2009: Ano da Proteção Social

Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo (CIP) e Centro Internacional para a Redução da Pobreza (IPRCC, Beijing) trabalham juntos para o Aprendizado Sul-Sul em Proteção Social e formalizam abrangente acordo para fomentar a cooperação em proteção social.

Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo (CIP) e Centro Internacional para a Redução da Pobreza (IPRCC, Beijing) trabalham juntos para o Aprendizado Sul-Sul em Proteção Social e formalizam abrangente acordo para fomentar a cooperação em proteção social.

Um acordo de cooperação foi assinado hoje entre o Diretor do Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo e o Diretor Executivo do Centro Internacional para a Redução da Pobreza, aproximando as instituições no esforço de promover o Aprendizado Sul-Sul em Proteção Social. Esta nova e fortalecida etapa de cooperação entre os dois centros busca aprofundar a disseminação de conhecimento e o desenvolvimento de capacidades para a inclusão de grupos populacionais vulneráveis e pobres nos países em desenvolvimento.

Os dois centros participarão de uma série de atividades conjuntas, tais como:

  • Programas de Pesquisa nas áreas de proteção e inclusão social;
  • Sessões de treinamento e Jornadas de Estudos para representantes de países em desenvolvimento;
  • Assessoramento técnico para a formulação e implementação de políticas de proteção social em países do Sul;
  • Compartilhamento de experiências em avaliação de programas sociais entre países na América Latina e Caribe, África Subsaariana e Ásia;
  • Tradução de publicações-chave do CIP sobre proteção social para o chinês e ampla disseminação de publicações conjuntas.

O primeiro passo concreto no âmbito desta cooperação será a organização conjunta de uma Jornada de Estudos de representantes chineses ao Brasil em maio de 2009. A Sra. Melissa Andrade, Coordenadora da Unidade de Aprendizado Sul-Sul do CIP acredita que “é tempo de se fortalecer a Cooperação Sul-Sul não apenas em questões de comércio ou economia, mas também em outras áreas como a Proteção Social. Nós já sabemos que a performance econômica nem sempre leva ao bem-estar da população. Há muitas experiências bem-sucedidas no Sul que não são muito conhecidas e precisam ser compartilhadas”.

A partir deste novo acordo, os dois centros declaram conjuntamente o ano de 2009 como “Ano da Proteção Social”, chamando a atenção dos responsáveis pela implementação de políticas públicas e da mídia no Brasil e na China para a importância do Aprendizado Sul-Sul, do compartilhamento de conhecimento, advocacy e da capacitação para a implementação de sistemas efetivos de proteção social no Sul como meio de ampliar a oferta de escolhas para as pessoas e empoderar grupos populacionais vulneráveis.

O IPRCC foi estabelecido conjuntamente pelo Governo da República Popular da China, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e outras organizações internacionais em Beijing em maio de 2005 e tem sólida experiência em treinamento em políticas públicas para representantes govermentais de vários países do Sul. O CIP goza de consolidada reputação dentre os países do Sul por sua pesquisa aplicada e treinamento e por atividades de fomentação do Aprendizado Sul-Sul.

Contato

Sr. Francisco Filho
Assessoria de Comunicação, Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo (CIP)
Grupo de Redução da Pobreza, Escritório de Políticas para o Desenvolvimento
Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento
E-mail: francisco.filho@undp.org
Telefone: (+ 55 61) 2105 5036
Website: http://www.ipc-undp.org