da inovação para a criação de soluções resilientes de baixo carbono, sempre priorizando os empregos mais verdes e o crescimento sustentável. Saiba como participar do movimento.

PNUD apoia universalização da cobertura de esgoto no Mato Grosso do Sul

Com vistas à universalização da cobertura de esgoto no Mato Grosso do Sul, o governo do estado abriu na segunda-feira (15) licitação pública para Parceria Público-Privada (PPP) da Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul) na modalidade de concessão administrativa.

A licitação é resultado de um longo processo de trabalho, que teve início em 2016, quando o governo do estado e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) firmaram acordo de cooperação técnica.

Visita de atendimento do programa Criança Feliz - Foto: Mauro Vieira/Ministério da Cidadania

Agências da ONU fortalecem capacidade de visitadores familiares em meio à pandemia

Para apoiar o Programa Criança Feliz no contexto da pandemia, agências do Sistema ONU estão desenvolvendo uma série de conteúdos para fortalecer o trabalho dos visitadores familiares do programa.

Toda semana, esses profissionais recebem vídeos, podcasts e conteúdos informativos com foco em temas como saúde emocional familiar e os cuidados parentais; ansiedade infantil; entre outros.

O Criança Feliz, que teve início em 2016, é uma política pública com foco no desenvolvimento adequado na primeira infância e articula um trabalho entre os setores de saúde, assistência social, educação, justiça, cultura e direitos humanos. Leia o relato do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

Vencedores do Hackcovid-19 apresentam soluções inovadoras para enfrentar pandemia

Quatro soluções inovadoras com potencial de contribuir para o enfrentamento da pandemia de COVID-19 venceram o Hackcovid-19. Conheça as propostas de cada um dos vencedores do troféu #CientistasPelaVida, três deles na categoria geral e um na categoria computacional.

O hackaton reuniu 983 participantes em uma maratona virtual de programação, ocorrida em maio. A iniciativa é do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas, da Fundação Oswaldo Cruz, e do Laboratório Nacional de Computação Científica com apoio do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Plantação de cana-de-açúcar. Foto: JamesDeMers

Projeto brasileiro usa palha da cana-de-açúcar para gerar energia renovável

Um projeto desenvolvido no Brasil com a palha da cana-de-açúcar para gerar energia renovável é candidato a um prêmio de inovação promovido pelo Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF).

O Projeto SUCRE, gerido pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, visa reduzir as emissões dos gases de efeito estufa por meio da geração de energia renovável, com aumento do uso de palha de cana, antes considerada “resíduo”, para complementar o bagaço já utilizado nas usinas.

UNODC e PNUD firmam parceria para criação do centro de excelência para redução da oferta de drogas

O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) firmou uma nova parceria com a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (SENAD) do Ministério da Justiça e Segurança Pública e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) para a concepção e implantação do Centro de Excelência para a Redução da Oferta de Drogas Ilícitas e fortalecimento da cooperação regional.

O objetivo do Centro é a elaboração de estudos e análises sobre tendências e ameaças representadas pelos diferentes tipos de tráficos de ilícitos e o crime organizado transnacional, possibilitando à Secretaria traçar estratégias para o enfrentamento da oferta de drogas, elemento essencial da dinâmica criminal no Brasil e na América do Sul.

Atividades rurais e extrativistas são essenciais e, por isso, não pararam durante a pandemia. Foto: PNUD/Abed Zagout

Webinar debate prevenção da COVID-19 no meio rural

Atividades rurais e extrativistas são essenciais e, por isso, não pararam durante a pandemia. Para fornecer informações sobre cuidados de prevenção necessários durante plantio, colheita e comercialização, a Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (ANATER) e o Projeto Bem Diverso promovem na quarta-feira (10) o webinar “COVID-19: Medidas de Prevenção no Meio Rural”.

Evento terá a participação da representante residente do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Katyna Argueta.

Como se informar de maneira responsável em tempos de pandemia

O PNUD e a UNESCO uniram forças e lançaram uma campanha de conscientização para incentivar cidadãs e cidadãos a informarem-se com responsabilidade durante a pandemia da COVID-19.

No contexto atual, há uma peculiaridade que a distingue de qualquer outra crise de saúde do passado: o papel das redes sociais e o impacto delas nas pessoas. As plataformas digitais são capazes de viralizar informações valiosas rapidamente e em todas as partes do mundo, mas fazem o mesmo com conteúdos não verificados que podem colocar a população em risco.

