Agências da ONU participam de debate virtual sobre segurança alimentar

A editora Colli Books realiza um debate virtual sobre segurança alimentar em tempos de COVID-19, neste sábado (20) às 16h, e contará com a participação do representante da Organização das Nações para Agricultura e a Alimentação (FAO) no Brasil, Rafael Zavala; e do representante do Programa Mundial de Alimentos (WFP) no Brasil e diretor do Centro de Excelência contra a Fome, Daniel Balaban.

As estimativas sugerem que em 2020 o número de pessoas empurradas para a pobreza extrema poderá chegar a cerca de 49 milhões. A ideia é propor caminhos para ajudar os países a reduzir os efeitos da pandemia no contexto alimentar.

O debate acontecerá no YouTube e Facebook da Editora Colli Books. 

A editora Colli Books realiza um debate virtual sobre segurança alimentar em tempos de COVID-19, neste sábado (20) às 16h, e contará com a participação do representante da Organização das Nações para Agricultura e a Alimentação (FAO) no Brasil, Rafael Zavala; e do representante do Programa Mundial de Alimentos (WFP) no Brasil e diretor do Centro de Excelência contra a Fome, Daniel Balaban.

As estimativas sugerem que em 2020 o número de pessoas empurradas para a pobreza extrema poderá chegar a cerca de 49 milhões. A ideia é propor caminhos para ajudar os países a reduzir os efeitos da pandemia no contexto alimentar.

O debate acontecerá no YouTube e Facebook da Editora Colli Books.

Além do contexto geral, a live discutirá outra questão relevante neste período de pandemia, que é a importância da alimentação escolar. O foco é saber como o Brasil vem atuando para garantir que os estudantes e suas famílias recebam alimentação adequada. As convidadas são Najla Veloso, coordenadora regional de Alimentação Escolar para América Latina e Caribe – Cooperação Brasil – FAO, e Flávia Cordeiro, nutricionista na Secretaria municipal de Educação de Bom Jardim/RJ.

A conversa será mediada pela escritora e jornalista Isa Colli, com apoio das jornalistas Tais Faccioli e Eliane de Santos. “Queremos colaborar para alertar as autoridades quanto à urgência de se criar medidas que evitem o aumento da população em extrema pobreza”, diz a mediadora do debtae, Isa Colli.

Sobre a FAO

A Organização das Nações para Agricultura e a Alimentação (FAO) tem como missão melhorar a produtividade agrícola e a vida das populações rurais, além de elevar os níveis de nutrição e contribuir para o desenvolvimento e o fortalecimento da economia mundial. Nos 40 anos de presença da FAO no Brasil, a Organização e o país têm trabalhado juntos para erradicar a insegurança alimentar e a má nutrição e para melhorar as condições de vida no meio rural.

Sobre o WFP

O Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas (WFP) é a maior agência humanitária do mundo, fornecendo assistência a mais de 100 milhões de pessoas em 83 países. O Centro de Excelência do WFP no Brasil é o resultado de uma parceria que existe desde 2011 entre o WFP e o Governo do país. O escritório apoia governos na África, na Ásia e na América Latina no desenvolvimento de soluções sustentáveis, programas e políticas públicas contra a fome que sejam geridas por governos nacionais. Durante a pandemia da COVID-19, o Centro de Excelência tem colaborando com várias instituições para alavancar doações e amentar o alcance da distribuição de alimentos e equipamento de proteção.

Serviço:

Live “Segurança Alimentar e Agenda 2030 em Tempos de COVID-19”
Quando: Sábado, 20 de junho, às 16h
Onde: Transmissão no YouTube e Facebook da Editora Colli Books (link direto: collibooks.com/aovivo )