Agência da ONU reafirma apoio aos BRICS durante reunião de ministros do comércio

O diretor-geral da Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (UNIDO), Li Yong, reafirmou o comprometimento total em apoiar a cooperação entre os BRICS — grupo formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul —, no marco da Sétima Reunião de Ministros do Comércio dos BRICS, realizada na cidade de Xangai, na China.

Reunião de ministros dos países dos BRICS reuniram-se em Xangai, na China. Foto: UNIDO

Reunião de ministros dos países dos BRICS reuniram-se em Xangai, na China. Foto: UNIDO

O diretor-geral da Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (UNIDO), Li Yong, reafirmou nesta quarta-feira (2) o comprometimento total em apoiar a cooperação entre os BRICS — grupo formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul —, no marco da Sétima Reunião de Ministros do Comércio dos BRICS, realizada na cidade de Xangai, na China.

Yong enfatizou a importância dos BRICS e cumprimentou o crescimento do grupo em áreas que correspondem ao mandato da UNIDO, que é promover o desenvolvimento industrial inclusivo e sustentável.

O encontro, realizado como evento prévio à Sexta Cúpula do BRICS, reuniu ministros do comércio dos cinco países, que elaboraram nos últimos dias uma declaração conjunta sobre a importância do aumento dos esforços nos campos de comércio e investimentos entre os países, cujos resultados não têm alcançado seu potencial.

“A UNIDO tem sido um forte parceiro dos BRICS por vários anos, e fico contente em saber que nossa cooperação está sendo valorizada pelos países”, disse Li. Segundo ele, essa parceria tem sido demostrada por meio de contínuos pedidos de assistência técnica e de assessoria sobre políticas por parte do grupo, e acrescentou que a UNIDO “dá uma grande importância ao BRICS e possui uma extensa lista de programas de cooperação técnica com cada membro”.

Na declaração, os ministros agradeceram, em nome dos cinco países, a UNIDO e outras organizações internacionais pelo apoio à cooperação econômica e comercial dos BRICS, e receberam com prazer as contribuições internacionais para a cooperação nas áreas econômica e técnica, assim como para capacitações em comércio, facilitação de investimentos, direitos de propriedade intelectual e comércio de serviços.

Durante o encontro, os ministros discutiram a promoção do crescimento comercial, incluindo o comércio eletrônico (ou e-commerce), um dos setores econômicos de maior crescimento no mundo e um mecanismo promissor para a modernização industrial e a criação de empregos.

À margem da reunião principal, o vice-premiê da China, Wang Yang, se reuniu com o chefe da Delegação dos BRICS e outras organizações internacionais. No encontro, Wang destacou a importância da cooperação e da facilitação do comércio e dos investimentos, e fez um chamado de um posicionamento comum do grupo no sistema de comércio multilateral para garantir o sucesso da próxima Conferência Ministerial da Organização Mundial do Comércio (OMC), a ser realizada na Argentina em dezembro deste ano.