37 milhões de dólares são necessários com urgência para assistência humanitária na Libéria, diz ONU

Mais de meio milhão de pessoas, incluindo 117 mil crianças, podem passar fome no país africano, caso os doadores não ajam com rapidez.

O Coordenador Humanitário e Residente das Nações Unidas para a Libéria Aeneas C. Chuma Foto: UNMIL / Emmanuel TobeyA ONU e o Governo da Libéria pediram nesta terça-feira (19) 36,7 milhões de dólares para atender as necessidades humanitárias de mais de meio milhão de pessoas, incluindo cerca de 117 mil crianças, que podem passar fome no país africano .

“Sem a ajuda dos doadores as comunidades mais vulneráveis da Libéria vão sofrer. Se os doadores agirem agora poderemos chegar a tempo até os que precisam de nossa ajuda”, disse o Coordenador Humanitário e Representante Residente da ONU para a Libéria, Aeneas C. Chuma.

Quase metade da população da Libéria vive em extrema pobreza sobrevivendo com menos de um dólar por dia. Mais de 64 mil refugiados  da Costa do Marfim permanecem na Libéria em razão da violência pós-eleitoral naquele país e 25 mil refugiados liberianos – que voltaram para casa no ano passado – continuam precisando de ajuda humanitária essencial, disse o Escritório das Nações Unidas de Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA) em um comunicado de imprensa.