ONU promove ação pró-Objetivos do Milênio nas redes sociais

Até o dia 12 de abril, público poderá enviar pelo Facebook ou pelo Twitter imagens ou vídeos que representem as melhorias e desafios na implementação dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio em suas comunidades e áreas de atuação.

Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODMs)

Na última sexta-feira, 5 de abril, as Nações Unidas marcaram um momento vital na história do maior e mais bem-sucedido esforço de combate à pobreza: faltam 1.000 dias para atingir a data prevista para a implementação dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODMs).

Os oito ODMs foram criados no ano de 2000, quando os líderes mundiais se reuniram nas Nações Unidas e concordaram em reduzir pela metade a pobreza mundial e a fome, diminuir a mortalidade materna e infantil, lutar contra as doenças, melhorar o saneamento básico, oferecer educação para todos e ampliar as oportunidades para as meninas e mulheres.

No Brasil, a ONU promove ações no Facebook e Twitter em que o público será o principal colaborador.

De 5 a 12 de abril (sexta-feira), qualquer pessoa poderá mandar por mensagem (pelo Facebook) ou pelas hashtags #Pos2015 e #MDGmomentum (pelo Twitter) uma foto ou vídeo (de até 1 minuto) que represente as melhorias e desafios na implementação dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio em suas comunidades e áreas de atuação.

A equipe de comunicação da ONU selecionará de uma a duas mensagens por dia e publicará em seus perfis oficiais: www.facebook.com/ONUBrasil e www.twitter.com/ONUBrasil

Envie agora mesmo por meio destas redes, até o prazo final do dia 12, sua foto ou vídeo, indicando assim que você deseja que este conteúdo seja disponibilizado nos perfis da ONU e contribuindo para o aumento da conscientização sobre o tema. Saiba mais sobre os oito ODMS em www.pnud.org.br/ODM.aspx

Conheça todas as iniciativas que estão sendo organizadas no site www.un.org/millenniumgoals ou, em português, em www.onu.org.br/1000dias



Acesse abaixo a declaração do Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, sobre o tema:

Assista a um vídeo sobre o tema:

http://www.youtube.com/watch?v=BXcyy4NoXxM