PNUD apoia obras do Centro de Difusão de Tecnologias Algodoeiras em Minas Gerais

O Centro de Difusão de Tecnologias Algodoeiras de Catuti, em Minas Gerais, segue em obras para funcionar como espaço de compartilhamento e troca de experiências e boas práticas brasileiras em cotonicultura com 15 países da África.

O espaço terá área construída de 1.204 metros quadrados, que abrigará a usina beneficiadora de algodão, escritórios, salas de reunião e de treinamento, balança de pesagem, galpões para máquinas agrícolas e uma oficina mecânica. As obras seriam finalizadas em abril deste ano, mas a entrega atrasou em função da pandemia da COVID-19.

Rede Brasil do Pacto Global realiza em junho webinars sobre sustentabilidade

A Rede Brasil do Pacto Global reúne especialistas para participarem da série de webinars “Quarentena com o Pacto”. O projeto, que discute sustentabilidade durante a pandemia, tem nova edição em junho e contará com dois encontros.

O primeiro será no dia 4 de junho e apresentará uma visão geral da ferramenta de pegada hídrica e suas aplicações no contexto empresarial. O segundo encontro acontecerá no dia 8 e será sobre o uso da terra no mundo pós-pandemia.

Confira a agenda completa e faça a sua inscrição.

Usina de energia eólica. Foto: Flickr (CC)/Alex Abian

CEPAL apresenta casos de investimentos transformadores para uma economia sustentável

A Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL) das Nações Unidas vem desenvolvendo o Big Push para a Sustentabilidade, uma abordagem renovada para apoiar os países da região na construção de estilos de desenvolvimento mais sustentáveis, baseada na coordenação de políticas para promover investimentos transformadores.

Por meio de chamada aberta, a iniciativa recebeu 131 estudos de casos de investimentos para o desenvolvimento sustentável no país. Houve uma grande diversidade de setores, pluralidade de atores, heterogeneidade de regiões e variedade de iniciativas entre os estudos enviados.

Empresários pedem que líderes de governo planejem uma economia verde na reconstrução pós COVID-19. Foto: Singkham / Pexels

Empresas pedem atenção ao clima nos planos governamentais de recuperação da COVID-19

O Pacto Global da ONU, a iniciativa Science Based Targets (Metas baseadas na ciência), e a coalizão ‘We Mean Business’ reuniram mais de 150 empresas que pedem que os líderes mundiais incluam ações climáticas ousadas no planejamento dos esforços de recuperação da COVID-19.

Juntas, estas empresas empregam 5 milhões de pessoas em 33 países – incluindo o Brasil – e movimentam um mercado de 2,4 trilhões de dólares.

Os dirigentes das empresas assinaram o documento “Unindo Negócios e Governos para se Recuperar Melhor”, onde fazem o apelo aos líderes mundiais, lembrando que “a saúde humana depende da saúde do planeta”. Para eles, uma ação climática ambiciosa é mais necessária do que nunca.

Hackathon virtual reúne 82 propostas de transformação social diante da pandemia

A maratona virtual de desenvolvimento HACKCOVID19, realizada entre 15 e 17 de maio, reuniu 983 participantes para pensarem soluções tecnológicas para os problemas impostos pela pandemia da COVID-19. Ao fim do hackathon, 82 propostas de soluções tecnológicas foram enviadas por brasileiros e estrangeiros residentes em diversas partes do mundo.

O HACKCOVID19 é uma iniciativa é do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF), da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e do Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), com apoio do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Vista aérea de Manaus (AM). Foto: Marcos Amend

Petrobras e PNUD oferecem curso online sobre territorialização da Agenda 2030

Aprofundar o conhecimento sobre as metas da Agenda 2030 para fortalecer o desenvolvimento sustentável local. Com essa perspectiva, a Petrobras e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) estão abrindo vagas para formar a segunda turma do Programa Virtual de Capacitação do Projeto Territorialização e Aceleração dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

As inscrições ficarão abertas até 10 de junho e poderão ser realizadas por meio de um formulário online. A participação é gratuita.

A Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável foi estabelecida pelos países-membros da ONU no fim de 2015. Foto: ONU

CEPAL e Pacto Global realizam webinar sobre investimentos no desenvolvimento sustentável

A Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL) e a Rede Brasil do Pacto Global convidam para webinar Big Push para a Sustentabilidade, que será realizado na terça-feira (26) das 16h às 18h (horário de Brasília).

A CEPAL vem desenvolvendo o Big Push para a Sustentabilidade, que é uma abordagem renovada para apoiar os países da região na construção de estilos de desenvolvimento mais sustentáveis, baseada na coordenação de políticas para promover investimentos transformadores.

