Agência da ONU critica decisão uruguaia de legalizar a maconha

Planta de maconha. Foto: ONU/John Robaton

Em meio ao debate crescente sobre a política internacional de controle de drogas na América Latina, a agência da ONU sobre drogas e crimes disse que a decisão do parlamento uruguaio de legalizar a maconha é um golpe contra a cooperação internacional.

Chefe do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC), Yuri Fedotov disse que combater as drogas ilegais e seus impactos depende de perseguir uma resposta abrangente para o problema baseada em saúde, segurança a longo prazo, desenvolvimento e criação de instituições.

“Assim como drogas ilícitas são de responsabilidade compartilhada de todos, há uma necessidade para que cada país trabalhe junto e concorde em conjunto sobre o caminho a seguir para lidar com este desafio global”, disse Fedotov em uma declaração.