Cidades são fonte de riqueza, mas também de desafios de habitação e infraestrutura. Foto: ONU-HABITAT

Centro da ONU analisa mais de 50 iniciativas sobre desenvolvimento urbano sustentável

O Centro Mundial para o Desenvolvimento Sustentável do PNUD (Centro RIO+) lançou nesta semana (17), em Cabo Verde, uma publicação sobre estratégias de planejamento para a sustentabilidade urbana. Documento apresenta um panorama com mais de 50 iniciativas criadas por cidades, coalizações de municípios, universidades, ONGs e setor privado para fomentar o crescimento e o planejamento responsáveis dos centros urbanos a nível municipal.

Fórum sobre os Princípios de Empoderamento das Mulheres foi promovido, no Rio de Janeiro, pela ONU Mulheres e Pacto Global com apoio da White Martins. Foto: Erik Barros Pinto

No Rio, empresas e ONU debatem igualdade de gênero no setor privado

No início de julho (3), a primeira edição do Fórum sobre os Princípios de Empoderamento das Mulheres (WEPs) no Rio de Janeiro reuniu cerca de 150 gestores, especialistas e representantes de companhias e das Nações Unidas para debater a promoção da igualdade de gênero no mercado de trabalho. Presença feminina na chefia de corporações foi um dos destaques das discussões. Encontro foi promovido pela ONU Mulheres e pela Rede Brasil do Pacto Global.

Rede Brasil do Pacto Global anuncia Carlo Pereira como novo secretário-executivo

A Rede Brasil do Pacto Global anunciou na segunda-feira (3) a nomeação do químico e mestre em Ciências pela Universidade de São Paulo (USP) Carlo Pereira como novo secretário-executivo da organização.

Pereira tem mais de 15 anos de experiência em temas relacionados à sustentabilidade corporativa, tais como mudanças do clima, energia renovável e investimento social privado, com passagem por diversas empresas brasileiras.

Rio Piracicaba. Foto: fotospúblicas/Paulo Pinto

Pacto Global da ONU lança relatório sobre desperdício de água em redes de distribuição do Brasil

Em 2015, 182 bilhões de litros de água foram perdidos em vazamentos, fraudes, roubos ou problemas de medição nos 74 municípios banhados pelas bacias dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí. O número é de um levantamento divulgado nesta semana (7) pelo Movimento Menos Perdas, Mais Água – iniciativa criada pela Rede Brasil do Pacto Global da ONU. Volume desperdiçado seria suficiente para abastecer 2,7 milhões de pessoas.

Refugiadas receberam informações sobre acesso a ensino superior, técnico e profissionalização no Brasil. Foto: Rede Brasil Pacto Global/Fellipe Abreu

Refugiadas vivendo em São Paulo recebem orientações para ingressar no ensino superior e técnico

Na semana passada, em São Paulo, refugiadas da Síria, República Democrática do Congo, Colômbia, Nigéria e Moçambique participaram de mais uma rodada do projeto “Empoderando Refugiadas”, coordenado pela ONU.

Foi o terceiro encontro da iniciativa em 2017. No evento, realizado na sede da consultoria jurídica EMDOC, estrangeiras conheceram oportunidades de capacitação em universidades brasileiras e outras instituições.

A mudança climática é uma prioridade urgente para a Associação Internacional de Desenvolvimento (IDA), o fundo do Banco Mundial para os mais pobres. Sem um desenvolvimento rápido, inclusivo e adaptado ao clima, as mudanças climáticas poderão resultar em mais de 100 milhões de pessoas a mais na pobreza até 2030.

Financiamento de iniciativas contra as mudanças climáticas é tema de encontro de empresas do Pacto Global

Como o setor privado pode participar da luta contra as mudanças climáticas? Para responder à pergunta, a Rede Brasil do Pacto Global da ONU reuniu especialistas e representantes de empresas na sede da Schneider Electric, em São Paulo, para o primeiro workshop “Diálogos de Financiamento Climático”. Realizado em 25 de abri, encontro discutiu métodos para angariar fundos e investi-los em meios de produção sustentáveis.

Refugiadas receberam orientações sobre direitos, inserção no mercado de trabalho e aspectos da cultura brasileira. Foto: Rede Brasil do Pacto Global/Fellipe Abreu

Refugiadas vivendo no Brasil aprendem sobre cultura local e direitos das mulheres

Violência de gênero, participação no mercado de trabalho e particularidades da cultura brasileira foram alguns dos temas abordados por empresas do Pacto Global da ONU no segundo workshop do projeto Empoderando Refugiadas, iniciativa que reúne estrangeira vítimas de deslocamento forçado para ajudá-las a conseguir um emprego no Brasil. Encontro aconteceu na semana passada (10), no Instituto Carrefour, em São Paulo, e reuniu cerca de 30 pessoas, entre palestrantes e refugiadas.