Mais de 150 empresas se unem para pedir a líderes mundiais ações climáticas na retomada econômica

No maior esforço de defesa do clima apoiado pelo Pacto Global e liderado por CEOs, 155 empresas, que somam US$ 2,4 trilhões em valor de mercado, e representam mais de 5 milhões de funcionários, assinaram um comunicado pleiteando junto aos governos ao redor do mundo o alinhamento de seus esforços na recuperação econômica frente à crise instaurada pela COVID-19 aos estudos mais atuais em relação às ciências climáticas.

As empresas, que fazem parte da iniciativa Science Based Targets, pedem políticas que aumentem a resistência a choques futuros, apoiando os esforços para manter o aumento da temperatura global até 1,5°C acima dos níveis pré-industriais, em linha com o alcance de emissões líquidas zero antes de 2050. No Brasil, as empresas que já participam da iniciativa são Movida, Grupo Malwee, AES Tietê, Lojas Renner, Natura, NELM Advogados e Baluarte.

60% das crianças em todo o mundo não estão recebendo educação, um nível nunca visto desde os anos 1980. Foto: PNUD Uruguai

COVID-19: Desenvolvimento Humano deve retroceder no mundo pela primeira vez desde 1990

O desenvolvimento humano global – medida combinada dos níveis mundiais de educação, saúde e padrão de vida – pode retroceder este ano pela primeira vez desde que o conceito foi desenvolvido, em 1990, alerta o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Quedas nos níveis fundamentais do desenvolvimento humano estão sendo sentidas na maioria dos países – ricos e pobres – em todas as regiões.

O número global de mortes causadas pela COVID-19 soma mais de 300 mil, ao passo que a renda per capita global neste ano deve cair 4%.

No Níger, 1,6 milhão de crianças vulneráveis ​​são afetadas por crises humanitárias, incluindo o fechamento de fronteiras e medidas de contenção da COVID-19. Foto: UNICEF/Juan Haro

Coordenação é essencial para vencer coronavírus e alcançar objetivos globais

Como a crise sem precedentes da COVID-19 continua causando estragos em todo o mundo – com os mais vulneráveis ​​sofrendo mais -, o chefe da ONU disse nesta terça-feira (19) que a tarefa de erradicar a pobreza e alcançar as metas de desenvolvimento “nunca foi tão desafiadora, mais urgente e mais necessária”.

“Nosso objetivo permanece claro: ajudar os países a navegar e acelerar o progresso em direção aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), respeitando plenamente o princípio da apropriação nacional”, afirmou o secretário-geral da ONU, António Guterres, abrindo a primeira sessão virtual das atividades operacionais para o segmento de desenvolvimento do Conselho Econômico e Social (ECOSOC).

PNUD apoia construção e reforma de centros de atendimento socioeducativo no Brasil

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) trabalha em cooperação com a Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente (SNDCA/MMFDH), oferecendo subsídios para o fortalecimento da proteção integral dos direitos da criança e do adolescente no Brasil, desde 2004.

Um dos eixos desta cooperação é a supervisão de reformas e construções de Unidades de Atendimento à Proteção Integral de Crianças e Adolescentes. Para esta ação, o PNUD e a Secretaria Nacional Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente firmaram parceria com o Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS), que presta assessoria técnica e transfere conhecimentos para que as obras públicas sejam conduzidas de maneira adequada.

Projeto apoia agricultores familiares durante pandemia da COVID-19 em Sergipe

Em Sergipe, agricultores familiares de 15 municípios com Índice de Desenvolvimento Humano muito baixo ​contam com o apoio do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) para superar as dificuldades econômicas geradas pela pandemia da COVID-19.

Durante as medidas de isolamento social, o projeto “Dom Távora” – financiado pelo Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) – está se adaptando para seguir fornecendo apoio consultivo e de capacitação a pequenos agricultores familiares que não podem interromper suas atividades, uma vez que são essenciais para garantir a segurança alimentar na região.

Equipamentos médicos são necessários para atender pacientes da COVID-19 - Foto: Jair Lázaro/UNSPLASH

COVID-19: ONU lança parceria para ampliar produção local de tecnologias de saúde

O Banco de Tecnologia das Nações Unidas, juntamente com o PNUD, a UNCTAD e a OMS, lançaram nesta terça-feira (12) a Tech Access Partnership (Parceria de Acesso a Tecnologia – TAP, em inglês) como parte de uma abordagem coordenada para fortalecer as respostas dos países em desenvolvimento à COVID-19 e aumentar o acesso a tecnologias de saúde que salvam vidas.

