13º Congresso sobre o Crime da ONU: o impacto dos delitos no desenvolvimento

Congresso, que acontece no Catar em abril de 2015, vai discutir diversos assuntos ligados ao crime em nível global.

Esta é uma das maiores ameaças para os 2 bilhões de usuários de Internet que, conscientes ou não, armazenam informação online. Foto: UNODC

Esta é uma das maiores ameaças para os 2 bilhões de usuários de Internet que, conscientes ou não, armazenam informação online. Foto: UNODC

Nos próximos meses, as Nações Unidas discutirão os crimes que afetam a população em diferentes partes do mundo e que impactam diretamente o desenvolvimento de economias e nações. O objetivo é familiarizar o público sobre este importante tema, que será debatido a fundo no próximo 13º Congresso sobre o Crime das Nações Unidas, em Doha (Catar), entre os dias 12 e 19 de abril.

O cibercrime é um dos crimes organizados transnacionais que mais crescem no mundo e já afeta milhões de pessoas em todo o planeta. Ele se manifesta em diferentes formas, como delitos relacionados à identidade, violações de direitos autorais, pornografia infantil e abusos. É uma das maiores ameaças para os 2 bilhões de usuários da Internet que, conscientes ou não, armazenam informação online.

Com o aumento da facilidade de cometer este crime, agentes da lei encontram cada vez mais dificuldades para conter sua propagação frente aos desafios impostos pelos avanços tecnológicos. Países em desenvolvimento, principalmente, não têm a capacidade para combater os ataques virtuais e por isso contam com um índice mais alto de vítimas. Neste contexto, a necessidade para proteger os cidadãos em todo nunca foi tão importante.

O Congresso reunirá governos, decisores políticos e especialistas para compartilhar suas experiências e intensificar a cooperação internacional para responder às ameaças transnacionais. O encontro também enfocará nos vínculos entre segurança, justiça e Estado de Direito para um mundo melhor e mais equitativo. Para acompanhar os debates da preparação do Congresso nas redes sociais, use as hashtags #Cybercrime #crimecongress

Para mais informação sobre cibercrime, incluindo fatos e cifras, e ações realizadas pela ONU para combater esta prática, visite: http://goo.gl/zKsUkz