André Oliveira, presidente do Pacto Global da ONU no Brasil, destacou importância do combate à corrupção. Foto: Pacto Global/Fellipe Abreu

Pacto Global da ONU mapeia desafios do setor privado para enfrentar corrupção no Brasil

“O problema do Brasil não é a construção civil, não são os trens, não é a carne. O problema do Brasil é a corrupção”. Foi assim que o presidente do Pacto Global da ONU no Brasil, André Oliveira, descreveu a atual crise por que passa o país. Para combater crimes no âmbito corporativo, a rede de empresas reuniu 60 representantes do setor privado, governo e academia na semana passada (21), em São Paulo, para um workshop sobre como coibir ações corruptas.

Integrantes do Sistema ONU no Brasil, do governo federal e de entidades da sociedade civil prestigiaram premiação de direitos humanos do Ministério da Justiça e Cidadania. Foto: ACNUR / Flavia Faria

Iniciativa da ONU com empresas e populações vulneráveis recebe prêmio do Ministério da Justiça

Por promover o envolvimento do setor privado com a defesa dos direitos humanos, incluindo a preparação de mulheres refugiadas para sua inserção no mercado de trabalho brasileiro, a Rede Brasil do Pacto Global recebeu na quarta-feira (14), em Brasília, o Prêmio Direitos Humanos 2016, concedido pelo Ministério da Justiça e Cidadania. Iniciativa da ONU foi reconhecida na categoria “Empresas e Direitos Humanos”.

Expatriação de funcionários de empresas envolve riscos de corrupção, alerta a Rede Brasil do Pacto Global. Foto: Pexels

Pacto Global lança guia para combater corrupção em processos migratórios

Desde a solicitação de um visto até a chegada em um novo país, práticas que não sejam transparentes ou que gerem algum favorecimento fora das legislações previstas podem criar problemas para empresas e executivos que transitam de uma nação para outra. Para coibir condutas criminosas, a Rede Brasil do Pacto Global lançou nesta sexta-feira (9), Dia Internacional contra a Corrupção, um guia de boas práticas sobre o combate à corrupção no mercado de trabalho internacional.

Denise Hills destacou a importância de envolver cada vez mais as lideranças empresariais na busca pelo desenvolvimento sustentável. Foto: Rede Brasil do Pacto Global / Fellipe Abreu

Negócios sustentáveis preservam planeta, reduzem desigualdades e atraem consumidores

Apostar na sustentabilidade é bom para o planeta, para as comunidades e para os negócios. Essa foi a conclusão de especialistas e representantes do setor privado que se reuniram no início de novembro em São Paulo, para o Fórum Pacto Global. Realizado no Museu de Arte da capital paulista (MASP), evento reuniu lideranças corporativas que fazem parte do Pacto Global das Nações Unidas para debates sobre a Agenda 2030 da ONU.

Durante a atividade “Empoderando Mulheres”, 20 refugiadas que vivem no Brasil discutiram questões ligadas à igualdade de gênero, ao mercado de trabalho e também formas de abordar e prevenir a violência contra a mulher. Foto: ACNUR/Ricardo Jayme

Rede Brasil lança guia para empresas sobre contratação de refugiados

Rede Brasil do Pacto Global lançou documentos com perguntas e respostas sobre a contratação de refugiados no Brasil por empresas privadas. Relatório é resultado do diálogo promovido pelo projeto “Empoderando Refugiadas”, ocorrido em junho em São Paulo.

Além de responder a dúvidas, o documento com perguntas e respostas traz um panorama do refúgio no Brasil, explicações sobre os direitos de trabalho destas pessoas, documentos de apoio, bem como casos de empresas que integraram refugiados em sua equipe.

Lançado em 2015, o Movimento Menos Perda, Mais Água tem o objetivo de combater as perdas de água nos sistemas urbanos de distribuição do Brasil. Foto: Pedro França/Agência Senado

Pacto Global pede compromisso de candidatos a prefeito com redução das perdas de água

A Rede Brasil do Pacto Global, por meio do “Movimento Menos Perda, Mais Água”, lançou na semana passada (22), em São Paulo, Carta aos Prefeitos na qual pede que candidatos à prefeitura se comprometam com a temática da redução das perdas de água em suas gestões, caso eleitos. Até o momento, onze candidatos a prefeito das cidades de São Paulo, Campinas, Piracicaba, Piracaia, Caraguatatuba, Atibaia (SP), Maceió (AL) e Porto Alegre (RS) assinaram o documento.