À medida que a demanda por equipamentos de proteção individual, dispositivos médicos e diagnósticos aumenta exponencialmente em meio à pandemia global, países com recursos limitados geralmente não conseguem comprar ou produzir as ferramentas necessárias para montar respostas eficazes à COVID-19.

A TAP visa abordar a escassez crítica de tecnologias e equipamentos essenciais de saúde, conectando fabricantes com especialistas importantes e fabricantes emergentes em países em desenvolvimento para compartilhar informações, conhecimentos técnicos e recursos necessários para escalar a produção dessas ferramentas.

Foto: Flickr (CC) / Dams999

ARTIGO: Pagamento por serviços ambientais

Em artigo publicado no jornal Correio Braziliense, a representante-residente do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) no Brasil, Katyna Argueta, elogia projeto assinado pelo governo brasileiro que prevê remunerar quem preservar a floresta Amazônica por meio de compensação por serviços ambientais.

“Os ‘serviços’ podem incluir a proteção de bacias hidrográficas, a conservação da biodiversidade, a promoção do estoque de dióxido de carbono por meio, por exemplo, do replantio de árvores, da manutenção da floresta em pé ou do uso de diferentes técnicas agrícolas.” Leia o artigo completo.

Foto: CCJ/MA

CNJ publica manuais sobre alternativas penais e atenção a egressos do sistema penitenciário

Para apoiar a difusão de conhecimento técnico voltado aos desafios no campo penal, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) publicou novas versões do Manual de Gestão de Alternativas Penais e da Política Nacional de Atenção às Pessoas Egressas.

Os documentos são resultado de consultorias promovidas pelo Departamento Penitenciário Nacional (DEPEN) em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

A publicação desse material pelo CNJ decorre das ações do programa Justiça Presente, que desde 2019 reúne as três instituições para enfrentar problemas estruturais no sistema prisional e no sistema socioeducativo do país.

Um trabalhador da indústria do vestuário costura uma saia em Phnom Penh, Camboja. Foto: Banco Mundial/ Chhor Sokunthea

COVID-19: ONU defende renda básica universal para combater desigualdade crescente

A pandemia da COVID-19 não é apenas uma crise de saúde, mas também está se mostrando um desastre econômico para um grande número de pessoas em todo o mundo.

Uma alta funcionária do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) está pedindo aos países que ofereçam aos cidadãos uma renda básica universal, para ajudar milhões de pessoas que perderam o emprego devido a medidas para conter o vírus, combinadas com níveis crescentes de desigualdade.

Em entrevista ao UN News, Kanni Wignaraja, que dirige o escritório do PNUD na Ásia-Pacífico, explicou por que a ideia da renda básica universal (na qual os governos dão uma quantia mínima em dinheiro a todos os cidadãos, com base em seu status de trabalho ou renda) está começando a ganhar força. Leia a entrevista completa.

Foto: Marcello Casal Jr./ABr

Tribunais debatem enfrentamento da COVID-19 em contextos de privação de liberdade

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) realiza este mês, em parceria com agências das Nações Unidas, uma série de reuniões virtuais com magistrados da área carcerária e do sistema socioeducativo do Judiciário.

Os representantes dos tribunais discutem ações coordenadas para um posicionamento efetivo e uniforme do Judiciário diante do desafio do novo coronavírus para o sistema prisional e socioeducativo.

Uma das propostas da reunião será o fortalecimento dos fluxos de coleta de informação no Judiciário para o acompanhamento e fiscalização de medidas e monitoramento de casos de COVID-19 no sistema prisional.

Criar tecnologias para ajudar a enfrentar os desafios da COVID-19

O Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF), a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e o Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), com apoio do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) organizam um hackathon gratuito, o HACKCOVID19. As inscrições podem ser realizadas a partir do dia 15 de maio. Já a chamada para propostas de desafios está aberta até hoje, dia 4 de maio.

Durante 72 horas, entre os dias 15 e 17 de maio, os participantes vão criar projetos que visem resolver os desafios da COVID-19. Eles poderão trabalhar no desenvolvimento de soluções em diferentes segmentos: saúde, comunidade, populações vulneráveis, empresas e comércio, educação, arte e cultura e meio ambiente e informação.

Trabalhadores comunitários promovem a conscientização sobre a prevenção da COVID-19 e distribuem kits de higiene para famílias urbanas pobres em Bangladesh. Foto: PNUD Bangladesh/Fahad Kaize

Painel de dados do PNUD revela disparidades entre países na capacidade de enfrentar COVID-19

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) lança nesta quarta-feira (29) dois painéis de dados que destacam as enormes disparidades na capacidade dos países de enfrentar e se recuperar da crise da COVID-19.

