Agência da ONU sobre drogas e crime realiza seminário internacional sobre corrupção

Evento realizado em Assunção, Paraguai, debate a aplicação da Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção como ferramenta de programação.

Foto: Wikimedia Commons/Pen Waggener

A Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção como ferramenta de programação foi discutida por representantes de diversas instituições e da sociedade civil na segunda-feira (10) em Assunção, no Paraguai.

Organizado pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC), o encontro reuniu representantes da União Europeia, do Banco Mundial, da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional e do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Duas especialistas internacionais do UNODC, Claudia Sayagó e Virginia De Abajo Marqués, explicaram como a corrupção atrasa o desenvolvimento econômico de um país e representa atualmente uma “ameaça global”, cujo custo excede em muito os danos causados por qualquer crime.

Saiba mais em: http://bit.ly/1dIoJfG