Ban liga para presidente italiano e manifesta condolências após terremoto

Um forte terremoto atingiu a região central da Itália nesta madrugada deixando ao menos 120 mortos e mobilizando forças de resgate que tentam retirar sobreviventes dos escombros. Foto: Vigili del Fuoco

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, conversou nesta quinta-feira (25) por telefone com o presidente italiano, Sergio Mattarella, para expressar suas profundas condolências a ele e ao povo da Itália pela perda de vidas e destruição causadas pelo terremoto na véspera que deixou centenas de vítimas.

Ban também cumprimentou a Itália por seus esforços vigorosos e oportunos no resgate e na assistência aos afetados pela tragédia. O secretário-geral expressou solidariedade das Nações Unidas com o governo e povo italiano e garantiu prontidão para o fornecimento de auxílio adicional, caso seja requisitado.

Na véspera, Ban havia dito que seus pensamentos estavam com a população da Itália e de Mianmar após os terremotos que atingiram os dois países na quarta-feira (24), segundo comunicado emitido por seu porta-voz.

Na Itália, a imprensa internacional informou que ao menos 250 pessoas morreram. Em Mianmar, informações iniciais indicam que diversos edifícios, incluindo escolas e residências, foram danificados nas regiões de Naipidau, Mandalay e Magwa.

O coordenador humanitário das Nações Unidas, Stephen O’Brien, também lamentou as mortes e os danos causados pelos terremotos na Itália e em Mianmar, enviando condolências às populações e governos dos dois países.

O Escritório das Nações Unidas de Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA) está em contato com autoridades nacionais e continua monitorando de perto a situação, segundo o coordenador humanitário.