Agência da ONU incentiva ONGs brasileiras a adotar esporte para prevenir crime entre jovens

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

Como parte de seus esforços globais para promover o esporte na prevenção do crime juvenil, o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) oferece apoio, por meio de doações, a iniciativas locais de organizações não governamentais. Uma das ações selecionadas foi lançada recentemente no bairro da Cidade de Deus, no Rio de Janeiro.

A ONG brasileira Instituto Companheiros das Américas (ICA) está implementando o Programa Vencer, que liga esportes à empregabilidade através do treinamento de habilidades empreendedoras para jovens em situação de risco. A iniciativa visa ajudar jovens a desenvolver habilidades necessárias para ingressar no mercado de trabalho ou reingressar no sistema de educação formal, fortalecendo sua resiliência ao crime e à violência, ao mesmo tempo em que apoia a comunidade como um todo.

Foto: UNODC

Foto: UNODC

Como parte de seus esforços globais para promover o esporte na prevenção do crime juvenil, o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) oferece apoio, por meio de doações, a iniciativas locais de organizações não governamentais. Uma das ações selecionadas foi lançada recentemente no bairro da Cidade de Deus, no Rio de Janeiro.

A ONG brasileira Instituto Companheiros das Américas (ICA) está implementando o Programa Vencer, que liga esportes à empregabilidade através do treinamento de habilidades empreendedoras para jovens em situação de risco. A iniciativa visa ajudar jovens a desenvolver habilidades necessárias para ingressar no mercado de trabalho ou reingressar no sistema de educação formal, fortalecendo sua resiliência ao crime e à violência, ao mesmo tempo em que apoia a comunidade como um todo.

Como parte de seu programa, a ICA utilizará a metodologia de treinamento em habilidades para a vida do UNODC, o Programa Vamos Nessa, que aborda fatores de risco específicos para o crime e o uso de drogas. Cinquenta jovens inscritos na iniciativa no início do ano continuarão a receber treinamento nos próximos seis meses.

No mês passado, o ICA e a Rede do Esporte para a Mudança Social (REMS) se uniram a várias ONGs como URECE Esporte e Cultura, Instituto Reação, Instituto Rumo Náutico, Instituto Promundo e Fundação Gol de Letra para celebrar o Dia Internacional do Esporte para o Desenvolvimento e a Paz. O evento reuniu dezenas de jovens, incluindo moradores da Cidade de Deus inscritos na iniciativa do ICA, para um dia de diversão por meio de atividades esportivas.

Atividades adicionais estão planejadas para os próximos meses por meio da iniciativa de financiamento do UNODC no Brasil com outras ONGs locais. Entre elas, está a Fundação Assis Chateaubriand, que fornecerá aconselhamento psicológico a jovens marginalizados em centros esportivos selecionados em Brasília, treinando-os para se tornar árbitros de futebol.

Em outra iniciativa, o Instituto Rumo Náutico irá engajar jovens em situação de risco no Rio de Janeiro no evento “Barcos como Instrumentos de Educação”, promovendo o esporte educacional e a vela como uma ferramenta educacional para fortalecer a resiliência da juventude.


Mais notícias de:

Comente

comentários