A pandemia é mais do que uma emergência global de saúde. É uma crise sistêmica de desenvolvimento humano, que já afeta as dimensões social e econômica do desenvolvimento de maneira inédita, lembrou o PNUD.

Passageiros usam máscaras na estação Pinheiros, em São Paulo (SP). Foto: Agência Brasil/Rovena Rosa

Empresas brasileiras reconhecem que não atuar durante crise pode prejudicar reputação

As empresas brasileiras reconhecem que devem se responsabilizar para encontrar soluções aos desafios que chegam com a pandemia de COVID-19, e dizem estar satisfeitas com o que estão fazendo.

Por outro lado, menos da metade disse estar conduzindo ações educativas e sociais, como doações financeiras e/ou de equipamentos e materiais, e apenas uma em cada dez disse estar atuando em parceria com os órgãos governamentais.

É o que mostra o relatório “COVID-19 – Como as Empresas Estão Enfrentando a Pandemia”, produzido pela Rede Brasil do Pacto Global e pela agência global de comunicação Edelman.

Rastreio de passageiros no aeroporto internacional Maya Maya, Brazzaville, no Congo. Foto: OMS/D. Elombat

Academia do Pacto Global tem sessões gratuitas sobre COVID-19

A UN Global Compact Academy, maior plataforma de cursos de ensino a distância para empresas sustentáveis, está promovendo sessões gratuitas sobre a COVID-19.

Os webinars convidam especialistas internacionais e representantes da ONU para falar sobre a pandemia no contexto dos Dez Princípios do Pacto Global e dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

A transmissão é ao vivo, em inglês, e os vídeos são publicados posteriormente no canal do Youtube do Pacto Global.

‘Um novo normal’: ONU estabelece roteiro para estimular economias e salvar empregos após COVID-19

A Organização das Nações Unidas lançou um documento com novas diretrizes para apoiar os países na recuperação social e econômica, criando uma nova economia e mais empregos depois da pandemia da COVID-19.

Alertando que não haverá retorno ao “antigo normal”, a ONU pede apoio internacional e compromisso político para que todas as pessoas tenham acesso a serviços essenciais e proteção social.

São Paulo já soma mais de 1,7 mil mortos por COVID-19. Foto: Agência Brasil/Rovena Rosa

ARTIGO: A necessidade de compensar grupos vulneráveis por ficarem em casa

Em artigo, o diretor regional do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) para a América Latina e o Caribe, Luis Felipe López-Calva, lembra que políticas de distanciamento social, confinamento e quarentena se tornaram fundamentais na luta para “achatar a curva” da COVID-19.

Entretanto, ficar em casa durante a pandemia pode ser um luxo que muitos não têm como bancar. “Assim, para o sucesso das estratégias de redução das infecções pela COVID-19, grupos vulneráveis devem ser compensados economicamente por ficarem em casa.” Leia o artigo completo.

UNESCO promove curso de jornalismo online gratuito para cobertura da COVID-19 - Foto: Pixabay

COVID-19: UNESCO, OMS e Centro Knight lançam curso para jornalistas

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e a Organização Mundial da Saúde (OMS) lançaram um novo Curso Online Aberto e Massivo (MOOC) “Jornalismo em uma pandemia: cobrindo o COVID-19 agora e no futuro”, organizado pelo Centro Knight para Jornalismo nas Américas da Universidade do Texas em Austin.

O curso, que recebeu o apoio da Fundação Knight e do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), é um programa de treinamento on-line de quatro semanas com o objetivo de fornecer aos jornalistas os conhecimentos e ferramentas necessários para cobrir a crise de saúde COVID-19 e suas conseqüências sociais, financeiras e políticas. Ele será oferecido simultaneamente em inglês, espanhol, português e francês.

Enfermeira mede a temperature de menina num Centro de Atenção à Saúde Primária em Beirute, no Líbano, durante a crise da COVID-19. Foto: Fouad Choufany/UNICEF

ONU Mulheres faz chamado ao setor privado por igualdade de gênero na resposta à COVID-19

A pandemia de COVID-19 está afetando as mulheres de várias maneiras, incluindo preocupações com saúde, segurança e renda, responsabilidades adicionais de assistência e maior exposição à violência doméstica.

O setor privado tem um papel importante a desempenhar, não apenas na mitigação do impacto da COVID-19, mas na redução da propagação do vírus, afirmou a ONU Mulheres.

A ação precoce e direcionada do setor privado reduzirá os riscos imediatos à saúde de funcionárias e funcionários, além de reduzir o impacto econômico geral.