Agência da ONU apoia iniciativa a favor da eficiência energética de edificações públicas no Brasil

Inscrições para participar de avaliação comparativa de eficiência energética entre edificações públicas no Brasil, realizada pelo PNUD e pelo Ministério do Meio Ambiente, vão até o final de dezembro.

Edifícios de todo o Brasil podem participar do projeto para a eficiência energética. Foto: MOISES.ON/FLICK CC.

Edifícios de todo o Brasil podem participar do projeto para a eficiência energética. Foto: MOISES.ON/FLICK CC.

Agentes do setor público podem se candidatar até o final deste mês para participar de um estudo comparativo de eficiência energética em edificações públicas do Brasil, realizado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA).

O projeto pretende receber no mínimo 300 inscrições de edifícios para a avaliação comparativa de dados entre os níveis de consumo de energia elétrica em prédios públicos de escritórios acima de 500 metros quadrados de todo o país.

Além disso, 20 edifícios com baixo desempenho em eficiência energética vão ser selecionados para participar da fase de projetos demonstrativos e receber um diagnóstico de sua situação de consumo energético, a instalação de um sistema de medição com gerenciamento local e a capacitação adequada à utilização dos medidores.

A ação faz parte do projeto Transformação do Mercado de Eficiência Energética no Brasil, que tem o objetivo de contribuir com a economia de até 4 milhões de MWh de eletricidade nos próximos 20 anos e de reduzir emissões de gases de efeito estufa em até 2 milhões de toneladas de dióxido de carbono (CO2). O projeto é executado pelo MMA em parceria com o PNUD e é financiado pelo Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF) e pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Para participar do estudo comparativo, basta clicar aqui.