Agência da ONU anuncia novos avanços tecnológicos em telecomunicações

Mais transparências nas cobranças de roaming para consumidores, avanços no desenvolvimento do sistema móvel 5G e padronização do big data em nuvem são algumas das novidades desenvolvidas pela União Internacional de Telecomunicações.

Sao Paulo 01/10/2015 Sao Paulo - ASUS lança novos produtos de telefones celulares. Foto:Fotos Públicas/Oswaldo Corneti

O UIT trabalha para adequar o custo de roaming e no desenvolvimento do sistema 5G de telefonia. Foto:Fotos Públicas/Oswaldo Corneti

A União Internacional de Telecomunicações (UIT) anunciou na terça-feira (15) a elaboração de um guia técnico para Autoridades Reguladoras Nacionais (ARN), que irá auxiliar os reguladores na construção de tarifas justas e acessíveis para serviços móveis de roaming (itinerância). O manual será acompanhado de uma ferramenta online que fornece um modelo para calcular os custos das operadoras que fornecem estes serviços.

As novas ferramentas foram desenvolvidas em resposta a pedidos de membros da UIT por maior clareza sobre em que nível os preços pagos pelos consumidores estão condizentes com os reais custos por serviços de roaming móvel.

“Nossos membros estão trabalhando juntos para garantir que as operadoras vejam um retorno justo dos investimentos que possibilitam que seus clientes viajem, e que os usuários paguem um preço justo por serviços de roaming”, afirmou o secretário-geral da UIT, Houlin Zhao.

A agência também anunciou na terça-feira (15) que o Grupo de Trabalho que estuda o desenvolvimento do padrão 5G para telefonia celular recebeu um mandato mais amplo, que inclui cooperar com comunidades de software livre para responder aos desafios das companhias telefônicas no desenvolvimento do 5G.

Criado em maio de 2015, o grupo encontrou em seus estudos preliminares 85 lacunas que precisam de resposta para o desenvolvimento da nova tecnologia móvel.

Membros do UIT também anunciaram o primeiro acordo para a padronização do “big data” – ou “mega dados, em português, tecnologia de armazenamento em massa de dados em alta velocidade. O padrão internacional determinará os requisitos, capacidades e uso para administrar o volume cada vez maior de dados.

Os avanços na tecnologia de informação e comunicação (TIC) permite que dados em massa sejam gerados, transmitidos e armazenados, mas este crescimento explosivo está aumentando o seu ritmo. Os conjuntos de dados estão tornando-se tão grandes e complexos, e gerados tão rapidamente, que os métodos tradicionais para processá-los já não são adequados.

“Este novo padrão da UIT fornece uma base internacionalmente aceitada para big data em nuvem”, disse o diretor do escritório de padronização de telecomunicações, Chaesub Lee. “Construirá coesão na terminologia usada para descrever o big data em nuvem e oferecerá uma base comum para o desenvolvimento de serviços de big data e padrões técnicos de suporte.”


Comente

comentários