Accelerate 2030 divulga 35 empresas finalistas da etapa nacional

O Brazil Accelerate 2030, iniciativa do Impact Hub e do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) para impulsionar negócios de impacto socioambiental, anunciou as 35 empresas que participarão da etapa nacional do programa.

Distribuídos entre 12 estados, os negócios escolhidos têm impacto direto em 13 dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Os selecionados terão acesso a treinamentos, desenvolvimento de plano para escala internacional, fomento a conexões estratégicas e suporte especializado.

Foto: Jay Burton

Foto: Jay Burton

O Brazil Accelerate 2030, iniciativa do Impact Hub e do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) para impulsionar negócios de impacto socioambiental, anunciou as 35 empresas que participarão da etapa nacional do programa.

Distribuídos entre 12 estados, os negócios escolhidos têm impacto direto em 13 dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Os selecionados terão acesso a treinamentos, desenvolvimento de plano para escala internacional, fomento a conexões estratégicas e suporte especializado.

Na primeira etapa do programa, atividades de formação serão realizadas nas capitais brasileiras participantes: São Paulo, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Manaus e Florianópolis.

Nelas, os empreendedores serão capacitados para aprimorar práticas de mensuração de impacto, elaborar um plano de escala global, oferecer suporte e fazer contato com especialistas, investidores, mentores e parceiros do mundo todo.

Na segunda etapa, as três empresas com o melhor desempenho serão indicadas para participar de uma imersão em Genebra, na Suíça, onde participarão de eventos globais voltados aos ODS. Além disso, também receberão suporte de organizações internacionais por mais nove meses para fortalecerem seus modelos de negócios.

“Percebemos que precisávamos sair da nossa zona de conforto e buscar parcerias com atores que conhecem bem esse ecossistema empreendedor e que sabem como inovar e dar suporte a startups”, explicou a diretora do PNUD em Genebra, Maria Luisa Silva.

O criador do Accelerate 2030 e co-fundador do Impact Hub Geneva, Santu Boëthius, destacou a importância dos temas aos quais se dedicam as empresas participantes, que conseguem gerar ainda mais impacto com a participação no programa. “Temos visto resultados tão surpreendentes trabalhando com uma rede internacional de parceiros e esperamos ainda mais para esta edição”, afirmou.

O Accelerate 2030 conta com o apoio internacional da Pfizer e do International Trade Center e, no Brasil, da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e da Fundação Grupo Boticário.

Abaixo, confira a relação dos finalistas:

Manaós Tech (AM);
Descarte Correto (AM);
Safe Drinking Water For All – SDW (BA);
GoLedger (DF);
Solubio Tecnologias Agrícolas (GO);
Geares Tecnologia Assistiva (MG);
LAMINATUS ENGENHARIA E INOVAÇÃO (MG);
VG Residuos (MG);
UPSaúde (PB);
Pickcells (PE);
Mete a Colher (PE);
Adam Robo (PR);
Robô Laura (PR);
Ação Social para Igualdade das Diferenças (PR);
TecZelt – FazGame (RJ);
LEMOBS Soluções em Tecnologia da Informação (RJ);
Ecobilge (RJ);
Cíngulo (RS);
HERSELF (RS);
CogniSigns – bio data, knowledge & health (SC);
ePHealth Primary Care Solution (SC);
Portabilis (SC);
Redação Online (SC);
ManejeBem (SC);
Meu Copo Eco (SC);
Raizs (SP);
Beone (SP);
INDEØV (SP);
Portal Telemedicina (SP);
Litro de Luz Brasil (SP);
Morada da Floresta (SP);
SmartSíndico (SP);
Joaquina Brasil (SP);
PlataformaVerde (SP);
Youth Climate Leaders (YCL) (SP).


Comente

comentários