‘2015 oferece uma oportunidade histórica para melhorar a vida de todos’, diz presidente da Assembleia Geral da ONU

Para Sam Kutesa, o sucesso da nova agenda de desenvolvimento pós-2015 dependerá da capacidade dos Países-membros em combinar suas ambições com os meios para implementá-las.

Presidente da Assembleia Geral das Nações Unidas, Sam Kutesa. Foto: ONU/Loey Felipe

O presidente da Assembléia Geral das Nações Unidas, Sam Kutesa, em uma entrevista nesta quarta-feira (14), disse que os próximos meses oferecem uma oportunidade histórica para que os 193 Países-membros da ONU construam uma agenda que melhore diretamente a vida de todas as pessoas do planeta.

“À medida que embarcamos na difícil tarefa de formular uma agenda de desenvolvimento pós-2015 que seja inclusiva e transformadora, peço a todos os Países-membros para virem para as negociações com um espírito positivo e construtivo” disse Kutesa.

Para o presidente da Assembleia Geral da ONU, o sucesso da nova agenda de desenvolvimento dependerá da capacidade dos Países-membros em alinhar suas ambições com os meios adequados de implementação. Ele destacou que é fundamental garantir a coerência entre a elaboração da agenda pós-2015 e o processo preparatório para a Terceira Conferência Internacional sobre Financiamento para o Desenvolvimento, que será realizada em Adis Abeba, na Etiópia, em julho.

O presidente da Assembleia Geral, também destacou os outros objetivos da ONU para 2015 e ressaltou a importância de redobrar os esforços para acabar com a epidemia devastadora do ebola e para combater o extremismo e o terrorismo em todas as suas formas, principalmente os grupos armados como o Estado Islâmico, Al-Qaeda, Al-Shabaab e Boko Haram.

Ao falar sobre as comemorações do 70º aniversário das Nações Unidas neste ano, Kutesa disse que é fundamental considerar uma reforma na Organização, principalmente no Conselho de Segurança, para que tenha melhor capacidade de enfrentar os desafios cada vez mais complexos do mundo.