22 novos membros são eleitos para o Conselho Econômico e Social da ONU

O ECOSOC é formado por 54 membros, de acordo com suas localizações geográficas.

ECOSOCO ECOSOC é formado por 54 membros, de acordo com suas localizações geográficas.

A Assembleia Geral elegeu hoje 22 membros para participar do Conselho Econômico e Social (ECOSOC), um dos principais órgãos das Nações Unidas e responsável pela coordenação do trabalho econômico e social da ONU, de Agências Especializadas e demais instituições funcionais e técnicas das Nações Unidas.

Através de votação secreta, esta manhã na sede da ONU em Nova York, os Países-Membros elegeram 18 países para um mandato de três anos, começando em 1º de Janeiro de 2010 e quatro países para substituir a Nova Zelândia, Suécia, Grécia e Portugal, que pediram para abandonar seus cargos antes do fim de seus mandatos.

Os quatro países propuseram como substitutos Austrália, Finlândia, Malta e Turquia, e eles foram devidamente eleitos hoje depois de obterem a aprovação de pelo menos dois terços dos votantes.

A composição dos 54 membros do ECOSOC é escolhida de acordo com a localização geográfica dos países e, por isso, os 18 membros eleitos hoje foram alocados da seguinte forma: cinco lugares para a África, quatro para a Ásia, dois para o Leste Europeu, três para a América Latina e Caribe e quatro para a Europa Ocidental e outros países. Em cada uma das cinco áreas geográficas o número de candidatos aprovados não pode exceder o número de lugares disponíveis.

Gana, Camarões, Zâmbia, Ruanda e Egito foram escolhidos para os lugares da África, enquanto Bangladesh, Mongólia, Filipinas e Iraque foram selecionados para a Ásia. Ucrânia e Eslováquia ocupam os lugares do Leste Europeu. Na América Latina e Caribe fazem parte Chile, Argentina, e Bahamas e no grupo da Europa Ocidental e outros países participam Itália, Bélgica, Canadá e Estados Unidos.

Os outros 16 membros do ECOSOC que finalizarão seus mandatos ano que vem são: Brasil, Camarões, China, República do Congo, Malásia, Moldávia, Moçambique, Níger, Noruega, Paquistão, Polônia, Coréia do Sul, Rússia, Santa Lúcia, Reino Unido e Uruguai. Mais 16 países têm mandato até dezembro de 2011: Costa do Marfim, Estônia, França, Alemanha, Guatemala, Guiné-Bissau, Índia, Japão, Liechtenstein, Maurício, Marrocos, Namíbia, Peru, São Cristóvão e Névis, Arábia Saudita e Venezuela.